domingo, 8 de dezembro de 2013

Atraso no salário de servidores se mantém em Jaguaruana

O atraso nos salários dos servidores municipais de Jaguaruana perpassa a antiga e a atual gestão. A auditoria constatou mais de R$ 2 milhões em pagamentos pendentes. A prefeita Ana Teresa assinou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para regularizar o pagamento dos funcionários da Educação, mas ainda enfrenta atrasos com os servidores da área da Saúde. Segundo o ex-prefeito Bebeto Delfino, os meses de novembro e dezembro de 2012 não foram pagos por atraso no repasse de verba do Governo Federal. LEIA MAIS

Delfino reconhece que não deixou dinheiro suficiente no caixa, mas diz que a dívida foi do Governo Federal que não repassou a verba do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), pago apenas nos primeiros meses de 2013. Delfino acusa a atual prefeita de ter recebido a verba, mas não ter repassado aos servidores “para prejudicar o nome dele”. 

Ana Teresa afirma que a normalização do pagamento dos servidores foi uma das primeiras preocupações da sua gestão. Segundo ela, essa preocupação e a falta de experiência com a gestão pública, fizeram-na assinar o TAC em parcelas que apertaram o orçamento municipal. 

Mesmo com a assinatura do TAC para normalizar o pagamento dos professores, o município está em dívida com os servidores da Saúde. De acordo com Ana Teresa, o mês de salário atrasado acontece porque a situação financeira do município está crítica e é necessário organizar as prioridades. 


“É a primeira vez que sou prefeita e, querendo resolver as coisas, levei um banho de água fria, mas você tem de ter os pês no chão, levei muita pancada porque tem a pressão do povo que quer fazer mudança”, defende-se Ana.

Fonte: Jornal O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário