sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Acquario terá 500 espécies, sendo 20% do CearáTubarões, arraias e pinguins estão entre os animais do Acquario Ceará

A seleção dos animais será feita em parceria com o Instituto de Ciências do Mar (Labomar), pesquisadores e empresas responsáveis por coleta e criação de peixes. “Algumas espécies não são encontradas em nosso oceano (Atlântico) e chegarão de fora. São arraias, tubarões e algas marinhas. AINDA SERÁ DEFINIDO a quantidade que vem de fora”,

BISMARCK  afirma que também estão sendo estudadas alternativas para trazer pinguins. “Queremos trabalhar os pinguins do Sul do Brasil. Estamos verificando a disponibilidade e onde podemos coletar as espécies”. CONTINUE LENDO
Ontem, foram recebidas as cinco primeiras placas de acrílico para o equipamento. Custando cerca de US$ 1,2 milhão, foram confeccionadas pela norte-americana Reynolds Polymer Technology e correspondem a 17% do total de acrílico da estrutura.

a chegada das placas foi feita preventivamente para que, quando as estruturas de concreto estiverem prontas, a montagem das peças se inicie de imediato. A próxima carga deve chegar até o início de dezembro e será composta por seis contêineres com equipamentos de filtragem da água dos tanques.

A empresa que ficará responsável pela gestão do Acquario durante os primeiros anos deve ser aprovada na licitação internacional que terá início em novembro, com conclusão em 2015. Para Bismarck, a gestão do Acquario por uma empresa estrangeira trará benefícios ao Ceará. “É uma expertise que ainda não temos”, justifica. Após cerca de cinco anos, estima o secretário, a gestão deve passar a ser do Estado.

A instalação de peças estruturais e tubulações do Acquario se iniciaram em fevereiro deste ano, e, até agora, foram executados 30% do total. O prédio principal deve estar pronto em dezembro de 2015 e a abertura do equipamento para visitação deve ocorrer entre julho e agosto de 2016.

Três das cinco placas de acrílico que chegaram ontem formarão a vitrine principal do Aquário Master, que terá 69,9m². Elas constituirão a fachada externa do equipamento. A quarta placa integrará o Aquário de Tubarões.

O oceanário terá um total de 21,5 mil m² de área construída, com 38 tanques-recinto de exibição, com capacidade para 15 milhões de litros. Contará também com áreas de lazer, dois cinemas 4D, simuladores de submarino, entre outras atrações.

Ao todo, serão investidos US$ 150 milhões, com financiamento internacional junto ao Ex-Im Bank, dos Estados Unidos.


A recomendação sobre o estacionamento se baseia no artigo 93 do Código de Trânsito Brasileiro, com previsão de que nenhuma edificação que possa se transformar em polo atrativo de trânsito será aprovado sem prévia anuência do órgão responsável e sem que haja estacionamento e indicação das vias de acesso adequadas Estacionamento. Setur garante ao MP que terá solução até 20 de dezembro

Nenhum comentário:

Postar um comentário