segunda-feira, 21 de julho de 2014

Campanha à procura de Lucas e pelos pais da criança desaparecida ha duas semanas

“Ser mãe é ter o prazer de ter uma nova vida. Ser mãe é ter a oportunidade de sentir o seu pequeno Lucas crescer cada dia que passa. Ser mãe é sentir que chegou o momento certo de trazer ao mundo o seu tão esperado filho. Ser mãe é dar carinho, atenção, amor e proteção. Ser mãe não é sentir dor pelo desaparecimento da pessoa mais importante da sua vida, aqui na terra. 

Ser mãe não é passar oito dias chorando de angústia e saber que não há nada a ser feito, a não ser esperar, rezar e pedir proteção a Deus. Já vi muitas mães abandonarem seus filhos, já vi muitos maridos abandonarem suas esposas, mas nunca vi um Deus tão maravilho abandonar ninguém”. "Onde há fé, há amor, onde há amor, há paz, onde há Deus, nada falha.”   LEIA MAIS

Aproveitando esse texto sobre solidariedade na pagina do Facebook, fiquei esses dias pensando em outro detalhe: “como estarão os pais do garoto Lucas de três anos que desapareceu há duas semanas e sequer sabem qual o paradeiro do garoto?”
O motivo dessa reflexão obviamente se dá por saber que o pai do Lucas não é nenhum milionário. É pedreiro e como tal, certamente não estaria em condições psicológicas para trabalhar.

Então, conversando com o casal Ozivaldo e Neyra Rebouças, que são amigos dos pais de Lucas, me veio a confirmação. “realmente não estão trabalhando e as condições psicológicas são as piores possíveis, afinal, quem teria cabeça para trabalhar e ao mesmo tempo procurar desesperadamente por um filho desaparecido?”


Tivemos então a ideia de fazermos aqui uma campanha para que os pais do Lucas possam ao menos ter com que se alimentar já que a vida normal pra eles se acabou.

Ozivaldo e Neyra acreditam, e eu também, que podemos fazer algo mais que orar. Podemos agir já que temos nossos filhos em casa e por mais dificuldades que possamos passar, não estamos na pele dos pais de Lucas.


Que tal você também fazer algo doando alimentos não perecíveis?  Quem se propor a ajudar e conhecer os pais do garoto, onde moram na Rua José de Alencar, deixe aqui comigo na TV Sinal que me encarregarei da entrega desses alimentos que vai ajudar e muito, até que a policia ou qualquer cidadão que possa fornecer alguma informação sobre o paradeiro do menino Lucas. 

Será que doar um pouco de alimento está a seu alcance?

Nenhum comentário:

Postar um comentário