segunda-feira, 31 de maio de 2010

EXPULSÃO: PSB EXAMINARÁ SUPOSTO CRIME COMETIDO POR VEREADOR DE JUAZEIRO

Complicou-se a situação do vereador Roberto Sampaio(PSB) de Juazeiro do Norte. A notícia que ele fraudou o Bolsa Família durante quatro anos usando sua própria mulher ganhou destaque nacional neste domingo. A direção nacional do PSB irá acompanhar o inquérito que já estaria tramitando na Polícia Federal do Ceará para apurar o desvio desses recursos do programa social do Governo Lula. Confirmada a responsabilidade, Roberto Sampaio será expulso.

Ameaçado de expulsão pelo PSB e investigado pela Polícia Federal pela fraude do recebimento do Bolsa Família, o vereador Roberto Sampaio que é reú confesso no desvio de finalidade desse benefício enfrentou neste domingo a repulsa da mídia brasileira por seu desvio de comportamento.O site do jornalista Claudio Humberto e sua coluna publicada em 47 dos mais influentes jornais do Brasil traz a informação sobre esse escândalo.

Roberto Sampaio enfrenta ainda outro grave problema. A Polícia Civil do Ceará investiga sua participação no sequestro seguido de tortura do jornalista Gilvan Luiz, do Jornal Sem Nome, de Juazeiro do Norte que havia denunciado o escândalo do Bolsa Família. Sampaio deverá depor no inquérito aberto para apurar os autores dessa violência esta semana. Mesmo sendo um dos principais suspeitos, Roberto Sampaio, nega a autoria das agressões. Leia mais sobre esse assunto no site do jornalista Claudio Humberto:

Réu confesso

O PSB quer expulsar dos quadros o vereador Roberto Sampaio, de Juazeiro do Norte (CE). Réu confesso, ele recebeu o Bolsa-Família por quatro anos através da mulher. Ele disse que “precisava” do auxílio.

Por: Donizete Arruda

domingo, 30 de maio de 2010

Morreu aos 21 anos sem negar sua verdade

Postado em 30 de maio de 2010 por Jânio Alcãntara

Desde os 14 anos, em 1855, que Ermance Dufaux ja psicografava

Clássico de León Denis






JOANA D’ARC nasceu em Domrémy/França e morreu assassinada no dia 30/Maio/1431, na fogueira da “Santa” Inquisição. Aos 21 anos, teve uma importante atuação na Guerra dos Cem Anos, era tida como heroína francesa. Isto não foi o suficiente para que as autoridades católicas inquisitoriais a destinassem à fogueira. Seu crime: ter mediunidade e confessar isto, com toda honestidade de alma. Pelo simples fato de não negar o que lhe fora exigido – que via e ouvia Espíritos que lhe orientaram a ser vitoriosa na guerra, com o mínimo de sangue derramado – foi morta na queimada na cruel fogueira da Inquisição.

Em 1920, a antes “bruxa herética”, foi “reabilitada” e canonizada pela mesma Igreja que a matou e passou a ser Santa Joana D’Arc.

Para quem quiser conhecer informações espíritas e mediúnicas deste Espírito de escol, que hoje completa 579 anos de sua desencarnação, indicamos dois livros:

01. “JOANA D’ARC” – Editora FEB – 388 páginas. Biografia escrita por Léon Denis;

02. “JOANA D’ARC por ela mesma” – Petit Editora – 312 páginas.
Biografia psicografada por Ermance Dufaux, médium da confiança de Allan Kardec e que auxiliou este na revisão de conteúdo dos Espíritos Reveladores da Doutrina Espírita nascente.

FVJ forma turma de administração em Aracati-Ce.

Sexta-feira dia 28 de maio, estive mais uma vez na FVJ - Faculdade Vale do Jaguaribe participando como músico (de pé tocando meu saxofone), em mais uma bela Cerimônia de Colação de Grau da Turma de Administração. Também agradeço a receptividade e apoio de pessoas ilustres como a professora Dra. Suely Marza, professora Andrea Freitas Gondim, professora Neuma, Professora Rosemeyre e outros. Segue meus votos de parabéns aos novos administradores formados pela nossa faculdade que tanto tem colaborado para o crescimento profissional e alta estima de nossos jovens que anseiam um lugar ao sol nesse concorrido mundo do emprego.
Foto: Mesa de autoridades e mestres presidida pela professora Dra. Suely Marza

Foto: Padrinhos e familiares dos formandos
Foto: alguns rofessores/mestres da FVJ
Veja mais fotos em: http://universo.fvj.br/?p=498
Fonte: Site da FVJ www.fvj.br

Corpo de Bombeiros condecora políticos icapuienses

O 3º SSMar/NBL do Corpo de Bombeiros realizou solenidade no dia 27 de maio de 2010, no município de Aracati-CE, para condecorar diversas autoridades de municípios vizinhos com a comenda "Amigos do 3º SSMar/NBL do Corpo de Bombeiros". O título é concedido àqueles que se destacam no desenvolvimento de políticas e ações sociais que visem trazer benefícios à população, especificamente na área de defesa social.

Entres as autoridades agraciadas com o título estavam os prefeitos de Aracati, Expedito Ferreira; de Beberibe, Odivar Facó; de Fortim, Adriana Pinheiro; de Itaiçaba, Frank Gomes e de Icapuí, José Edilson da Silva, que recebeu a comenda das mãos do Capitão Vasconcelos, Coordenador Geral do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil do Estado do Ceará. Do município de Icapuí, também foram condecorados o Deputado Federal José Airton Cirilo(PT-CE), o Deputado Estadual Dedé Teixeira (PT) e o vereador Lacerda Filho(PSDB).

O vereador Lacerda Filho (PSDB) entregou na Câmara Municipal de Vereadores de Icapuí, requerimento de concessão de Título de Cidadão Icapuiense ao Capitão Vasconcelos, considerando o empenho do mesmo em trazer para o município de Icapuí programas de capacitação de jovens sobre técnicas usadas pelo Corpo de Bombeiros em salvamentos.

Curiosidade
Na foto acima, vemos que a condecoração do vereador Lacerda Filho, líder do governo na câmara, lhe foi entregue pelo Deputado Estadual, e ex-prefeito de Icapuí, Dedé Teixeira. Os dois são assumidamente adversários políticos, que fica evidenciado em seus pronunciamentos. Ao longo da história política de Icapuí, as divergências ideológicas dos dois políticos proporcionaram embates emblemáticos nas disputas eleitorais no município e, após o pleito de 2004, onde o PSDB assumiu a gestão de nossa cidade, os discursos de ambos fermentaram ainda mais o acirramento político.

Ver o Deputado Estadual Dedé Teixeira entregando um título de reconhecimento ao vereador Lacerda Filho é no mínimo curioso. Um ótimo exercício de advinhação para saber em que os dois estavam pensando naquele momento.

Por: Claudi Mar
www.acidadeicapui.com.br

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Energia Eólica no Ceará - Informes sobre audiências públicas

Mais usinas eólicas sobre as áreas comunitárias e as dunas no litoral cearense!
Informamos que serão realizadas Audiências Públicas conforme as datas abaixo relacionadas.

Repassamos a agenda de audiências e a primeira será na escola Antonieta Cals na praia de Majorlândia

Dia 31 de maio: referente ao EIA/RIMA do Projeto de implantação da Usina Geradora Delta/Eólica de interesse da Empresa Usina Geradora Delta/Eólica Ltda., às 09:30 horas na Escola de Ensino Fundamental Antonieta Calls, localizada na Av. Santo Antônio S/Nº, no município de Aracati, Estado do Ceará, conforme publicação no Jornal O Estado do dia 21 de maio de 2010.

Dia 01 de junho: referente ao EIA/RIMA do Projeto de implantação da Central Eólica Cajucoco S/A, às 09:30 horas no NIT - Núcleo de Informações Tecnológicas no município de Itarema, Estado do Ceará, conforme publicação no Jornal O Estado do dia 21 de maio de 2010.

Dia 01 de junho: referente ao EIA/RIMA do Projeto de implantação da Central Eólica Vento do Oeste S/A, às 14:00 horas na Igreja Nossa Senhora da Conceição, no município de Acaraú, Estado do Ceará, conforme publicação no Jornal O Estado do dia 21 de maio de 2010.

Dia 01 de junho: referente ao EIA/RIMA do Projeto de implantação da Central Eólica Lagoa Seca S/A, às 14:00 horas na Igreja Nossa Senhora da Conceição, no município de Acaraú, Estado do Ceará, conforme publicação no Jornal O Estado do dia 21 de maio de 2010.

Dia 02 de junho: referente ao EIA/RIMA do Projeto de implantação da Central Eólica Coqueiros S/A, às 10:00 horas na Escola de 1º Grau Hermínia Franklina da Silveira localizada na Rua Quinta dos Albuquerques S/Nº, Bairro de Juritianha, no município de Acaraú, Estado do Ceará, conforme publicação no Jornal O Estado do dia 21 de maio de 2010.

Dia 02 de junho: referente ao EIA/RIMA do Projeto de implantação da Central Eólica Buriti S/A, às 10:00 horas na Escola de 1º Grau Hermínia Franklina da Silveira localizada na Rua Quinta dos Albuquerques S/Nº, Bairro de Juritianha, no município de Acaraú, Estado do Ceará, conforme publicação no Jornal O Estado do dia 21 de maio de 2010.

Dia 02 de junho: referente ao EIA/RIMA do Projeto de implantação da Central Eólica de Garças S/A, às 10:00 horas na Escola de 1º Grau Hermínia Franklina da Silveira localizada na Rua Quinta dos Albuquerques S/Nº, Bairro de Juritianha, no município de Acaraú, Estado do Ceará, conforme publicação no Jornal O Estado do dia 21 de maio de 2010.

Atenciosamente,
Elizabeth Verçosa Leal Rocha
Secretária Geral/SEMACE

Ceará apresenta roteiro Costa dos Ventos e promove nos EUA programas com golfe

A secretaria de Turismo do Ceará promoveu hoje o lançamento oficial do roteiro Costa dos Ventos, um programa de uma semana que interliga pelas praias Cumbuco a Trairi. Segundo Fernando Holanda, secretário de Turismo de Caucaia, o novo roteiro, com 150 quilômetros de litoral tem como destaque a prática de esportes e do turismo de aventura. A solenidade contou com a presença do secretário de Turismo do Ceará, Bismark Maia. A setur-CE participa junto com a Embratur nas próximas semanas do lançamento dos produtos de golfe em Washington, Los Angeles e Nova York.

Fonte: Mercados e Eventos por Luiz Marcos Fernandes.

Salão do Turismo - Ceará lança roteiro integrado

Durante este segundo dia de evento, o estande do Ceará ficou movimentado com o lançamento do roteiro Costa dos Ventos. De acordo com o secretário de Turismo do Estado, Bismarck Maia “não há lugar melhor para práticas esportivas como kitesurf do que nesta rota”, disse.

O roteiro é fruto de uma parceria entre a Secretaria, do Sebrae e dos cinco municípios que englobam a rota. Para a analista do Sebrae-CE, Sandra de Carvalho, “esta parte do litoral cearense precisa ser divulgada e agora o roteiro será promovido tanto no Brasil quanto no exterior”, afirmou.

O Costa dos Ventos engloba os municípios Trairi, Paraipaba, Paracuru, São Gonçalo do Amarante e Caucaia.
Carolina Maia
Fonte: http://www.brasilturis.com.br

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Petrobrás vai perfurar 760 poços na Fazenda Belém

A Revista PRONEWS, edição 121 de Abril/2010, traz como matéria de capa a reportagem "O Nordeste na rota do mundo : O desenvolvimento econômico do Nordeste e seu impacto na propaganda" escrita pela jornalista Rose Maria. A matéria aborda as ações de desenvolvimento dos Estados nordestinos, onde "a repercussão dos investimentos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é considerada um dos principais vetores desse novo “milagre econômico”. O PAC tem o objetivo de gerar crescimento econômico, emprego e a melhoria das condições de vida da população brasileira. No Nordeste, a previsão de investimentos já chega a R$ 29,3 bilhões, segundo fontes oficiais do governo."

Em relação ao Ceará, a revista aborda que o "estado do Ceará está sendo beneficiado por novas reservas de petróleo, que devem ser anunciadas e exploradas este ano pela Petrobrás. No plano de negócios da empresa para 2010/2014 está previsto investimentos de R$ 1 bilhão para a Unidade de Exportação e Produção do Rio Grande do Norte e Ceará (UM-RNCE). A maior parte destes recursos é destinada a exploração e produção de petróleo, além da revitalização da produção. A companhia pretende chegar em 2014, produzindo 100 mil barris de petróleo por dia no Rio Grande do Norte e Ceará."

Outra informação é o investimento na Unidade de Negócios de Exploração e Produção do Rio Grande do Norte e Ceará da Petrobrás de mais de R$ 1,5 bilhão em 2010, distribuído em mais de 300 projetos. No Ceará, terão projetos nos campos de Atum, Xareu, Curimã e Espada (área marítima ) e nos campos da Fazenda Belém e Icapuí (área terrestre ).

Foto: Diário do Nordeste

Segundo a revista, no campo da Fazenda Belém, que fica nos municípios de Aracati e Icapuí serão perfurados 760 poços de petróleo. Essa notícia é importante para Icapuí, já com o aumento da produção no campo da Fazenda Belém, possivelmente aumentará a demanda de funcionários e com isso terá necessidade de maior oferta de trabalho, que podem ser conquistados por cidadãos de nossa cidade, desde que estejam capacitados para o trabalho.

Para ler a matéria completa, clique AQUI

Fonte: Revista PRONEWS com informações do site http://www.acidadeicapui.com.br

Com fim de prazo, divulgação de gasto público passa a ser obrigatória

Estados e municípios mais populosos devem abrir suas contas na internet.Norma ainda é alvo de resistência de prefeitos.

Thiago Guimarães e Mariana Oliveira Do G1, em São Paulo

A transparência da gestão pública entra em nova fase nesta quinta-feira (27) no Brasil, com o fim do prazo para que Estados e municípios com mais de 100 mil habitantes publiquem em tempo real na internet informações detalhadas sobre quanto arrecadam e como gastam o dinheiro dos contribuintes.

A exigência está na Lei Complementar 131, um adendo à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) aprovado pelo Congresso em 2009.

As novas regras de transparência começam a valer na sexta-feira (28) para a União, todos os Estados e os 273 municípios mais populosos. Cidades de 50 mil a 100 mil habitantes terão mais um ano para se enquadrar, e o prazo para os demais municípios vai até 2013.

A chamada “Lei da Transparência” ainda é alvo da resistência de prefeitos. Chefes municipais alegam imprecisões no texto da norma e cobram a regulamentação da lei, que ainda não saiu.
“Cada prefeitura tem um conceito de ‘tempo real’ e ‘informações pormenorizadas’”, afirmou ao G1 João Coser (PT), prefeito de Vitória e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP).
Ficou aquela coisa cômoda: você [governo federal] não regulamenta e eu [prefeito] não me mexo". João Coser prefeito de Vitória

O Tesouro Nacional preparou uma proposta de regulamentação da lei, enviada para avaliação da Casa Civil da Presidência da República. O G1 questionou a pasta sobre a previsão de publicação da regulamentação, mas não obteve resposta.

Mas o ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Jorge Hage, já afirmou que a lei é “autoaplicável”, ou seja, não precisa de regulamentação para vigorar.
Quem descumprir a lei está sujeito à suspensão das transferências voluntárias da União, que somaram em 2009 R$ 5,1 bilhões para municípios e R$ 3,5 bilhões para Estados.

Tempo real
Para cumprir as exigências da lei, a CGU lança nesta quinta uma nova ferramenta no Portal da Transparência da pasta, no ar desde 2004. A consulta “Informações Diárias” trará dados detalhados por dia sobre a execução orçamentária de todas as unidades do Executivo federal.

O conceito de “tempo real” adotado pela CGU é, portanto, o de 24 horas. Segundo a pasta, para atender a nova lei, o portal será recarregado, em média, com 200 mil novos documentos por dia. Até então as atualizações eram mensais.

Em relação aos Estados, a CGU contabiliza 12 unidades da Federação (AL, BA, CE, RN, ES, GO, MA, MT, PA, PR, PE e RS) com portais de transparência nos moldes do site da pasta, com atualizações mensais ou em maior intervalo.

O órgão não sabe quantos municípios já cumprem a lei. As duas principais entidades municipalistas do país - a FNP e a Confederação Nacional de Municípios - também não fizeram balanço semelhante.

Segundo dados de 2009 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 9 das 273 prefeituras de cidades com mais de 100 mil habitantes não mantinham páginas próprias na internet.

Presidente da FNP, Coser disse que a Lei da Transparência é um “importante instrumento de controle social”, mas reconhece que “uma ou outra” prefeitura não conseguiu se organizar para disponibilizar os dados no prazo.

Ranking da Transparência
Gil Castello Branco, secretário-geral da ONG Contas Abertas, ressalta que os municípios tiveram um ano para preparar os dados. “É um argumento ridículo dizer que não estão preparados. É um processo simples, até porque são informações que as prefeituras já possuem.”

http://g1.globo.com

Aeroporto de Aracati e Jericoacoara em destaque no portal R7

Aviação regional
De olho no desenvolvimento das cidades próximas às cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, o ministro apontou a aviação regional – e do transporte no geral - como principal pilar para o desenvolvimento de outras cidades. - Temos um desafio forte no Rio de Janeiro e em São Paulo. Estamos construindo aeroportos perto a Canoa Quebrada, em Aracati (CE), e perto de Jericoacoara (CE), então toda a costa do Ceará será beneficiada. No delta do Parnaíba, no Piauí, fizemos a mesma coisa. A Bahia fez um conjunto grande de aeroportos regionais. Recentemente, inauguramos pontes em Sergipe e na Paraíba que vão facilitar a viagem até Salvador (BA), uma das sedes da Copa.
Foto por Alexander Hassenstein/17.04.2010/Getty Images
Leia mais em:

Tipos de violência doméstica (Denuncie)

A Lei Maria da Penha estipula cinco tipos de violência doméstica, são elas: física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.

Violência física: é qualquer ato contra a integridade ou saúde corporal da vítima.
Violência psicológica: é qualquer ação que cause prejuízo psicológico, como humilhação, chantagem, insulto, isolamento, ridicularização. São também considerados dano emocional e controle de comportamento da mulher.
Violência sexual: é aquela que força a mulher presenciar, manter ou participar de relação sexual indesejada. Impedir o uso de método contraceptivo ou forçá-la à gravidez, aborto ou prostituição mediante força ou ameaça, também se enquadram neste tipo.
Violência patrimonial: São situações quando o agressor destrói bens, documentos pessoais e instrumentos de trabalho.

Violência moral: Caluniar, difamar ou cometer injúria contra a mulher.
Se você sofre algum desses tipos de violência observe o que diz a Lei Maria da Penha:
Conhecida como Lei Maria da Penha a lei número 11.340 decretada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente do Brasill Luiz Inácio Lula da Silvaa em 7 de agosto de 20066; dentre as várias mudanças promovidas pela lei está o aumento no rigor das punições das agressões contra a mulher quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar. A lei entrou em vigorr no dia 22 de setembroo de 2006, e já no dia seguinte o primeiro agressor foi preso, no Rio de Janeiro, após tentar estrangular a ex-esposa.
A introdução da lei diz:
Cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher; dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; altera o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal; e dá outras providências.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Pescadores encontram no mar de Icapuí um campo aberto e minado para uma batalha sangrenta

Icapuí. Perseguições, choques entre barcos, troca de insultos e de tiros e as “cabeças a prêmio” sendo rebocadas em direção a uma praia que, sedenta de “justiça”, é capaz “de tudo, até matar”. Na “revanche”, 14 embarcações em posição de ataque ameaçando pisar em terra para recuperar o ouro perdido. A guerra é real e recomeçou nos mar cearense, que pouco está para pescador.

Um dia de trabalho, saindo pela madrugada e voltando ao entardecer, não oferece muita coisa a mais que o próprio custo de uma viagem para pescar. Pagando-se as iscas e as bolachas para enganar o estômago que ronca enquanto todo o corpo balança em cima do mar profundo, o que seu Eduardo Batista de Sousa conseguiu de pesca da lagosta, no último sábado em Icapuí, só deu para comprar o almoço do domingo. Sete horas no mar e só dois quilos de lagostas presas no manzuá de pescadores artesanais que sofrem com a escassez da lagosta e o aumento da pesca predatória, ilegal e insustentável.

Além do horizonte, ´pais-de-família´ fazem das camisas capuz e, com armas de fogo, tentam coibir os grupos de pescadores predadores, que mergulham utilizando equipamentos proibidos e, num só dia, capturam as lagostas que seu Batista só conseguiria em um mês.

Voltar do mar com dois quilos de lagosta penduradas no manzuá, uma espécie de gaiola usada pelos pescadores artesanais, não é lá muito animador para quem mantém a família somente com o que o mar oferece. Custa pouco mais de R$ 20,00 uma ida para o mar. Pelo menos R$ 20,00 para comprar de isca e R$ 8,00 “da cabaça”, uma sacola de bolacha, rapadura, farinha e água para se alimentar os dois ou três pescadores da embarcação. Isso sem contar os custos anuais de pintura e manutenção dos equipamentos da embarcação. No tempo das “vacas gordas”, os manzuás vinham com lagostas que, em cifras, superavam os R$ 400,00. Dois quilos de lagosta valem somente R$ 28,00. No fim de um dia “magro”, o lucro que há é a esperança de que os dias melhores comecem logo amanhã, “como sem falta”.

Encerrado o período do defeso da lagosta, semana passada, milhares de pescadores dos litorais cearenses ganharam o mar. Com a antecipação, em 15 dias, da liberação para pesca, nem todos estavam preparados. Foi uma correria para organizar os barcos, garantir os equipamentos. Na Praia de Redonda, em Icapuí, os pescadores artesanais sabem que no mar podem encontrar lagosta e, também, os pescadores predadores, que utilizam marabaias, mangotes e compressores de ar para a pesca mergulhada, todos métodos proibidos por lei. Nos primeiros dias pós-defeso, a notícia em terra havia sido a captura de um barco que fazia a pesca com compressor. Na tentativa de virar o menor, um barco chocou-se ao outro. Armas em punho, tiros disparados e pescadores rendidos.

Era meia noite de quarta-feira passada quando os “redondeiros” desembarcavam rebocando um barco dos “predadores”. Na praia, mais de mil pessoas, entre famílias inteiras de pescadores, aguardavam a “presa”, que foi logo encalhada em cima de um morro de areia, juntando-se a outros nove barcos apreendidos fazendo a pesca irregular. Por precaução, os pescadores rendidos foram deixados num ponto da praia distante da comunidade, “porque se viessem junto com os barcos quando chegasse aqui era capaz de a comunidade linchar e matar”, afirmou Gilcidene Raimundo, do Sindicato dos Pescadores, Marisqueiros, Trabalhadores e Trabalhadoras da Pesca Artesanal de Icapuí (Sindipame), órgão oficializado no último domingo, para convergir as reivindicações do segmento e criar projetos para a pesca sustentável.

“Nós sabemos que quem tem a função de fiscalizar é o Ibama. O que a gente faz é a vigília, mas sabemos que se for depender só deles, nunca vão acabar com esse problema aqui”, alega Gilcidene. Enquanto os “redondeiros” são amados ou odiados no curso do litoral cearense, segmentos de artesãos e “alternativos” seguem ao mar para sustentar suas famílias. Quem mais sai lucrando com a precária fiscalização são os compradores da lagosta, indiretamente alheios à competição no mar envolvendo certos e errados.

Vigília

“Se a gente for depender só do Ibama para o trabalho, a pesca ilegal não vai ter fim no mar de Icapuí”
Gilcidene Raimundo
Presidente do Sindicato dos Pescadores, Marisqueiros e Trabalhadores da Pesca Artesanal de Icapuí

MAIS INFORMAÇÕES
Ibama no Ceará
(85) 3272.1600
Sindicato dos Pescadores do Icapuí
(88) 9935.7001

Melquíades Júnior
Colaborador

FISCALIZAÇÃO

Pescadores fazem apreensões

Icapuí. Dois barcos, dois compressores, dez mil metros de rede caçoeira, 3.500kg de lagosta e, com isso, o aviso de que o Ibama está fiscalizando o mar cearense desde o período do defeso. Enquanto isso, três barcos, um compressor e algumas dezenas de metros de rede caçoeira e quilos de lagosta foram apreendidos pelos próprios pescadores artesanais que fazem a fiscalização paralela no mar de Icapuí até as águas do litoral de Aracati.

Na Praia de Redonda, em Icapuí, Litoral Leste do Estado do Ceará, um galpão serve para guardar os equipamentos apreendidos, um morro recebe os barcos capturados e o quiosque apelidado de “boca do povo”, onde toda a comunidade se reúne para jogar baralho e conversar, é uma discreta e silenciosa guarita de segurança.

Resgate

Na última quinta-feira, no horizonte da Praia de Redonda avistavam-se nada menos que 14 embarcações em alinhamento, vindo em direção à terra para resgatar “Rafaella”, “Celebridade” e “Ceilândia”, os três barcos que foram apreendidos pelos “redondeiros” em dois dias de perseguição aos grupos de pescadores que, além de usarem equipamentos irregulares, teriam invadido a área considerada “exclusiva” dos artesãos.

Apreensões e apropriações marítimas na contramão da lei, porém com a justificativa de que é para compensar a precária fiscalização do Ibama, que está durante todos os dias desta semana nessa área de conflito mas, de acordo com um próprio fiscal do órgão, “é sair para a guerra recomeçar”.

Para a pesca de 2010, alguns pescadores que utilizam compressores e marabaia adquiriram veículos mais modernos. E para disputar em pé de igualdade com os barcos motorizados e velozes desses pescadores “alternativos”, milhares de pescadores artesanais de colônias dos Municípios de Aracati e Icapuí uniram-se para, em contribuições individuais de R$ 100, comprar uma lancha no valor de R$ 65 mil para alcançar os irregulares que empreenderem fuga. Foi assim que os pescadores artesanais alcançaram os três barcos que apreenderam na semana passada.

Fonte: Diário do Nordeste

CARTEIROS DO CEARÁ ADEREM À PARALISAÇÃO NACIONAL E DEFLAGRAM GREVE

Por: Luciano Augusto do portal Ceará agora

Trabalhadores da Empresa de Correios e Telegrafos (ECT) reunidos em assembléia na noite desta terça-feira (25), decidiram aderir ao movimento nacional e paralisar suas atividades a partir de hoje (26), por tempo indeterminado.

Segundo assessoria de imprensa do SINTECT-CE, a decisão se deve ao descaso da ECT com os trabalhadores que estão sobrecarregados de serviço e reivindicam a conclusão do concurso público e um valor maior na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) que é paga a quem trabalha em atividades operacionais (carteiros, atendentes e operadores de triagem e transbordo, motoristas e outros).

“Os trabalhadores estão exaustos. Um concurso público tem que ser concluído urgentemente para que os serviços voltem a ser prestados com qualidade”, afirma a coordenadora do SINTECT-CE, Lourdinha Félix.

Colunista Tom Barros DN


Alô África!"

De Aracati para a Copa da África do Sul.
É emoção demais para quem está começando".
Kaio Cézar
Narrador da TV Diário

terça-feira, 25 de maio de 2010

XVI Festa Craque do Passado

Um jogo de confraternização entre as Seleções de Aracati dos anos de 1998 e 2004 será um dos aperitivos da XVI Festa do Craque do Passado, evento criado e realizado graças aos esforços do desportista, Jerônimo Monteiro, por meio da Associação dos Idolos do futebol de Aracati - AIFA.
No entender de Jerônimo Monteiro, “a festa foi criada com intuito de reconhecer a parcela de contribuição, que cada um dos homenageados a cada ano deu, para o crescimento do futebol de Aracati, ao longo dos anos e que na maioria das vezes, esses destaques acabam caindo no esquecimento de muitos”.

Este ano, receberão condecorações como Craque do Passado, os ex-jogadores: Abelardo Moreira Dias (Abelardo – Estrela do Mar); Aureliano Lima Dias (Careca – Navegantes); Lucio Freire (Boca – Aracati); José Carlos dos Santos (Diagonal – Santa Tereza) e Francisco Ferreira da Silva (Roleta – Dom Luiz) e ainda os dirigentes de agremiações esportivas locais: Francisco Diassis Ferreira dos Santos (Chico do Doce – Santa Tereza) e Osvaldo Benicio Sampaio (Dr Osvaldo – Ex-presidente da Liga Aracatiense de Desporto - LAD).

A Festa do Craque do Passado terá inicio ás 08h da manhã do próximo domingo (30), com o jogo Seleção de Aracati 1998 X Seleção de Aracati 2004, no Estádio Cel Virgilio Távora; após a partida, todos se deslocarão até o Cabeção Bar ás margens do Rio Jaguaribe, aonde acontecerá a solenidade de entrega de medalhas e troféus aos agraciados.

A XVI Festa do craque do passado tem a realização de Jerônimo Monteiro, com apoio do Governo Municipal de Aracati através da Secretaria de Esporte e Juventude – SEJUV e Comercio Local.
Escrito por Luiz Bilal
Fonte: AIFA

Jornal O Estado. Política Pública X Meio Ambiente

Os jornais, agora, noticiam que o poder público se reúne, para discutir planos e medidas sobre os agrotóxicos no Estado do Ceará. Há muito, lutadores e lutadoras, como Zé Maria, denunciavam as várias mazelas da expansão do agronegócio no Estado, dentre elas, o uso indiscriminado de agrotóxico.

Zé Maria, morto, denunciava a contaminação da água, denunciava a concentração de terras, indevidamente, nas mãos dos grandes. Há muito esta concentração indevida foi denunciada pelo Ministério Público Federal e estas ações não chegam a uma solução, nem responsabilizam ninguém por tal expediente. Há muito tempo, toda esta situação é denunciada a diversos órgãos do poder público e não se vê, nem se revê as medidas mitigatórias do EIA/RIMA, os procedimentos necessários para o funcionamento destes empreendimentos.

Denuncia-se também falha no sistema de saúde, para a reta identificação das intoxicações no local. O poder público deve alertar para o seu papel quanto a isso, especialmente, naquela região, que possui a especificidade do famigerado agronegócio.

Sociedade & Meio Ambiente
Mas a sociedade começou a dar mais demonstrações de força nesta luta pela vida, na Chapada do Apodi. Na última quarta-feira, pela manhã, os movimentos organizados e a comunidade do Tomé organizaram marcha e ato em homenagem a Zé Maria do Tomé, que lutava contra a pulverização aérea em Limoeiro.

Logo depois, de tarde, começou audiência pública da Câmara Municipal de Limoeiro, para se discutir a Lei Municipal que tornou a cidade conhecida, positivamente, por vedar a pulverização aérea. O auditório não coube de moradores das comunidades atingidas, movimentos sociais, professores, estudantes, autoridades e representantes do agronegócio.

Prefeitura de Limoeiro X Meio Ambiente
A mobilização para esta audiência pública deu-se pelo projeto de Lei Ambiental do Prefeito de Limoeiro do Norte, que num artigo, revoga a Lei que veda a pulverização aérea de agrotóxicos.

Uma falta de respeito com a luta de Zé Maria do Tomé, uma falta de respeito aos cidadãos de Limoeiro que continuarão recebendo veneno em suas cabeças.Mesmo com a Lei em vigor, a Prefeitura, o Ministério Público não fiscalizaram, não agiram de forma a impedir a pulverização aérea. Quem fiscalizava era o Zé Maria do Tomé.

Os olhos do Brasil e do mundo estão voltados, agora, para a Câmara Municipal de Limoeiro do Norte. Saber-se-á quem votará a favor do lucro das empresas do agronegócio e quem votará a favor dos munícipes de Limoeiro, a favor da vida e do meio ambiente.
Fonte: http://www.oestadoce.com.br/index.php?acao=colunas&subacao=ler&colID=43
Escrita em 18/05/2010

E VOTARAM NA CAMARA EM LIMOEIRO, MAS EMPATOU!
ENTÃO O PRESIDENTE DA CÂMARA DESEMPATOU
E VENCEU A PULVERIZAÇÃO AÉREA DE VENENO.
ISSO É IMORAL!

Syngenta é condenada na Europa por violações de direitos humanos no Brasil

17/05/10
Syngenta é condenada na Europa por violações de direitos humanos no Brasil

A empresa transnacional suíça Syngenta, produtora de sementes transgênicas, foi denunciada e condenada no IV Tribunal Permanente dos Povos, realizado em Madrid de 13 a 17 de maio deste ano. Esta foi a segunda acusação feita contra a empresa no Tribunal, só que desta vez relacionada a violações de direitos humanos decorrentes da sua atuação com transgênicos, agrotóxicos e domínio de mercado de sementes. A primeira acusação (veja aqui) esteve relacionada com o assassinato do trabalhador rural Keno no ano de 2007, em um campo experimental da empresa no Paraná.

A Via Campesina e a Terra de Direitos, baseados em estudos técnicos da Secretaria de Abastecimento e Agricultura do Paraná, acusaram a Syngenta de contaminação genética. Perante o tribunal ficou provado que o Milho BT 11 da transacional está contaminando as lavouras de milho não transgênicos no Brasil.

O agricultor Valdeci Cella, produtor de sementes crioulas em Anchieta (SC), afirmou que “estamos tentando criar alternativas ao modelo de agricultura imposto pelas transnacionais, em especial pela Syngenta no Brasil. Nossa proposta agroecológica de agricultura está sendo ameaçada pela contaminação genética, por uso indiscriminado de agrotóxicos e por práticas ilegais de mercado da empresa. Nosso modo de vida está ameaçado”.

Durante a acusação também foi demonstrado que a Syngenta, junto com outras empresas do setor, está tentando impor um modelo de agricultura baseada no monocultivo em larga escala, no uso abusivo de agrotóxicos e no patenteamento de sementes. O assessor jurídico da Terra de Direitos, Fernando Prioste, afirmou perante os juízes que “já existem lugares, como no sul do Brasil, em que agricultores já não encontram mais sementes não transgênicas de soja no mercado.

As transnacionais compram as pequenas produtoras de sementes e impõem sua semente transgênica como única opção no mercado. Isso faz com que os agricultores tenham que abandonar suas práticas tradicionais de agricultura, para serem submetidos a um modelo de produção em que consumidores e trabalhadores perdem, enquanto a empresa tenha grandes lucros”.

Na sentença proferida, o tribunal avaliou as várias violações de direitos humanos e condenou, moral e politicamente, as ações das empresas transnacionais e dos governos que são cúmplices e, ao mesmo tempo, atores destas violações de direitos humanos. Durante a sentença foram detalhados diversos aspectos da participação da União Européia na forma como as empresas transnacionais atuam em outros países. O documento formulou ainda algumas propostas à União Européia para que esta não mais compactue com violações de direitos humanos.
Leia aqui a sentença.

Empresas transnacionais no banco dos réus
A condenação do Tribunal Permanente dos Povos é ética, moral, popular e política. A iniciativa, do Grupo Enlazando Alternativas, não tem caráter vinculante e impositivo. Contudo, isso não exclui a possibilidade de realizar litígios em tribunais nacionais e internacionais. Nesse sentido, foram discutidas forma viáveis de condenação das empresas nos tribunais nacionais e internacionais.

Juan Hernandes, estudioso do tema, disse que há um grande descompasso na legislação sobre responsabilização de empresas por violações de direitos humanos e as normas que regulam o mercado. Em âmbito nacional e internacional, as normas de mercado (leis de patente, comércio e outras) são duras, têm mecanismos de imposição e garantem os interesses econômicos das empresas. Por outro lado quase não existem leis, sobretudo internacionais, que possam responsabilizar as empresas, as leis são brandas, facultativas às empresas e sem mecanismos de exigibilidade.

Mesmo tendo todas essas dificuldades, em alguns casos é possível judicializar casos, em âmbito internacional ou nacional, contra as transnacionais. Esse é o tema da publicação feita pela Terra de Direitos, intitulada “Empresas Transnacionais no Banco dos Réus: Violações de Direitos Humanos e Possibilidades de Reparação”.

O trabalho tem como objetivo expor as principais questões do tema e servir de ferramenta básica para que movimentos sociais e advogados possam analisar as possibilidades de fazer litígios contra empresas transnacionais. Em linguagem acessível e com sistematização de conteúdos, o trabalho aborda questões conceituais, preparatórias dos litígios, além de examinar alguns instrumentos e mecanismos como o ATCA dos EUA, mecanismos na ONU e OIT.
Leia o trabalho na íntegra, clicando aqui.

-- Luciana Pivato
Coordenadora Executiva
Terra de Direitos
55 81 3231-5882
55 75 8164-0035
skype: lucianapivato

*Já está em nosso site um material (cartilha) que acabamos de construir (“Empresas Transnacionais no Banco dos Réus: Violações de Direitos Humanos e Possibilidades de Reparação”.), caso alguém tenha interesse, certo?
abraços,
Luciana

Quem escreveu isto é um gênio. Leia e você se surpreenderá!

ANTES DA POSSE

O nosso partido cumpre o que promete.
Só os tolos podem crer que
não lutaremos contra a corrupção.
Porque, se há algo certo para nós, é que
a honestidade e a transparência são fundamentais.
para alcançar os nossos ideais
Mostraremos que é uma grande estupidez crer que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Asseguramos sem dúvida que
a justiça social será o alvo da nossa ação.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
se possa governar com as manchas da velha política.
Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
se termine com os marajás e as negociatas.
Não permitiremos de nenhum modo que
as nossas crianças morram de fome.
Cumpriremos os nossos propósitos mesmo que
os recursos econômicos do país se esgotem.
Exerceremos o poder até que
Compreendam que
Somos a nova política.

DEPOIS DA POSSE
Basta ler o mesmo texto acima, DE BAIXO PARA CIMA

ESCASSEZ DA LAGOSTA: Pescadores lutam para manter seu sustento

Os pescadores artesanais disputam espaço com os "alternativos", pois é da lagosta que sobrevivemIcapuí. "Se falta lagosta, a gente tem que se virar de qualquer jeito. Não tem outro sustento, é esse". O depoimento de Eduardo Batista, pescador de Icapuí, é "assinado embaixo" por Gilcidene, Normando, Eucana, Maurício e outros milhares de pescadores da lagosta no Ceará.

Não só os artesanais, assim como eles, quanto os "alternativos", que promovem a pesca predatória. De um jeito ou de outro, é a produção da lagosta cearense que sustenta milhares de famílias nos litorais Leste e Oeste do Estado.
Ibama intensifica fiscalização da pesca irregular, mas os grupos organizados de controle e fiscalização à revelia das leis do Estado, em nome da pesca sustentável, também gera conflitos antecedidos de ameaças entre os pescadores das praias rivais. Dia e noite grupos fazem vigília dentro e fora do mar. Crescem as chances de novos protestos em terra.
No ano passado, grupos de famílias de pescadores "alternativos", como se chamam os que utilizam marabaia e compressores para a pesca em mergulho, fizeram protestos contra a fiscalização arbitrária e ilegal dos pescadores artesanais, liderados pelos "redondeiros". As ruas de Icapuí foram ocupadas, barricadas levantadas, pneus queimados, carros incendiados e a Câmara Municipal apedrejada e bombardeada com artefatos caseiros.
A reivindicação: que os órgãos competentes proíbam as fiscalizações feitas pelos pescadores e que os órgãos públicos atentem para os conflitos, enquanto estavam no mar, só eram noticiados pelas comunidades e pela imprensa.Durante todo o ano passado, a Prefeitura Municipal de Icapuí não fez pronunciamentos oficiais de intervenção no impasse entre os dois grupos de pescadores. Um dos barcos apreendidos no ano passado pelos "redondeiros" pertencia ao prefeito de Icapuí, mas estava arrendado para um pescador.
Enquanto isso, num galpão na vila da Praia de Redonda são depositados os equipamentos proibidos capturados dos pescadores alternativos, sem chances de recuperação. Nem mesmo o Ibama apareceu para conferir o material apreendido.
Barcos ilegais
E os barcos ilegais, "estão aqui para quem quiser ver, fica como exemplo, de que não podemos permitir a pesca com compressor. Não sei o que passa na cabeça desses pescadores, eles não entendem que estão prejudicando o meio ambiente, fazendo acabar a lagosta e prejudicando tanto eles quanto nós da pesca artesanal", explica Maurício Valente, que é da Associação de Moradores Monsenhor Diomedes, de Icapuí.
Depois que passaram as "vagas gordas", de 20 anos atrás, quando o mar cearense tinha lagosta "para dar e vender" e se chegava com até 35 quilos de lagosta, atualmente um pescador artesanal captura, nos dias bons, cerca de 15kg de lagosta, que são levadas para terra ainda vivas, o que valoriza o produto. Ao mesmo tempo, um pescador que utiliza redes de arrasto, compressores de ar e captura os crustáceos mesmo no fundo do mar, matando-os em seguida, consegue retornar com até 400kg de lagosta.
Essa prática tornou-se muito comum. Aumentou os rendimentos - principalmente para os grandes atravessadores, que comercializam com o mercado europeu -, mas fez diminuir, gradativamente, a presença da lagosta no mar cearense. Quando falta lagosta no mar, o preço desse produto sobe na mesa do consumidor, mas nem sempre é transferido desde a pesca. Os pescadores reclamam que, enquanto o produto é vendido a preço de ouro, são mal remunerados pelo pescado.
Só mais recentemente o Ibama aumentou a fiscalização da pesca predatória da lagosta no Ceará. Em 2009 foram apreendidos 180 mil metros de rede caçoeira, 22 compressores, 4.500kg de lagosta e mais de 160 multas em embarcações sem registro para o tipo de cultura que estava pescando ou mesmo sem permissão para qualquer atividade. Uma embarcação fiscalizadora com técnicos do Ibama fiscaliza todo o dia as principais regiões de conflito em Icapuí. "O problema é que quando a gente sai, eles voltam a brigar", disse Rolfran Ribeiro, chefe de fiscalização do órgão.
Os mais de 570km de costa cearense possuem 103 pontos de desembarque de pescadores, para que seja monitorada por uma equipe de pouco mais de 20 fiscais do Instituto. Segundo a superintendência do Ibama, será dada atenção maior às áreas litigiosas entre os mares de Icapuí e Aracati.
MAL REMUNERADOS
Colônias ameaçam parar atividadesIcapuí. Colônias de pescadores artesanais da lagosta dos litorais leste e oeste do Ceará ameaçam paralisar os trabalhos de captura desse crustáceo. A alegação é de que os pescadores estão sendo mal remunerados pelo produto, que só começam a ganhar preços altos nas mãos de atravessadores, que negociam diretamente com o mercado europeu. A medida pode acontecer nas próximas semanas e gerar um desabastecimento caso não haja um aumento. Hoje, o valor pago aos pescadores é de R$ 14,00 pelo quilo da lagosta.
Nas primeiras semanas do ano passado, logo após o fim do período de defeso da lagosta, o pescador recebia R$ 10,00 pelo quilo do produto. Mas o aumento de R$ 4,00 para o atual período não é considerado suficiente para os trabalhadores. "Enquanto eles pagam mal a gente, os empresários estão recebendo em euro, pois vendem para o mercado europeu. Antes da gente ir para o mar eles já fazem o contrato com os compradores", afirma Maurício Valente, do grupo de pescadores da Redonda. Eles alegam que o valor inicial da primeira pesca é determinado pelo grande atravessador, e só após o retorno do mar. "Se a gente soubesse que iam comprar somente a R$ 14,00 o quilo, nem teríamos ido para o mar, mas eles só dizem depois que a gente tá com o material. O que interessa a eles é cumprirem os contratos com os estrangeiros e botarem o dinheiro no bolso".
A articulação para a possível paralisação é feita entre as cerca de 20 colônias de pescadores da lagosta no Ceará. Eles reivindicam que seja pago R$ 20,00 pelo quilo da lagosta pescada. Com a medida, a lagosta pode ficar escassa no Ceará e em países da Europa, que compram o crustáceo em contratos firmados ainda durante o defeso.
Até a próxima semana, os pescadores esperam receber, na íntegra, a sexta parcela do seguro-pesca, de um salário mínimo, apesar de, com a antecipação do fim do defeso em 15 dias, por determinação do Ibama e do Ministério da Pesca, os trabalhadores não ficarem parados os seis meses completos. (MJ)

domingo, 23 de maio de 2010

Tony Morais na Expresso FM

A expresso FM que é gerenciada pelo amigo Tony Morais (foto), foi fundada em 03 de maio de 2010 é uma empresa pertencente a ASSOBUS (Associação das empresas de transportes de Passageiros do Estado do Ceará). Tony Mortor também é locutor e no grupo de excelentes profissionais existem aracatienses ao seu lado.
Abrangência
Com 10 kW de potência, a EXPRESSOFM 90,7 cobre toda área metropolitana de Fortaleza, alcançando um raio de, aproximadamente, 150 Km.

A EXPRESSOFM 90,7 já nasceu grande, sendo, em um curto espaço de tempo, um referencial para o trânsito da grande Fortaleza. O maior diferencial da EXPRESSOFM 90,7 é o formato de sua programação, sendo a única emissora do Ceará a adotar uma programação com dois padrões: Adulto/Contemporâneo e Popular, ou seja, uma programação que é a maior audiência dentro dos ônibus e nos estabelecimentos comerciais e residenciais, calcada na qualidade e bom gosto musical e nas informações.

A opção por esse formato de programação também faz parte de uma estratégia de mercado, cujo intuito é atingir um público alvo quantitativo e qualitativo, com maior poder de compra. A programação bem elaborada, povoada pelos grandes sucessos do momento e em horários específicos, o fino da MPB e músicas flashes.

A comunicação objetiva, a boa música, prestação de serviços, educação de trânsito, cultura e as notícias são elementos que favorecem a sua retransmissão em ambientes variados, sempre agradando aos segmentos da sociedade e todos os que buscam no rádio uma ruptura com o paradigma do rádio convencional.

O sucesso da EXPRESSO FM 90,7, capitaneado pela sua programação, é uma realidade. Atualmente, pode-se afirmar que a emissora é a rádio mais ouvida dentro do Sistema de Transporte Público de Fortaleza e Região Metropolitana, notadamente nos ônibus, atingindo, inclusive, as classes formadoras de opinião, em todas as faixas sociais, inclusive A e B, destacando-se como a primeira e única rádio local no segmento adulto/popular.

EXPRESSO FM 90,7, a melhor programação, as vozes mais bonitas do rádio cearense e a melhor qualidade em música e informação. Uma rádio para todos os gostos.
Com informações do site: www.expressofm.com

Trabalho do Secretário de Turismo do Ceará Bismarck Maia em Nova York

São várias características que diferenciam Nova York de outros lugares. A cidade que não dorme. A cidade mais populosa dos Estados Unidos. Uma das cidades mais importantes e influentes do mundo. Sede das Nações Unidas. Está lá um dos centros financeiros, comerciais e industriais mais movimentado do mundo. Conhecida como a Grande Maçã. Uma mistura de estilos, tradições, costumes. É multicultural. É pulsante.

Localizada no nordeste dos Estados Unidos país que ainda conserva sua hegemonia financeira, ideólogica e militar. Nova York de verões tórridos e invernos gelados. Tudo isso contribui para o desejo das pessoas por lugares mais calmos. Lugares que possam contemplar a natureza. Está aí a vulnerabilidade da grande potência. Está aí na agitação do dia a dia a vontade de viver o diferente.

É nesse cenário, nessa realidade que a Secretaria de Turismo de Ceará - leia-se: Secretário Bismarck Maia, faz chegar em Nova York a paisagem de Jericoacoara circulando na fachada de um ônibus na Quinta Avenida. Os verdes mares, a pedra furada, o sol do Ceará, está na dentro da Big Apple numa paisagem que se diferencia de tudo do lugar. Está lá despertando a curiosidade e a vontade de quem vê. Está lá no lugar de pessoas que se deslocam sozinhas na multidão. Está no centro de consumo na Quinta Avenida.

Nova York oferece um leque de opções, vode pode ir nas melhores peças de teatro, na melhor ópera, nos melhores restaurantes, nas melhores lojas, contemplar a estátua da liberdade. Porém, caríssimo leitor a experiência de estar num lugar onde as dunas desenham a paisagem, cercada por lagoas e mar calmo isso não está no cardápio da Big Apple. Mas está ao alcance dos olhos de quem está lá e tudo que os olhos vêem o coração sente. Quando o coração sente acende o desejo de experimentar e de viver. Sejam bem vindos!


Foto: @SamiraQueiroz via twitter

Plantão Policial de Icapuí-Ce

ICAPUÍ: Dia 21.05.2010 – Por volta das 15h00, na Barraca da Dulce, na praia de Manibu, em Icapuí-Ce, durante uma abordagem policial, foram presos;
1º MARIA DULCE DE ARAÚJO, 44 anos (proprietária da barraca);
2º MAXIMILIANO DE OLIVEIRA, 27 anos;
3º ELAINE CRISTINA LIMA DE LUCENA, 21 anos;
4º VANCLEIA SILVA DE ARAÚJO, 21 anos;
5º ALAN JOHNDE DE SOUSA BERNARDO, 21 anos;
6º JOSIEL DA SILVA MONTEIRO, 18 anos.

Foram apreendidos 03(três) menores de idade;
1º C. M. S, (17 anos);
2º A. G. S. S. (17 anos);
3º V. M. F. O., (16 anos).

As pessoas acima estavam no interior da citada barraca, onde os policiais militares encontraram o seguinte: 89(oitenta e nove) pedras de crack; 23(vinte e três) papelotes de maconha; R$ 530,00(quinhentos e trinta reais) em cédulas de valores diversos e 01(um) revolver ROSSI, nº D371724, calibre 38, capacidade para 06(seis) cartuchos, contendo 02(dois) cartuchos intactos.

Todos foram conduzidos a USI de Aracati-Ce, onde os maiores de idade, foram autuados no Art. 35 da Lei 11.343(Lei dos Entorpecentes) e Art. 244/B da Lei 8.069 (E.C.A), já a proprietária da barraca nos artigos 33, 35 da Lei 11.343 e 244/B da Lei 8.069 E.C.A(corrupção de menores).

A menor V.T, foi submetida ao um BOC. No Art. 33 da Lei 11.343.
O menor A.D, foi submetida ao um BOC. Art. 35 da Lei 11.343 e Art. 14 da Lei 10.826(Estatuto do Desarmamento).
E o menor M.S , foi submetida ao um BOC. Art. 35 da Lei 11.343.

Os pm´s. Sgt nº 11063 Lima, Cb nº 9805 Brito e Sd n 19665 Amilton, efetuaram a abordagem e conduziram todos a USI de Aracati-Ce, para os procedimentos. Vale ressaltar que todos os envolvidos são do Rio Grande do Norte, residem em Mossoró-RN.

Com informações do site www.acidadeicapui.com.br
Fonte: TV Jaguar

Pescadores voltam a disputar mar de Icapuí

O clima de guerra no alto mar do Litoral Leste, volta a se instalar e, em terra, o cearense volta a comer lagosta

Icapuí. Acaba o período do defeso de reprodução da lagosta e recomeçam os conflitos e a confusão entre pescadores no mar de Icapuí. Pesca ilegal versus pesca artesanal. Pescadores se fazendo de Polícia por conta própria, e a Polícia marítima e ambiental, com pouca estrutura e funcionários, volta armada para o mar e, quando sai, fica sabendo dos tiroteios. Pescadores rivais evitam visitar a praia do "inimigo". É protocolada no Instituto Chico Mendes a criação de uma área de marinha protegida para a região.

O período de defeso da lagosta, que duraria seis meses completos, foi antecipado em 15 dias por determinação do Ibama, para valorizar, no mercado externo, a lagosta brasileira, que chegaria nos portos antes dos principais concorrentes. Como a portaria sobre a decisão do dia 16 de maio, em Brasília, só foi baixada quatro dias depois, pescadores da Praia de Redonda, em Icapuí, intensificaram a fiscalização de barcos entre os dias 16 e 20, mas a própria fiscalização já é irregular, porque só pode ser feita pelo Ibama. Foram apreendidos barcos de pescadores que utilizam marambaias e compressores de ar para pesca mergulhada, prática condenada pela legislação ambiental brasileira, mas que ainda responde pela maior parte do pescado que abastece os mercados da lagosta no Ceará.

No período do defeso no Ceará, os pescadores artesanais da Praia da Redonda apreenderam três barcos que desobedeciam a carência. Os conflitos da última quarta-feira, com troca de tiros e uma pescador "ilegal" baleado, somam-se aos do ano de 2009: barco apreendido, vítimas no hospital e ausência de suspeitos porque os "fiscais por conta própria" atuam encapuzados.

Os pescadores artesanais da Redonda, em Icapuí, utilizam o manzuá, instrumento permitido por lei, mas que gera uma produtividade seis vezes menos que os instrumentos irregulares (marambaia e compressor) usados por pescadores de outras comunidades. O defeso da lagosta teve diferentes durações nos últimos anos: até 2006, durava quatro meses; em 2007 cinco meses; em 2008, cinco meses e 15 dias; seis meses em 2009; e em 2010, com a antecipação, voltou ao mesmo período de 2008.

Ano passado, a fiscalização ilegal dos artesanais legais gerou protestos dos pescadores "alternativos", que ocuparam o centro de Icapuí e, com atos de vandalismo, incendiaram carros e apedrejaram a Câmara Municipal.

Segundo o chefe de fiscalização do Ibama, Rolfran Ribeiro, neste fim de semana as principais empresas de comercialização de lagosta de pelo menos seis municípios litorâneos serão fiscalizadas. "Não tem sentido que com menos de 72 horas após o fim do defeso já exista considerável quantidade de lagosta nestes pontos". Até a próxima semana o Ceará estará com cinco barcos para fiscalização marítima no Ceará."O clima continua tenso. Não há relação nenhuma entre as praias. O que é novo é que antes o pessoal resolvia monitorar no Litoral Oeste de Icapuí, este ano a área foi ampliada para o litoral de Aracati", diz Raimundo Braga, o "Kamundo", do grupo de pescadores artesanais da Redonda. No período em que foi superintendente do Ibama no Ceará, barcos de pescadores eram alugados para ajudarem na fiscalização em alto mar, o que, segundo fiscais ouvidos pela reportagem, contribuiu para que pescadores da Redonda sigam na cultura de fiscalizar a pesca irregular. Em outubro de 2009, o Caderno Regional esteve a bordo de um barco inflável de fiscalização do Ibama e acompanhou a abordagem em mais de 80 quilômetros mar a dentro, numa operação entre Polícia Militar, Ibama e Corpo de Bombeiros.

Área de proteção
É protocolado no Instituto Chico Mendes a criação de uma área de marinha protegida, que segue do litoral oeste de Icapuí até a foz do Rio Jaguaribe, entre Aracati e Fortim. Há indefinição sobre se essa área ficará entre Icapuí e Aracati ou abrangerá todo o Litoral Leste. Na semana passada foi enviada para o secretário Nacional da Pesca, Altermir Gregolin, uma carta assinada por colônias de pescadores artesanais do Ceará.

Melquíades Júnior
Colaborador do Diário do Nordeste - Cederno Regional

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Comentário que um leitor do OPOVO sobre a guerra da lagosta

Abaixo reproduzimos o comentário feito por Victor Hugo na matéria "Pescadores de Icapuí são vítimas de atentado em alto mar" do portal O Povo Online sobre a pesca da lagosta em Icapuí.

A lagosta já foi nosso principal produto de exportação e Icapuí, junto com Aracati, Majorlândia e Fortim, eram os maiores produtores. Os pescadores artesanais, aqueles que pescam com manzuá, estão passando fome e vivendo na pindaíba, com empréstimos em aberto e contando com o seguro-desemprego no período de defeso para pagar as contas do ano inteiro.

Embarcações com compressor (pesca proibida por lei) invadiram essa faixa do litoral e ainda chantageiam com terrorismo psicológico os pescadores artesanais (nativos) colocando gato morto dentro dos manzuás e ainda cortam a linha da bóia que sinaliza onde eles estão.

Icapuí se tornou um verdadeiro barril de pólvora, virou reduto de traficantes de crack em Redonda, lugar de ricos e "bacanas" em Peroba e Picos, e ponto de encontro dos cafanguistas de Barrinha até Tremembé. A cidade está dividida ao meio, em dois territórios onde a disputa pela lagosta é quase uma disputa política de interesses geralmente alheios à maioria e que beneficiam rede de pousadas, hotéis e donos de embarcação. Uma guerra civil, aos moldes das milícias no RJ, pode estar emergindo e nenhuma autoridade toma as rédeas. Governador e representantes, Icapuí clama por assistência.
Fonte: O POVO online com informações do www.acidadeicapui.com
Victor Hugo

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Travesti João Filho 'Luma" em destaque no Fantastico da Rede Globo

Na foto esse blogueiro entrevistando pela Rádio Sinal o educador travesti João Filho. "Luma"

A apresentadora Patricia Poeta fez anúncio agora a noite sobre a participação da travesti Luma Andrade (registrada João Filho Nogueira de Andrade) em destaque no programa Fantastico da Rede Globo no próximo domingo. João Filho (Luma), que já foi educadora em Aracati é a primeira travesti a ingressar no curso de doutorado no Brasil através da Universidade Federal do Ceará.

Luma sempre viveu em cidades do interior. É servidora concursada da Secretaria da Educação do Estado do Ceará. Coordena 28 escolas, em 13 municípios do interior. A função permite que ela intervenha em casos como o de uma diretora que chamou os pais para reclamar que o filho era Gay e de outra que queria impedir a entrada de alunos Travestis que usassem batom.

O caminho de Luma, de acordo com ela mesma, tem sido bem diferente do vivido pela maioria das Travestis. Filha de analfabetos pobres, ela disse que já chegou até a receber convites para "fazer programas", mas que decidiu estudar para ajudar a família.

No ano de 2006 recebi o travesti "Luma" em meu programa na Rádio Sinal de Aracati (foto acima), quando a mesma esclareceu aos ouvintes sobre a polêmica campanha homofóbica encabeçada pela Igreja Evangélica Assembléia de Deus Bom Retiro representada pelo Pr. Beto com apoio de vereador Cacá Solheiro.

Luma mostrava indignação pela demonstração de homofobia onde chegaram a fazer campanha contra a entidade que na época já teria retirado do mundo da prostituição quinze mulheres, todas colocadas em postos de trabalho. A entidade também atendia aos associados com tratamentos, prevenção, educação e ética perante à sociedade.
Juntamente com a Presidente da entidade, Sra. Maria Auxiliadora da Costa Silva, Luma foi importante no processo de um projeto enviado à Câmara Municipal de Aracati quando da aprovação do mesmo que tornou a Associação das Prostitutas e Homosexuais de Aracati (APHA), concedendo titulo de reconhecimento como entidade de utilidade pública votado pela maioria dos vereadores.

Três parlamentares cearenses na mira

Caso o projeto Ficha Limpa, aprovado ontem pelo Senado, tenha validade ainda para este ano, no Ceará, poderão se tornar inelegíveis os deputados estaduais Perboyre Diógenes (PSL) e Neném Coelho (PSDB). Entre os federais, o único nome é Zé Gerardo Arruda (PMDB).

Perboyre foi cassado, com decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), em outubro do ano passado, por abuso de poder econômico nas eleições de 2006. A acusação argumentava que o parlamentar teria trocado votos pela construção de um açude no município de Saboeiro (a 46 km de Fortaleza), seu principal reduto eleitoral. Uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em dezembro, porém, permitiu ao deputado permanecer no cargo. Hoje, ele se encontra licenciado, de acordo com o site da Assembleia Legislativa. Perboyre argumentou, quando a sentença foi anunciada, que entraria com recurso por não terem lhe dado o direito de defesa. Segundo o acusado, o desembargador pegou provas ``emprestadas`` para o processo.

Perboyre alegou que, se preciso fosse, levaria o caso até o Supremo Tribunal Federal (STF). O deputado estadual Neném Coelho, de acordo com portal Transparência Brasil, foi condenado pelo Tribunal Regional Federal (TRF), em novembro do ano passado. A sentença foi o ressarcimento integral de multa por não ter concluído algumas obras e também por desvio de verbas federais quando prefeito de Novo Oriente, entre os anos de 1997 a 2004.

No âmbito federal, apenas um deputado, Zé Gerardo Arruda, poderá se tornar inelegível. Ele foi o primeiro deputado federal condenado pelo STF no Brasil. A sentença foi anunciada na semana passada, no dia 14. Zé Gerardo recebeu pena por um crime cometido em 1997, quando era prefeito de Caucaia e era filiado ao PSDB.

Na ocasião, ele assinou um convênio com o Ministério do Meio Ambiente com recursos previstos para a construção de um açude. Em vez disso, ele decidiu usar os recursos para construir passagens molhadas e uma espécie de ponte para automóveis em rios, com valor bem menor que um açude.

O POVO tentou entrar em contato com os parlamentares na noite de ontem, mas os celulares estavam desligados. O deputado estadual Nenem Coelho (PSDB), condenado pelo TRF pela desvio de verbas O deputado estadual Perboyre Diógenes (PSL), condenado pelo TRE por crime eleitoral
O deputado federal José Gerardo Arruda (PMDB), primeiro condenado pelo STF
http://www.noolhar.com/opovo/politica/985631.html

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Deputado Ferreira Aragão usa tribuna da AL - Ce para pedir socorro para município de Aracati

Tenho chamado atenção em meu programa 'Bom dia Cidade' pela TV Sinal de Aracati sobre a crescente onda de violência em nosso município, pricipalmente cobrando das nossas autoridades políticas que não deixem cair no esquecimento as duas audiências públicas realizadas com intuito de debater ações que visem solucionar parte desse problema social. Como não bastasse os nossos bandidos cearenses, agora verdadeiras quadrilhas especializadas vindas do estado vizinho do Rio Grande do Norte aterrorizam nossa cidade séde, praias e comunidades.
Hoje pela TV Assembléia retransmitida pela TV Sinal de Aracati, vibrei com o discursso do Deputado Ferreira Aragão que saiu em defesa da nossa segurança que inclusive chamou à responsabilidade o seu colega deputado Dedé Teixeira para que junto com ele faça algo para impedir ação dos criminosos através de cobrança aos órgãos de segurança pública. "Lugar de bandido é na cadeia!". Afirmou com segurança e firmeza Ferreira Aragão.
Nosso litoral leste precisa de mais representantes políticos que se espelhem no trabalho sério do deputado Ferreira Aragão.

Ambulantes de Aracati em desespero devido decisão precipitada da prefeitura do município

Que a via pública é feito para o pedestre circular isso já se sabe, mas também cabe à autoridade do município arranjar algum local (espécie de camelódromo), para abrigar os inúmeros ambulantes pais de família que foram retirados hoje pela manhã do centro da cidade quase à força pela SEINFRA/Guarda Municipal de Aracati.

Todos querem um lugar ao sol, mas nem todos possuem condições de comprar ou alugar um prédio ou pequeno ponto comercial para que possam trabalhar. A medida seria correta se o prefeito tivesse mais sensibilidade e demonstrasse sabedoria, compreensão e humildade antes de agir expulsando pais de família e ex-drogados de suas ‘banquinhas’ de negócio.

Em tempos de desemprego no Aracati onde as pessoas encontram nessa atividade de vendedor de rua uma forma de levar comida para casa, essa administração não deveria usar de autoritarismo para uns e fechar os olhos para outros!

Afinal dizem que a justiça deve ser igualitária para todos e não somente para os pequenos ambulantes. E o que a secretaria de infra-estrutura farão com os ambulantes de 'elite?'... Ou seja, aqueles que possuem seus pontos comerciais ou são permissionários do mercado e que também ocupam toda a calçada e até parte da rua (via pública), fazendo da mesma uma extensão de suas lojas?

Em meio a muitos dessa chamada 'elite' existem inclusive familiares de autoridades políticas, cabos eleitorais etc...

Senhor Prefeito, esses indivíduos votaram no senhor e ainda esperam que vossa excelência deixe que eles trabalhem. Criem condições para que eles não caminhem para marginalidade!

JUSTIÇA PARA TODOS!
(Ou fechem os olhos para os pequenos peixes caso não queiram 'contrariar' os grandes tubarões respaldados por pistolões do poder)

Promoção do Ceará no Salão do Turismo terá muito humor

Tom Cavalcanti. Nome famoso do humor, mais um da série de famosos que dão esta característica marcante do Ceará. Pois ele será o principal cartaz da participação cearense no 5o. Salão Roteiros do Brasil, na próxima semana. Na Mostra Turística do Ceará, dia 27, na Vila dos Ipês, o comediante estará com Dorgival Dantas.

A Secretaria do Turismo do Ceará reservou espaços de 300m² para divulgar os atrativos turísticos, culturais, gastronômicos e naturais no Salão do Turismo (26 a 30 de Maio no Pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo). Serão 200m² no estande institucional, com dez municípios e instituições ligadas ao turismo; mais 100m² para meios de hospedagem e equipamentos privados cearenses que estarão comercializando os produtos. Já confirmados, estão 11 meios de hospedagem e um parque aquático.

Para fortalecer a imagem do turismo cearense, a Setur vai promover a Mostra Turística do Ceará, com shows de Tom Cavalcante e Dorgival Dantas, dia 27, na Vila dos Ipês. O espaço estará decorado com a temática das praias do Ceará para receber os cerca de 1,5 mil convidados, entre imprensa e trade turístico, com o receptivo de um jantar das iguarias típicas do Ceará.

O secretário Bismarck Maia, que também ocupa a presidência da presidente da Fundação CTI Nordeste, vai apresentar no Salão a estratégia de promoção conjunta dos estados do Nordeste, com o material apresentado recentemente na BNTM realizada em Porto de Galinhas, (PE).

A iniciativa contempla para o mercado nacional, ações de público final em aeroportos, metrôs, shoppings e outros lugares de grande circulação em São paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Distrito Federal.
AE

Senado aprova projeto Ficha Limpa

O Senado aprovou por unanimidade nesta Quarta-feira (19) o Projeto de Lei Ficha Limpa, que impedem uma candidatura de políticos condenados por órgão colegiado da Justiça. A inelegibilidade será de oito anos após o cumprimento da pena. Como o senado não mudou o projeto já aprovado pela câmara dos deputados semana passada, o projeto segue ágora para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Não há, no entanto, para uma aplicação da lei para eleição de outubro.
Para alguns, caso o projeto seja sancionado pelo presidente da república antes das convenções que definerão os candidatos alguns parlamentares dizem que a proposta deveriam ter sido aprovadas no ano passado
Fonte: Agência Folha

Motocross – Coragem não tem idade

Depois de sofrer acidente durante um treino e perder um rim, em março, o piloto de motocross José Stênio Damasceno Neto, o Goianinho, voltou aos treinos. Sua reestreia em competições será em junho, em Beberibe. Uma história de superação e coragem. Depois de sofrer um acidente durante um treino no dia 7 de março deste ano, o pequeno piloto José Stênio Damasceno Neto, o Goianinho, de oito anos, vai voltar a correr.

Residente em Aracati, Goianinho se preparava para disputar a 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, quando sofreu uma queda da moto. Ele fazia um treino em Fortaleza. Do acidente, a sequela maior foi a perda do rim esquerdo. O pai Vander Domingos, o Goiano, iria inscrevê-lo na categoria de 50 cilindradas (7 a 8 anos e de 9 a 10 anos) do Campeonato Brasileiro. O acidente provocou muitas reações entre os familiares. ``Muitos não queriam que ele (Goianinho) se aproximasse mais de motos. Durante esses 60 dias em que ele ficou em recuperação, Goianinho sofreu pressão de todos os lados``, contou Goiano.

Mas a paixão do garoto pelo motocross falou mais alto. E o pai, que também compete, deixou o filho à vontade para decidir. No último dia 8 de maio, Goianinho decidiu subir novamente na moto para fazer um teste, em Beberibe. ``Longe do olhar dos curiosos, fomos dar uma voltinha. Quando ele foi partir, eu falei com ele: -Não tem necessidade de saltar, anda tranquilo e faz o que você sabe-``, avisou o pai.
De acordo com Goiano, o desempenho não poderia ter sido melhor. ``Ele me confessou que, nas primeiras voltas, estava com muito medo, e já estava querendo desistir, pois tremia muito. Mas quando cheguei próximo, ele disse que sentiu uma coisa estranha e resolveu acelerar. Com isso viu que o medo havia acabado e que a sua felicidade havia voltado``, destacou Vander Domingos.
Para coroar a recuperação, há duas semanas, Goianinho recebeu da Federação Cearense de Motociclismo o troféu de campeão cearense de 2009 pela categoria 50cc. E a volta oficial às pistas já está marcada. Será no dia 6 de junho, em Beberibe, na etapa de abertura do Circuito Cearense de Motocross. ``Ele vai em busca do bicampeonato``, comemora o pai.
PERFIL
Nome: José Stênio Damasceno Neto
Apelido: Goianinho
Naturalidade: Aracati (CE)
Idade: 8 anos
Categoria: 50 cilindradas
Fonte: Jornal O POVO

Ambulância da SAMU em Icapuí colide com muro

A ambulância da SAMU que atende o município de Icapuí colidiu agora há pouco com um muro de uma residência na Mutamba. O motorista da ambulância vinha na direção Mutamba-Centro e perdeu o controle do veículo ao sobrar na curva logo no final da descida, próximo a Praça da Liberdade, atingindo em cheio o muro de uma residência. Não houve feridos. A viatura ficou bastante avariada. Fonte: www.acidadeicapui.com.br

Em Aracati seminário sobre drogas

Marcado para a próxima quinta feira, 20 entrevista no meu programa 'Bom dia Cidade' pela TV Sinal com pessoal do Shalom em Aracati para falarmos sobre esse evento visando esclarecimento aos telespectadores sobre o tema 'Diversas dimensões da dependência química e as políticas públicas'.
O programa pode ser acompanhado ao vivo pela internet através do site da TV Sinal
www.tvsinal.com

TRÊS FUGAS DE PRESOS EM TRÊS DIAS NA CADEIA PÚBLICA DE FORTIM

Dois, dois e dois, igual a seis. O que parece ser uma conta de matemática é o saldo de três fugas ocorridas na Cadeia Pública de Fortim, no Vale do Jaguaribe, nos últimos três dias. A primeira evasão aconteceu na madrugada de sábado (15), em seguida mais dois homens conseguiram escapar na madrugada de domingo para segunda (17), e desta vez outra dupla fugiu, enquanto tomava banho de sol no pátio.

No sábado, dois homens conseguiram fugir pela janela de ventilação da cela. Por volta das 1h30, Marcelo da Silva Carneiro e João Paulo Ferreira da Silva, nas celas 2 e 5, respectivamente, cerraram as grades da entrada de ventilação e escaparam da unidade, sem chamar a atenção dos policiais responsáveis. Três horas depois, às 4h30, Marcelo da Silva foi recapturado, mas João Paulo continuou foragido. Eles respondem por furto, artigo 157 do Código Penal Brasileiro.
O detento Marcelo da Silva voltou a fugir no domingo (16), acompanhado desta vez por Francisco de Assis Ferreira dos Santos, de 28 anos. Marcelo novamente foi encontrado e preso pela Polícia local. E nesta segunda-feira, Alexandro Angelino Gomes, 24, e Eudes Freitas, 25, escaparam no momento em que tomavam banho de sol no pátio. A Polícia fez diligências para recapturar os detentos, mas ainda não conseguiu localizá-los.

As informações foram repassadas pelo 1º Batalhão de Polícia Militar de Russas, comandado pelo tenente-coronel Macedo, em colaboração com o correspondente Rozil Bezerra. Um policial que não quis se identificar afirmou as celas tem muitas saídas de ventilações e que a distância entre um ferro e outro é de um palmo, o que facilita a fuga dos detentos. Atualmente, a Cadeia Pública de Fortim possui 16 presos no total. Destes, 11 são provisórios, enquanto a unidade de Beberibe passa por reformas.
Por: Márcio Dornelles do Portal Ceará Agora

Assaltos amedrontam Aracati

Roubos em casas de veraneio, nas praias de Aracati e Icapuí, têm deixado a população com medo
Aracati. Está faltando sossego na até pouco tempo tranquila Praia de Majorlândia, localizada no município de Aracati. Casas de veraneio e pousadas da região têm sofrido roubos e assaltos. Uma quadrilha formada em parte por menores de idade do Ceará e do Rio Grande do Norte está invadindo residências, fazendo assaltos, roubos e tomando reféns.

Em alguns casos, os bandidos se fazem passar por policiais para desviar a atenção e ter a entrada facilitada. A Polícia ainda procura pistas dos assaltantes a uma casa de veraneio em que estavam um professor universitário e políticos da cidade, que foram amarrados e tiveram os pertences levados.

Inspetor de Polícia, Clécio Cavalcante, acredita que os bandidos estão "monitorando" a área.A Praia de Majorlândia fica distante do Centro da cidade e, mesmo vizinha à famosa Praia de Canoa Quebrada, não tem toda a movimentação e o agito deste lugar.

Em vez de pousadas e comércios é comum encontrar casas de veraneio, muitas delas habitadas somente pelo caseiro até que chegue o fim de semana, quando os proprietários surgem de folga. Em outros casos é a própria moradia fixa de pessoas que residem no município, mas preferem distanciamento da movimentação urbana de uma das maiores cidades do Interior, conhecida internacionalmente por suas praias.

E Majorlândia distante apenas 54 quilômetros, aproximadamente, da praia mais próxima já do lado do Rio Grande do Norte, de onde está mais próximo ainda o município de Icapuí, cujas regiões com casas de veraneio também tem passado pelo mesmo problema.

O próprio litoral seria a rota de escoamento da bandidagem que, de forma planejada, acompanha e conhece a movimentação dos moradores, bem como profissão e bens materiais.

Frequentes
"Têm se tornado muito frequentes os assaltos e roubos na região, às vezes, é em pousada, noutras em casa de veraneio, e tem muito a participação de menores infratores", afirma Clécio Cavalcante, inspetor de Polícia da Delegacia Civil de Aracati. Segundo ele, somente neste ano mais de 50 menores foram apreendidos praticando crimes e encaminhados para a cidade de Fortaleza.

No fim de 2009 foi preso um grupo de assaltantes de casas de veraneio em Aracati, "mas era um grupo pequeno, o que está agindo agora parece ser maior", afirma o inspetor Clécio.

Na última quarta-feira, cinco homens invadiram uma casa na Praia de Majorlândia, pertencente ao professor universitário Júnior Porto. Na hora também estavam na casa a ex-candidata à Prefeitura de Aracati, Regina Cardoso, e o ex-vereador e presidente da Câmara Municipal, Maninho Antunes. Amarradas e amordaçadas, as vítimas tiveram pertences pessoais tomados pelos assaltantes, que levaram um carro.

Tensão
Com o clima de tensão instalado na população, muitos donos de casas de veraneio têm evitado aparecer para passar o fim de semana. Outros aumentaram as instalações de segurança, como cerca elétrica e vigilante. Mas, conforme o inspetor Clécio Cavalcante, alguns bandidos "já se passaram até por policiais", o que tem deixado os moradores da região desconfiados, vulneráveis e com muito medo.

Apreendidos
50 menores já foram apreendidos, neste ano, praticando crimes na cidade de Aracati, de acordo com o inspetor de Polícia da Delegacia Civil deste Município, Clécio Cavalcante

MAIS INFORMAÇÕES
Delegacia de Polícia Civil do Município de Aracati
(88) 3446.2601
(88) 3421.3330
Melquíades Júnior
Colaborador

terça-feira, 18 de maio de 2010

Aracatiense Betto Lins no Centro Cultural Oboé


... e nós, seus conterrâneos estamos orgulhosos por você.

DENÚNCIA: SÍTIO CALDEIRÃO, O ARAGUAIA DO CEARÁ – UMA HISTÓRIA QUE NINGUÉM CONHECE PORQUE JAMAIS FOI CONTADA

"As Vítimas do Massacre do Sítio Caldeirão
têm direito inalienável à Verdade, Memória,
História e Justiça!" Otoniel Ajala Dourado

O MASSACRE DELETADO DOS LIVROS DE HISTÓRIA
No município de CRATO, interior do CEARÁ, BRASIL, houve um crime idêntico ao do “Araguaia”, foi a CHACINA praticada pelo Exército e Polícia Militar em 10.05.1937, contra a comunidade de camponeses católicos do SÍTIO DA SANTA CRUZ DO DESERTO ou SÍTIO CALDEIRÃO, cujo líder religioso era o beato "JOSÉ LOURENÇO GOMES DA SILVA", paraibano negro de Pilões de Dentro, seguidor do padre CÍCERO ROMÃO BATISTA, encarados como “socialistas periculosos”.

O CRIME DE LESA HUMANIDADE
O crime iniciou-se com um bombardeio aéreo, e depois, no solo, os militares usando armas diversas, como metralhadoras, fuzis, revólveres, pistolas, facas e facões, assassinaram na “MATA CAVALOS”, SERRA DO CRUZEIRO, mulheres, crianças, adolescentes, idosos, doentes e todo o ser vivo que estivesse ao alcance de suas armas, agindo como juízes e algozes. Meses após, JOSÉ GERALDO DA CRUZ, ex-prefeito de Juazeiro do Norte/CE, encontrou num local da Chapada do Araripe, 16 crânios de crianças.

A AÇÃO CIVIL PÚBLICA PROPOSTA PELA SOS DIREITOS HUMANOS
Como o crime praticado pelo Exército e Polícia Militar do Ceará é de LESA HUMANIDADE / GENOCÍDIO é IMPRESCRITÍVEL conforme legislação brasileira e Acordos e Convenções internacionais, a SOS DIREITOS HUMANOS, ONG com sede em Fortaleza - CE, ajuizou em 2008 uma Ação Civil Pública na Justiça Federal contra a União Federal e o Estado do Ceará, requerendo: a) que seja informada a localização da COVA COLETIVA, b) a exumação dos restos mortais, sua identificação através de DNA e enterro digno para as vítimas, c) liberação dos documentos sobre a chacina e sua inclusão na história oficial brasileira, d) indenização aos descendentes das vítimas e sobreviventes no valor de R$500 mil reais, e) outros pedidos

A EXTINÇÃO SEM JULGAMENTO DE MÉRITO DA AÇÃO
A Ação Civil Pública foi distribuída para o Juiz substituto da 1ª Vara Federal em Fortaleza/CE e depois, para a 16ª Vara Federal em Juazeiro do Norte/CE, e lá em 16.09.2009, extinta sem julgamento do mérito, a pedido do MPF.

RAZÕES DO RECURSO DA SOS DIREITOS HUMANOS PERANTE O TRF5
A SOS DIREITOS HUMANOS apelou para o Tribunal Regional da 5ª Região em Recife/PE, argumentando que: a) não há prescrição porque o massacre do SÍTIO CALDEIRÃO é um crime de LESA HUMANIDADE, b) os restos mortais das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO não desapareceram da Chapada do Araripe a exemplo da família do CZAR ROMANOV, que foi morta no ano de 1918 e a ossada encontrada nos anos de 1991 e 2007;

A SOS DIREITOS HUMANOS DENUNCIA O BRASIL PERANTE A OEA
A SOS DIREITOS HUMANOS, como os familiares das vítimas da GUERRILHA DO ARAGUAIA, denunciou no ano de 2009, o governo brasileiro na Organização dos Estados Americanos – OEA, pelo DESAPARECIMENTO FORÇADO de 1000 pessoas do SÍTIO CALDEIRÃO.

QUEM PODE ENCONTRAR A COVA COLETIVA
A “URCA” e a “UFC” com seu RADAR DE PENETRAÇÃO NO SOLO (GPR) podem localizar a cova coletiva, e por que não a procuram? Serão os fósseis de peixes do "GEOPARK ARARIPE" mais importantes que os restos mortais das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO?

A COMISSÃO DA VERDADE
A SOS DIREITOS HUMANOS busca apoio técnico para encontrar a COVA COLETIVA, e pede que o internauta divulgue a notícia em seu blog/site, bem como a envie para seus representantes no Legislativo, solicitando um pronunciamento exigindo do Governo Federal a localização da COVA COLETIVA das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO.

Paz e Solidariedade,

Dr. Otoniel Ajala Dourado
OAB/CE 9288 – 55 85 8613.1197
Presidente da SOS - DIREITOS HUMANOS
Editor-Chefe da Revista SOS DIREITOS HUMANOS
Membro da CDAA da OAB/CE
www.sosdireitoshumanos.org.br
sosdireitoshumanos@ig.com.br
http://twitter.com/REVISTASOSDH

Obs: Recebi o e-mail do Dr. Otoniel Ajala Dourado solicitando a divulgação do tema para que nossas autoridades brasileiras possa ver com bastante humanidade o direito à memória e respeito por algo que nós, cearenses sequer imaginávamos. Se damos tanta importância a peças de patrimônio históricos, sitios arqueológicos e até dinossauros de mais de 200 milhões de anos todos justos e merecedores para a história da humanidade e principalmente o que move aos vocacionais para estudos da arqueologia através das culturas antigas, modos de vida e extinção dos povos através de vestigios materiais. há!... Talvez o problema seja o governo tão rico como o nosso não querer pagar uma indenização a familiares da trágica história de outrora. Sandro Guimarães

'18 de Maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes'

"Faça bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes". Com esse lema a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República dá início à campanha do '18 de Maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes'.

As ações do Dia Nacional de Combate à Violência Sexual seguem até o dia 21 de maio, com a realização do II Debate sobre Políticas de Enfrentamento à Exploração Sexual Infantil entre Estrangeiros, a partir das 9 horas, no auditório da Capitania dos Portos. "Turismo sexual como violação dos direitos humanos da criança e do adolescente" será o tema da palestra principal, ministrada pelo presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Bruno Toledo. O seminário é promovido pelo Centro de Apoio aos Marinheiros (CAM), em parceria com a Prefeitura de Vitória.

18 de Maio
Há 37 anos, a menina capixaba, de apenas oito anos, Araceli Cabrera Sanches foi drogada, espancada, estuprada e morta por jovens da alta sociedade.O martírio de Araceli Cabrera Sanches significou tanto que o dia 18 de maio, data em que ela desapareceu, se transformou no Dia Nacional de Combate ao Abuso, Violência e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. (com informações da PMV)

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Familiares e advogado de traficantes presos reclamam de operação do DENARC

Enquanto o delegado do DENARC Dr. Glauco Machado comemorava o resultado da operação que prendeu nove acusados de trafico de drogas na ultima sexta-feira dia 14 em Aracati, familiares dos presos reclamavam da ação dos policiais da delegacia especializada. A maior reclamação era por conta de possíveis casos de violência e as mulheres e familiares dos mesmos assegurando inocência. O delegado Glauco disse a reportagem da TV Sinal que a equipe do DENARC estava no município desde a terça-feira dia 11. O delegado garante que outras operações acontecerão em Aracati como em outros municípios do Ceará.
Foto Ilustrativa do DN

A insatisfação contra forma da operação do Denarc
Kátia Nogueira acusa policiais de "invadirem sua casa em busca de seu marido e de espancarem na frente das crianças do casal além de afirmar inocência do companheiro".

Márcia Maria irmã de preguinho diz que "os policiais não apresentaram mandados de prisão";

Rubenilzia Januário saiu em defesa de Jean e Didi dizendo que "os dois estavam em casa quando foram surpreendidos pelos policiais enquanto 'Negão' dormia e teria sido acordado com tapas". Ela disse ainda que "'Negão' é um cidadão, pai de família e não precisava passar por essas humilhações".

Mércia Nogueira disse que "ao ser abordada na porta de casa, teria levado um tapa e que os policiais não apresentaram mandados de prisão e assim houve abuso de autoridade pois policia não pode mais bater por causa dos direitos humanos e se a justiça não agir aqui ela irá na corregedoria".

O advogado criminalista Dr. Augusto Neto que foi contratado para defesa de seis presos na operação em entrevista à reportagem da TV disse que "respeita o trabalho da policia e não existe sequer indícios dos crimes pelos acusados".

Augusto Neto considera ainda que "a operação não obteve sucesso, pois os acusados foram presos sem provas e que na visão da defesa não houve flagrantes, não existindo provas contra os seis presos que defende acreditando assim na inocência de Irene Vieira, João Carlos e Marcílio além de afirmar não ter visto mandados de prisão".

Questionado sobre a possibilidade da transferência dos presos para Fortaleza o advogado disse que "o estado não pode ficar com os acusados na capital alegando que Aracati não comporta mais detentos, pois seria uma ação precipitada".

RELAÇÃO DOS PRESOS NA OPERAÇÃO: (Todos naturais de Aracati)
1ª IRENE VIEIRA RODRIGUES, 24 anos
2º JOÃO CARLOS PEREIRA DA SILVA, 21 anos
3º MARCELO DOS SANTOS, 24 anos
4º IRAN CARLOS BEZERRA DIAS, 30 anos
5º MARCILIO DURVAL BARBOSA DA CRUZ, 24 anos
6º EDINALDO DO VALE DO NASCIMENTO, 35 anos
7º ANTONIO CARLOS BARBOSA DA SILVA, 23 anos
8º VALDIR DA COSTA, 42 anos
9º FRANCISCO HÉLIO DA SILVA, 32 anos