quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Crivado de balas no RN um dos bandidos mais procurados do Ceará

José Roberto Honório da Silva, conhecido como “Roberto Olhão”, foi encontrado morto em um balneário na localidade de Pium, em Parnamirim, no Rio Grande do Norte, no dia 7 de outubro. A informação foi confirmada pelo Instituto Técnico Científico de Polícia do RN após identificação do corpo do cearense de 28 anos.

Segundo o Instituto, Honório, que era um dos homens mais procurados pela Polícia do Ceará, foi morto a tiros. De acordo com a delegada Ana Lúcia Rocha, do Distrito Policial de Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, haviam 17 mandados de prisão em aberto contra ele. LEIA MAIS
“Só foi possível fazer a identificação depois que a Secretaria de Segurança do Ceará nos enviou uma cópia do Prontuário Civil dele. Aí depois foi só fazer o confronto das impressões digitais pra confirmar”, afirmou a necropapiloscopista Roseli Costa.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), “Roberto Olhão” respondia a mais de 50 inquéritos policias por homicídio, roubo, latrocínio, tráfico de drogas e possuía 16 mandados de prisão em aberto no Estado. Ele foi assassinado com oito tiros e teve o corpo parcialmente queimado no dia 6 de outubro em um bar às margens do Rio Pium.

Detalhes sobre a investigação do homicídio serão divulgadas nesta terça-feira, 5, às 10h30 em coletiva na sede da Delegacia Metropolitana do Eusébio.

Fuga em setembro


Roberto “Olhão” já havia escapado da Polícia em setembro deste ano. Foi sua última aparição no Ceará, antes de ser encontrado morto. Na ocasião, o criminoso trocou tiros com policiais na localidade de Urucunema, no Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), mas conseguiu fugir.

Fonte:  O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário