quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Acquario do Ceará – Ex-titular da Setur diz que não houve contestações

“O ex-secretário estadual do Turismo, Bismarck Maia, contesta o que foi levantado pela promotora Jacqueline Faustino. Segundo Bismarck, todas as etapas para a viabilização do empreendimento Acquario Ceará “aconteceram dentro do que manda a legislação brasileira”.

Ao O POVO, o ex-secretário informou que nenhuma instituição do sistema financeiro nacional rejeitou as operações feitas entre o governo do Ceará e a empresa International Concept Management (ICM).  LEIA MAIS
Uma delas, o pagamento (parcelado) de R$ 36.650.250,00 na conta pessoal de Roger R. Reynolds III, proprietário da ICM. “Isso não existe”, disse.

Bismarck Maia enviou ao jornal notas de empenho, pagamentos e comprovantes das transações cambiais. Nos documentos, no entanto, o número do CNPJ corresponde ao passaporte de Roger Reynolds.

Na análise do processo, o procurador-geral de Justiça do Ceará, Ricardo Machado, informa não ter detectado a “presença de conduta dolosa por parte dos agentes envolvidos, de modo a configuração da prática de crime”. Segundo Ricardo Machado, foi feita uma “exaustiva e criteriosa análise dos fatos, entendendo suficiente a documentação que lhe foi exibida”.

O procurador-geral ressalvou, porém, que, “se houver novas questões, indícios e/ou provas que o permitam ajuizar uma ação penal contra quem quer que seja, não tergiversará em fazê-lo, desde que, repita-se, de novos meios de provas venha a ter ciência”, afirmou em nota enviada ao O POVO.”


(O POVO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário