sábado, 24 de janeiro de 2015

Indústria Sapatoterapia se instalará em Aracati

Com uma negociação iniciada ainda em 2014, o diretor presidente Leonildo Ferreira, anunciou em entrevista por telefone, com a presença do prefeito de Aracati, Ivan Silvério, neste sábado, 24/01, no Programa Você pergunta o prefeito responde, na Rádio Plus FM, a instalação de uma unidade industrial em Aracati, da SPT Indústria e Comercio de Calçados LTDA, que tem como cognome SAPATOTERAPIA.

A empresa é especializada na fabricação de calçados em geral, componentes e acessórios de calçados confortáveis. LEIA MAIS
De acordo com o empresário Leonildo Ferreira, a cidade de Aracati acolheu a ele e sua família muito bem, tem mão de obra qualificada, o Governador Cid Gomes, à época foi quem assinou o protocolo de intenções para com a indústria e o atual Governador Camilo Santana, tem disponibilizado todo apoio para que a Sapatoterapia viesse para Aracati, mas segundo ele, o mais importante tem sido o empenho Prefeito Ivan Silvério, que se entregou ao projeto com garra e determinação em nome da coletividade, da população aracatiense.

O prefeito Ivan Silvério, comemora, pois, com a chegada da Sapatoterapia, o Governo Municipal de Aracati, conquista a terceira empresa em apenas 02 (dois) anos de administração.

A primeira já havia se instalado em 2013, trata-se da Cassol Pré-Fabricados (já em operação no Alto da Cheia) e a segunda é o Shopping Pinheiro (obra em andamento).

Saiba mais…

A SAPATOTERAPIA investirá no projeto de Aracati a importância de R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais), devendo a empresa produzir anualmente 360.024 (trezentos e sessenta mil e vinte e quatro) pares de calçados por ano, comprometendo-se a gerar 300 (trezentos) empregos diretos.

Com expectativa de nos 03 (três) primeiros anos gera 520 (quinhentos e vinte) empregos, na fase de expansão mais 420 (quatro centos e vinte), podendo chegar ao total de 1.000 (mil) empregos.
Conheça o perfil da Indústria Sapatoterapia através deste link:

http://www.sapatoterapia.com.br/

Fonte: ASCOM/PMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário