quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Taxistas protestam e engarrafam Fortaleza

Manifestantes bloquearam uma
das faixas da Aguanambi
(Foto: Renato Bezerra)
Motoristas de táxi de diversas cooperativas de Fortaleza realizam uma manifestação, nesta quinta-feira (17), contra os transportes clandestinos com carros não regularizados, os chamados "táxis piratas", e o polêmico aplicativo Uber (apesar do serviço deste ainda nem estar disponibilizado na capital cearense). A concentração teve início às 7h, quando os manifestantes se reuniram no começo Avenida Aguanambi, próximo ao Colégio Piamarta, no bairro de Fátima.

Os participantes do movimento bloquearam uma das faixas da avenida no sentido sertão-praia, que dá acesso à rotatória da Aguanambi. Segundo os organizadores, cerca de 500 taxistas participam do protesto.

O Sindicato dos Taxistas de Fortaleza (Sinditáxi) informou que o ato seguirá por toda a manhã. Após a concentração, os motoristas saíram por volta das 8h30 em carreata até a Câmara Municipal de Fortaleza, onde irão solicitar apoio dos vereadores contra os serviços de transportes clandestinos.

Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) foram enviados ao local para orientar o trânsito. Ainda assim, diversas avenidas ficaram congestionadas durante a carreata.

Reivindicações - Dentre as reivindicações, os taxistas cobram o aumento da multa para quem for flagrado rodando de forma irregular em Fortaleza. A classe também cobra a intensificação da fiscalização por parte da AMC.

O Sinditáxi estima que cerca de 6 mil taxistas clandestinos estejam em circulação por bairros da Capital. Além da proibição, os taxistas regulamentados ainda reivindicam o direito de circular na faixa exclusiva para ônibus da Avenida Bezerra de Menezes.


Outra reclamação dos taxistas é o aplicativo Uber, que fornece corridas mais baratas utilizando motoristas com carros particulares. Apesar da reclamação, este aplicativo ainda não está sendo utilizado em Fortaleza.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário