sexta-feira, 26 de junho de 2015

Conmebol abrirá processo disciplinar contra Jara por "mão boba" em Cavani

Entidade confirma à agência de notícia que vai analisar imagens para decidir sobre a situação do zagueiro chileno; comissão só divulgará detalhes nesta sexta-feira

A reclamação dos uruguaios não passou despercebida pela Conmebol e Gonzalo Jara, pivô da provocação que resultou na expulsão de Edinson Cavani, deve mesmo ser julgado pela entidade. Segundo a Associated Press, a Conmebol abrirá um expediente disciplinar contra o zagueiro chileno pelo lance da "mão boba" na partida desta quarta-feira entre Chile e Uruguai. Na ocaisão, os uruguaios reclamaram muito da arbitragem de Sandro Meira Ricci. 

Alberto Lozada, membro da comissão disciplinar da Conmebol, confirmou à agência de notícia que haverá a abertura do expediente, porém, o comitê ainda vai analisar as imagens nesta quinta e só divulgarão na sexta-feira (26) se Jara irá mesmo a julgamento, assim como a possível pena e quando sairia a decisão.

A provocação de Jara a Cavani não foi a primeira em que o chileno utilizou o artifício da "mão boba" contra um jogador uruguaio. Em 2013, na disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo, ele havia feito a mesma coisa com o atacante Suárez, que revidou com um soco. No entanto, a arbitragem não viu o lance e não aplicou cartões aos jogadores.

Por Santiago, Chile

Nenhum comentário:

Postar um comentário