sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Servidores públicos do INSS Aracati falam sobre a Greve e esclarecem sobre novas regras para aposentadoria

Recebi na edição desta sexta-feira (28) do Programa Café com Notícia pela Tv Sinal de Aracati Canal 7, os servidores públicos do INSS Luiz Fernando Keon e Gracimary Sousa, que esclareceram pontos importantes sobre greve que iniciou no dia 07 de julho e não tem previsão para encerrar. Falamos também sobre a POLÊMICA SOBRE AS NOVAS REGRAS PARA APOSENTADORIA. Novidade! "NÃO PRECISA MORRER PARA SE APOSENTAR"!! Pelo menos foi o que afirmou os servidores que esclareceram alguns pontos a observar abaixo;

COM A NOVA REGRA, OS TRABALHADORES VÃO SE APOSENTAR COM 85 E 95 ANOS?

Não! 85 e 95 é o número de PONTOS que eles deverão atingir para se aposentarem integralmente. O número de pontos é igual à idade da pessoa mais o tempo de contribuição com o INSS. (ex: uma mulher de 53 anos que tiver trabalhado por 32 anos já pode receber aposentadoria integral. O mesmo vale para um homem de 59 que tiver trabalhado por 36 anos). Esses números serão gradualmente aumentados até 2022, quando chegarão a 90 pontos para as mulheres e 100 para os homens.

ENTÃO AGORA SÓ SE APOSENTA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO QUEM ATINGIR OS 85 OU 95 PONTOS?

Não. Para ter direito à aposentadoria por tempo de contribuição, os segurados da Previdência Social precisam ter 30 anos de contribuição, no caso das mulheres, e 35 anos, no caso dos homens. A nova regra é uma opção de cálculo, que permite afastar a aplicação do Fator Previdenciário. Caso a pessoa deseje se aposentar antes de completar a soma de pontos necessários, ela poderá se aposentar, mas vai haver aplicação do fator previdenciário e, portanto, potencial redução no valor do benefício.

QUAL A IDADE MÍNIMA PARA SE APOSENTAR PELA REGRA 85/95?

Pelas regras de hoje, NÃO existe idade mínima para aposentadoria por tempo de contribuição no INSS. O que é exigido para esse tipo de aposentadoria é o tempo mínimo de contribuição, de 30 anos para mulheres e de 35 para homens. A regra 85/95 não muda em nada o requisito de acesso ao benefício. A nova regra traz uma nova forma de cálculo do valor do benefício, permitindo que não se aplique o Fator Previdenciário para quem atingir os pontos.

ESTA REGRA ACABA COMO FATOR PREVIDENCIÁRIO?

Não, ele continua em vigor. A nova regra é uma opção. Caso a pessoa deseje se aposentar antes de completar a soma de pontos necessários, ela poderá se aposentar, mas vai haver aplicação do fator previdenciário e, portanto, potencial redução no valor do benefício.


Outras informações em caso de dúvidas, basta ligar para a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135.

Nenhum comentário:

Postar um comentário