quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Governo volta atrás e resolve manter adiantamento do 13 salário

O governo da presidente Dilma Rousseff resolveu atender a pressão realizada nos últimos dias e decidiu manter o adiantamento de metade do 13º salário aos aposentados e pensionistas, pagamento que havia sido suspenso pelo Ministério da Fazenda, com o argumento de que falta de dinheiro em caixa para bancar a despesa
Nesta quarta-feira (19) a presidente Dilma Rousseff se reúne com a equipe econômica para definir a data e a forma que se dará esse adiantamento. O problema é que a Fazenda não incluiu na folha de pagamento de agosto, que é paga entre o final deste mês eo início de setembro, o adiantamento.

O pagamento de metade do 13º salário da folha da Previdência representa um gasto de R$ 15,8 bilhões, que terá de ser feito de qualquer forma este ano. Dessa forma, o impacto fiscal, no ano, é o mesmo, independentemente da data de pagamento. (Com Folha ON LINE).

Nenhum comentário:

Postar um comentário