domingo, 21 de dezembro de 2014

Capitão Wagner sinaliza poder paralelo na PM

Diplomado deputado estadual, o Capitão Wagner (PR) talvez esteja precisando de um bom conselheiro. O parlamentar afirmou que só haverá paz na PM se o atual titular da Secretaria da Segurança, Servilho Paiva, for substituído. É mesmo? Bom, então é sinal de que o futuro deputado exerce um poder paralelo na PM e tem poder de fazer a paz e a guerra. CONTINUE LENDO
Se assim é, que seja responsabilizado pela guerra, se houver. O capitão precisa entender que a política não se faz na base da imposição. Não fica bem para um deputado tentar dizer quem deve ou não ficar como secretário do governador Camilo Santana. Não é seu papel. No mais, se o Capitão exerce tanto poder sobre os humores dos policiais, corre o risco de começar a ser apontado como um dos responsáveis pelo mau desempenho da Segurança Pública no Ceará.


Da Coluna Fábio Campos, do O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário