quinta-feira, 1 de maio de 2014

Editorial. Investigação de possíveis irregularidades de servidores em Aracati

Sandro Guimarães
No caso das investigações e mapeamento de possíveis irregularidades de servidores em Aracati, em momento algum até a presente data, o MP-CE acusou os incluídos na lista elaborada a partir de apontamentos de pessoas e membros da comissão de apoio à investigação do órgão, e muito menos afirma que “todos” que fazem parte da relação estão sendo considerados ilegais em suas funções que ocupam nas secretarias do município!.

Obviamente haverá de se constatar algumas, ou até mesmo muitas dessas suspeitas de irregularidades podendo configurar em reais fatos de ilegalidades, mas como eu disse “poderá”, o que não significa que todos são uma espécie de foras da lei e mesmo assim, foram amplamente julgados e execrados por uma parcela da população condenando antecipadamente gestores e servidores que venham a ser inocentes..  CONTINUE LENDO
O problema do brasileiro eu atribuo a responsabilidade por essa execração pública à falta de uma legislação séria que venha a punir exemplarmente os ‘boca sujas’ e interesseiras.
O país está destrambelhado ético-moralmente e qualquer um sem ética, e até desonesto, tenta passar a falsa imagem posando de "espelho da sociedade" ou "exemplo a ser seguido” e assim, apenas jogam lenha na fogueira porque essa mesma falta de justiça e punição que deveria servir como exemplo aos assassinos da honra alheia, seguem impunes zombando, caluniando e difamando antes de uma conclusão final.

Todo esse mau costume já é amplamente conhecido no país, mas desejo que justiça seja feita aos caluniadores que tem como único objetivo não apurar a verdade dos fatos, mas condenar antecipadamente atropelando o trabalho sério do MP, pois somente assim, daríamos um freio na indústria de comentários caluniadores e propositais onde o único interesse não é em buscar a verdade, mas transformar suas vontades em verdades incontestáveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário