domingo, 27 de abril de 2014

Ibama incinera carga de 2,7 t de camarão apreendida em Aracati

Fábrica não tinha licença da Semace. Crustáceo dentro de caixas e não possuía nenhum tipo de higienização.

Uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) apreendeu na tarde da última quinta-feira, 24, na cidade de Aracati, uma carga de 2,7 toneladas de camarão “sossego” e interditou uma empresa clandestina.  CONTINUE LENDO
De acordo com Rolfran Ribeiro, chefe da divisão técnica do IBAMA, a carga apreendida será incinerada, visto que não está em condições de consumo. “Estavam em estado muito deplorável. A saúde pública declarou para o Ibama que estava fora do consumo humano. Era a coisa mais horrível que se pode ver em termos de armazenamento de alimentos”, disse Rolfran.


A fábrica que não tem licença junto a Superintendência Estadual de Meio Ambiente (Semace), repassava os crustáceos para o estado da Bahia. “A empresa não tem registro para negociar o produto. Esses camarões do tipo “sossego”, são pescados em açudes e geralmente são usados para fazer vatapá”, afirmou o chefe da divisão técnica do IBAMA. O dono da empresa foi notificado na sexta-feira, 25, assim como a carga incinerada.

Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário