terça-feira, 17 de março de 2015

Onda de rebeliões, ônibus queimados, população ferida. Estudantes vivem noite de terror no RN

Final de noite desta segunda feira (16/03), recebi informações de uma aracatiense que viveu momentos de terror juntamente com outros estudantes e população em municípios do Rio Grande do Norte. Um grupo que se identifica como PCC gravou um vídeo pedindo ao governo do RN que tomem providencias junto ao sistema penitenciário naquele estado. 

Fotos enviada por uma aracatiense 
em pânico. Ela estuda em Natal-RN
Enquanto cartas e videos foram entregues aos diretores dos presídios, jornalistas e governo, as ruas da capital e cidades vizinhas viveram momentos de terror pela ordem dada de dentro dos presídios para que ônibus fossem destruídos pelo fogo. Pessoas ficaram gravemente feridas fosse por queimaduras ou por disparos de armas de fogo. Pelo menos um rapaz foi morto à bala e uma mulher ferida por seis disparos.  As fotos foram enviadas pela aracatiense ao blog Aracati em Foco. LEIA MAIS E ENTENDA O QUE ESTÁ ACONTECENDO ATRAVÉS DE INFORMAÇÕES DO PORTAL G1 DA GLOBO.
Governo do RN decreta calamidade após onda de rebeliões em presídios

O governo do RN decretou situação de calamidade do sistema prisional do estado devido a onda de rebeliões desencadeada em vários unidades prisionais. O decreto nº 25.017 do Diário Oficial desta terça-feira (17) ainda institui força tarefa para tentar controlar a situação no presídios.

A decisão permite que medidas de emergência sejam adotadas como forma de restabelecer a normalidade do sistema. A força tarefa autoriza a adotação e execução de medidas urgentes como construção, restauração das unidades parcialmente destruídas, reformas, adequações e ampliações com objetivo de criação de novas vagas.

À força tarefa caberá também a contratação emergencial de projetos construtivos; nomeação de agentes penitenciários aprovados no último concurso público para atendimento dos serviços de vigilância e estabelecimento de relações administrativas com órgãos federais para concessão de financiamentos. A Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania fica responsável por designar uma comissão especial de licitação, que deve acompanhar todos os processos e decisão a serem adotadas.
 
A Força Tarefa deverá apresentar ao governador Robinson Faria, a cada 30 dias, um relatório circunstanciado das atividades. As medidas da situação de calamidade foram propostas após a apreciação do relatório de Situação e Diagnóstico, e consideram a destruição por parte dos rebelados de mil vagas divididas entre Alcaçuz (450), Presídio Estadual de Parnamirim (250) e Cadeia Pública de Natal (300).


O governo do estado solicitou ao Ministério da Justiça apoio para a solução dos problemas do sistema prisional. Também foi solicitado o auxílio da Força Nacional e do Departamento Penitenciário Nacional, Depen.

Fotos enviadas pela estudante aracatiense: EF 

Nenhum comentário:

Postar um comentário