sábado, 31 de outubro de 2015

Eduardo Cunha, policia e liberdade de imprensa em Fortaleza

Sexta feira (30) o jornalista Márcio Lima publicou no grupo do whatssap Radialistas do Ceará o seguinte; "tentei fazer uma matéria durante manifestação contra Eduardo Cunha, mas fui impedido por um policial militar. Me identifiquei como jornalista aí ele quis me levar à delegacia pra servir de testemunha, então pra não polemizar achei melhor sair do local".

Ao ler e se indignar com tal atitude contra a liberdade de imprensa e direito a informação,  o jornalista Gerson do Vale chamou atenção para o livre exercício da profissão citando artigos do CPB e CF;  "A autoridade que impedir ou embaraçar a LIBERDADE DE IMPRENSA, fora dos casos autorizado em lei, incidirá no que couber na sanção do Art. 322 do Código Penal, ou seja: PENA - detenção de (06) meses a (03) anos. Previsto também na CF, Art. 220, parágrafos 1° a 3°, e Art. 72 da Lei Federal 4.117 de 27 de Agosto de 1962".

Nenhum comentário:

Postar um comentário