sexta-feira, 7 de março de 2014

Ministério Público Federal cria núcleo de combate à corrupção no Ceará



O Ministério Público Federal no Ceará (MPF) terá um núcleo especializado para atuar em processos que envolvam corrupção. A proposta do Núcleo de Combate à Corrupção (NCC), do procurador Alessander Sales, foi aprovada pelo Colégio de Procuradores da República no Ceará.

Em 2012, o Ceará foi o estado com maior número de prisões por corrupção, com 820 casos; a maior parte das denúncias de corrupção partiu dos ministérios públicos estadual e federal. Rio de Janeiro, o segundo estado com maior número de prisões por corrupção em 2012, teve 131 casos.   CONTINUE LENDO
Os cinco membros do núcleo será definido em concurso interno ainda nesta semana, e serão responsáveis por processos criminais relativos à corrupção.

“O NCC é um marco institucional importante, na medida em que possibilita uma atuação mais especializada do MPF no combate a todas as formas de corrupção no Ceará”, afirma Alessander Sales, procurador-chefe do Ministério Público Federal no estado.

Além das atividades processuais, o NCC deverá estabelecer a aproximação com outras instituições de controle, como o Tribunal de Contas da União (TCU), Polícia Federal e Controladoria Geral da União (CGU), para estabelecer atuações conjuntas em casos específicos, para otimização nas iniciativas de combate à corrupção em todo o Estado. Funcionará também como estrutura interna de apoio e coordenação da atuação dos membros lotados nas procuradorias instaladas em municípios do interior do estado no que se refere ao combate da corrupção.

G1CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário