quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Assaltantes de bancos são presos com armas de guerra em Aquiraz

Fuzis de uso militar estavam em poder 
dos criminosos para ataques a bancos
 e carros-fortes
Dois homens suspeitos de comandar uma quadrilha que atacou, pelo menos, nove bancos no Ceará de 2013 até agora, foram presos no último sábado, na Prainha, em Aquiraz. De acordo com a equipe da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), que realizou a captura, a dupla foi interceptada quando comprava carne em um supermercado para fazer um churrasco em comemoração pelo sucesso do ataque ao Bradesco de Mombaça, ocorrido no último dia 19. 

Marcos de Oliveira Silva, o 'Naldo', 48, e Daniel Felix da Costa, o 'Daniel Bombado', 29, confessaram os ataques. Na casa deles, a Polícia apreendeu um fuzil, calibre 556, da Spike's Tactical, que nunca havia sido encontrado no Ceará; um fuzil 762 com alto poder destrutivo; uma pistola Ponto 40; e dois revólveres que pertenciam aos vigilantes do banco de Mombaça. Segundo o delegado Raphael Vilarinho, titular da DRF, os fuzis custam, respectivamente, R$ 70 e 40 mil reais no mercado negro. 
Entre o arsenal, um fuzil calibre 5.67. Pela primeira vez,
arma deste porte é localizada no Ceará
As duas armas têm poder de fogo suficiente para furar blindados. "São armas de guerra. Nem a Polícia do Ceará é autorizada a utilizar esse tipo de armamento. Infelizmente, as organizações criminosas que atacam os bancos cearenses são muito bem armadas. Somente neste ano, apreendemos mais de 15 fuzis no Estado", disse o delegado.
Segundo Vilarinho, 'Naldo' é paulista, mas estava morando no Ceará desde 2012, fugindo das condenações que já tinha no Sudeste. O delegado revelou que o suspeito se passava por empresário e tinha uma transportadora e um frigorífico.

"O dinheiro dele não vinha desses empreendimentos coisa nenhuma. Desde que chegou aqui praticava assaltos a banco. Além disso, ele trazia bandidos de São Paulo para cometer crimes no Ceará. Ajudava nas fugas, dava apoio logístico nos delitos. Era o 'Naldo' o grande mentor da maioria dos ataques que aconteceram aqui, por muito tempo", revelou Vilarinho.

Em São Paulo, Marcos Oliveira Silva tem 28 passagens pela Polícia, três mandados de prisão em aberto e uma condenação de 25 anos. O comparsa dele, Daniel Costa tem 17 processos criminais, todos no Ceará, sendo 11 deles por roubo. "Os dois são muito perigosos. Aterrorizaram o Estado com suas ações e agora estão à disposição da Justiça para serem punidos por isto. Desarticulamos uma organização criminosos inteira com a prisão deles, que eram os últimos da linha de frente da quadrilha que ainda estavam soltos", afirmou o titular da DRF

Naldo' seria o responsável pela organização criminosa presa no último dia 10 de agosto, que utilizava drones para que os ataques a banco fossem facilitados. "Eles investem tudo o que podem para ludibriar a Polícia ou quem puder atrapalhar os planos deles. Esses drones e fuzis, por exemplo, são equipamentos caros, que podem ser considerados como um investimento grande", afirmou o delegado-adjunto da DRF, Diego Barreto.

Raphael Villarinho disse que é possível que eles tenham articulado ações no Ceará e em outros Estados do Nordeste. "A quadrilha é grande e tem ramificações. Certamente eles agiram outras vezes aqui no Ceará, inclusive com explosões de banco, mesmo sendo especializados nos roubos do tipo 'sapatinhos'. Estamos em contado com as Polícias de outros Estados, onde suspeitamos que eles agiram".

Os dois estavam com documentos falsos, quando foram abordados pelos policiais civis. O que foi apreendido com 'Naldo' teria sido obtido em Sergipe.
Ações da quadrilha

4/10/2013 - Homens vestidos como executivos invadem o banco do Brasil de Solonópole, atacam o gerente e roubam o dinheiro.

28/2/2014 - Assaltantes rendem o gerente do Santander da Pajuçara, em Maracanaú e levando um Malote com quantia não revelada.

27/5/2014 - Dois homens abordam o gerente quando ele chegava para abrir a agência do Banco do Brasil de Caucaia e roubam o dinheiro.

4/07/2014 - Funcionários do Banco do Brasil de São Gonçalo do Amarante são rendidos e bandidos fogem com o dinheiro dos caixas.

18/7/2014 - Bando armado ameaça gerente Banco do Brasil São Gonçalo do Amarante e subtrai dinheiro Do cofre da agência.

16/12/2014 - Quatro pessoas atacam funcionários do Banco do Brasil de São Gonçalo do Amarante e levam dinheiro do caixa.

10/4/2015 - Bando armado com fuzis aborda vigilantes e leva malotes de dinheiro da Caixa Econômica Federal de Maracanaú.

09/6/2015 -Uma dupla rendeu os vigilantes do Banco do Brasil de Chorozinho, mas os funcionários acionaram o alarme, antes que levassem alguma coisa.


19/8/2015 - Assalto na agência do Bradesco, em Mombaça. O dinheiro do caixas foi levado pela quadrilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário