quarta-feira, 8 de abril de 2015

Ainda sobre a polêmica envolvendo suposta excomunhão do Padre Fábio de Melo

* 08/04/2015 - por Sandro Guimarães
Não creio no teor 100% publicado em blogs sobre a suposta “Excomunhão” do Pe. Fábio de Melo sobre seus comentários à respeito de fiéis que estão venerando a Maria mãe de Jesus como o centro das atenções de cultuamentos chegando a confundir a mãe de Jesus intercessora no lugar de Cristo como único salvador.

Inclusive, ao pesquisar pela internet observei que a maioria das postagens que dão bastante ênfase a suposta excomunhão em sua maioria são de blogs de origem protestante, porém, é bem verdade que alguns católicos bombardearam o Fabio de Melo pelas declarações sobre Maria mãe de Jesus.  LEIA MAIS
O padre nunca foi contra a intercessão de Maria, mas contra o posicionamento de muitos fiéis católicos que realmente criticaram o padre por ele ter declarado que a veneração a Maria chega ao ponto de deixá-la numa posição na igreja que "supõe" estar no centro das atenções do catolicismo e muitas vezes deixando Jesus numa espécie de “segundo plano”, sem falar que existe ainda a forte concorrência com os santos da igreja.

Acredito que a Igreja católica não tenha cogitado em excomungar o padre Fábio até porque ele não falou nenhuma mentira o que não significa que ele seja "contra" a mãe de Jesus.

Aqui mesmo em Aracati aconteceu um fato parecido quando o Padre Mont'Alverne chamou atenção de muitos fiéis na saída da igreja de N. Sra. dos Prazeres para uma procissão quando ele pediu que "os fiéis tivessem calma, pois não precisavam empurrar, avançar na imagem de Maria para beijá-la, retirar os ramos e flores do altar, chorar, até porque ali estava apenas uma imagem e a fé não estava na idolatria das imagens de gesso"...

No dia seguinte, alguns fiéis ficaram tão chateados com a “chamada de atenção” do pároco de Aracati, que teve ainda quem pedisse a "cabeça" do padre. Ou seja, o problema não está na Igreja católica, mas no comportamento de "alguns fiéis".


Maria continua sendo importante para a igreja, para os padres, etc, mas NUNCA que a igreja católica quis colocar Maria como salvação, e sim como a mãe de Jesus que segundo a crença dogmática católica, ela possui em espírito, condições de intermediar como intercessora junto a Jesus Cristo filho de Deus.

* O blogueiro Sandro Guimarães é Músico Saxofonista, Jornalista, apresentador do programa Café com Notícia pela TV Sinal de Aracati, Capelão, Estudante de Teologia, Espírita Kardecista 

Nenhum comentário:

Postar um comentário