quinta-feira, 11 de junho de 2015

População de Aracati sem o direito de ir e vir.

Pelo menos o pedestre que se aventurar percorrer dois quarteirões em qualquer rua da cidade portando bolsa, mochila, celular, tablet etc perde mesmo. As quadrilhas em sua maioria compostas por menores (sabem que se forem pego não dá em nada) estão em todos os lugares a observar a movimentação das pessoas, visualizam a presa, e quando não tomam de imediato, eles seguem suas vítimas a pé ou montados em bicicletas, tomam lhes tudo e se houver reação da vítima apanham ou correm sério risco de sofrerem atentado contra a vida. Fica o aviso de alerta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário