quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Operação Sorriso realiza 65 cirurgias gratuitas em Fortaleza e comemora 20 missões humanitárias na cidade

A seleção acontecerá no dia 28 de outubro, com cirurgias de 30 de outubro a 2 de novembro. Este ano, a novidade será o uso de prontuários eletrônicos para otimizar todo o processo, desde a triagem até o pós-operatório.  Após passar por Santarém, no Estado do Pará, a Operação Sorriso (OS) chega a Fortaleza pela 20ª vez para realizar cirurgias gratuitas em portadores de fissuras labiais (lábio leporino) e palatais (fenda palatina).
O Programa Humanitário da OS acontecerá entre os dias 28 de outubro a 2 de novembro e a previsão é de que sejam feitas cerca de 65 cirurgias corretivas gratuitas em crianças e adolescentes fissurados. A seleção de pacientes acontecerá no dia 28 de outubro, a partir das 8h, no Hospital Infantil Albert Sabin (Rua Tertuliano Sales, 544 - Vila União) e as cirurgias serão realizadas de 30 de outubro a 2 de novembro, na mesma instituição de saúde.

“Desde 1997, já foram realizadas em Fortaleza mais de 32 mil consultas em pacientes. Quase duas mil pessoas foram operadas e mais de dois mil procedimentos cirúrgicos foram feitos durante os programas humanitários na cidade. É sempre uma alegria voltar para realizar esse trabalho que beneficia tantas pessoas”, enfatiza Luciana Garcia, coordenadora dos Programas Humanitários da Operação Sorriso, destacando que, desta vez, cerca de 60 voluntários de diversas regiões do Brasil e de outros países estarão envolvidos no programa.

Esses colaboradores pertencem a oito especialidades da área da saúde: Cirurgia Plástica, Pediatria, Anestesiologia, Enfermagem, Odontologia, Fonoaudiologia, Psicologia e Genética. “Em todas as edições temos uma enorme vontade de ajudar e proporcionar sorrisos ao máximo de pessoas possíveis. Os que não conseguirem ser operados, serão encaminhados para o serviço local. Queremos sempre ajudar a capacitar os centros locais e atingir a população com resultados mais permanentes”, acrescenta Luciana.

Para participar da seleção, não é necessário realizar inscrição prévia, apenas comparecer ao local no dia da triagem (28) levando documentos de identificação do paciente e também do responsável. Pacientes e mais um familiar que residam fora do município poderão solicitar hospedagem gratuita, no dia da seleção. A Operação Sorriso também oferecerá transporte até o hospital e alimentação sem custo.


Sistema de prontuários eletrônicos

Para trazer mais segurança e ajudar na organização das informações dos pacientes, a Operação Sorriso usará pela primeira vez no Brasil um sistema de prontuários médicos eletrônicos, generosamente doado pela Sláinte Healthcare. “Após ser testada em outros países, chegou nossa vez de contar com essa tecnologia. De um modo geral, todo o processo será otimizado, desde a triagem até o pós-operatório. Os prontuários eletrônicos, que utilizam o sistema VITRO, nos permitirão agilizar o tempo dos profissionais envolvidos, além de oferecer mais segurança no controle de informações médicas dos pacientes”, explica a diretora executiva da Operação Sorriso, Ana Stabel.

Todos os voluntários da Operação Sorriso sempre passam por um treinamento para um melhor atendimento aos fissurados. “Temos um Conselho Multidisciplinar de Saúde que coordena todo o processo de credenciamento e capacita para que tenhamos um time altamente capacitado”, explica o médico Ricardo Barros, diretor médico da Operação Sorriso.

A fonoaudióloga Evelin Gondim, coordenadora do Núcleo de Atendimento Integrado ao Fissurado (Naif) do Hospital Infantil Albert Sabin, comenta que, no Ceará, essa parceria da Operação Sorriso com o hospital tem se estreitado a cada ano, mas ainda lamenta a enorme demanda de pessoas que precisam ser operadas, principalmente no interior. “Nossas campanhas agilizam esse atendimento. Porém, há várias crianças e adolescentes fissurados que muitas vezes não têm como vir até a capital para tentar o procedimento cirúrgico. Por isso, o apoio dos municípios, representados pelas Secretarias Municipais de Saúde, é fundamental para facilitar o transporte das pessoas que moram distante e que não têm condições financeiras de se deslocar”, pontua Evelin, lembrando também que a vinda da ONG é uma ótima oportunidade dos residentes do Albert Sabin conhecerem e se envolverem ainda mais na causa, entendendo na prática o fissurado e como ajudá-lo.


Os apoiadores têm papel fundamental

A Operação Sorriso é patrocinada por empresas como Azul Linhas Aéreas, Johnson&Johnson Medical, Pepsi, White Martins, Approach Comunicação Integrada, Fundação Aumund, Alshop, Amend, Aigai Spa, Anavilhanas Jungle Lodge, Antonio Bernardo, Belmond Copacabana Palace, Bionexo, Blue Tree Premium, Bradesco, Bold, Carina Duek, CitiEsperança, Comerc, Complements, Covidien, Contém 1g, Cris Barros, Cristália, Icatu Seguros, iZettle, F/Nazca, Flavours, FOM, Hope, Humberto da Mata,  Instituto Azzi, Jack Vartanian, Kenzzur, Lilly Sarti, Livraria Cultura, Mixed, Make them Smile, Pati Piva, PRNewswire, Polishop, Rancho do Peixe, Schivartche Advogados, Staples, Stephanie Stein, Temasek, Tennis Station, Theodora Home, Toriba, TW Guaimbê, Tryia, Txai, Verbena Flores, Voltália e Way Models. E conta com os seguintes apoios: Associação Beija-Flor/Funface, Hospital Infantil Albert Sabin, Lar Amigos de Jesus, Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, Marinha do Brasil, Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Associação Brasileira de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial (ABCCMF) e Projeto Genoma.


Atendimento pós-operatório gratuito

Também no dia 28 de outubro, os voluntários da Operação Sorriso realizarão a avaliação pós-operatória dos 84 pacientes que já fizeram a cirurgia para correção da fissura labiopalatal na missão humanitária ocorrida em setembro de 2014. “É nesse momento que avaliaremos o resultado da cirurgia anterior e se há necessidade de uma nova intervenção, de possíveis tratamentos necessários ou até mesmo se será concedida a alta cirúrgica. Além disso, ficamos muito felizes em rever as famílias. A Operação Sorriso também é um trabalho humanitário: queremos saber se estão bem, indo à escola, crescendo felizes e, claro, dar um abraço em cada um”, comenta Luciana Garcia.


Sobre a Operação Sorriso  

A cada três minutos, nasce uma criança com deformidade facial no mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde existe uma criança com fissura para cada 650 nascidas e, todos os anos, mais de 5.800 novos casos endossam as estatísticas. A estimativa é que existam cerca de 300 mil pessoas com fissura lábio/palatal em todo o Brasil. Entretanto, não se sabe necessariamente quantas já receberam o tratamento.

Presente no país desde 1997, a Operação Sorriso já transformou a vida de mais de 220 mil pessoas ao redor do mundo. Em dezoito anos, já foram realizados mais de 89 mil exames e avaliações especializadas e mais de seis mil procedimentos cirúrgicos gratuitos em treze estados brasileiros. Trata-se de um procedimento relativamente rápido que em casos mais brandos pode durar apenas 45 minutos. Na manhã seguinte, o paciente já está liberado para retornar para casa. Entretanto, é importante o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, o qual a Operação Sorriso disponibiliza gratuitamente durante as missões ou faz o encaminhamento aos serviços especializados nas regiões onde atua.

"No último ano, conseguimos efetuar quatro mil avaliações médicas e 230 cirurgias. Nós entendemos as dificuldades que a população enfrenta para ter acesso a esses procedimentos e por isso buscamos sempre aumentar o número de procedimentos realizados. Não estamos atrás de recordes, mas do máximo de sorrisos que conseguirmos alcançar", vibra Ana Stabel, Diretora Executiva da Operação Sorriso. Todas as etapas da ação são gratuitas, e visam devolver a dignidade, funcionalidade e autoestima para milhares de pacientes.

Além das cirurgias, a Operação Sorriso treina profissionais locais, médicos residentes e novos voluntários no atendimento aos fissurados, para torná-los aptos a prestar assistência a pacientes em diversas especialidades, como Cirurgia, Fonoaudiologia, Anestesia, Psicologia e Ortodontia.


Para ajudar

Quem quiser ajudar pode fazer doações em dinheiro (que facilitam compras em grande quantidade): http://www.operacaosorriso.org.br/participe/financie-sorrisos


SERVIÇO:

Programa humanitário da Operação Sorriso em Fortaleza (CE)
Dia de seleção dos pacientes: 28 de outubro de 2015
Horário: a partir das 8h
Informações: (85) 3101-4214
Datas das cirurgias: 30 de outubro a 2 de novembro
Local: Hospital Infantil Albert Sabin — Rua Tertuliano Sales, 544, Vila União, Fortaleza (CE)

Doações para Operação Sorriso podem ser feitas direto em conta:
Associação Operação Sorriso do Brasil
CNPJ: 08.691.563/001-85
Banco Itaú – 341
Ag: 8729 C/C: 23082-4

Comunicar depósito através do e-mail: contato@operationsmile.org.br

Relatórios financeiros disponíveis no site

*As empresas também podem apoiar a Operação Sorriso com recursos financeiros, humanos ou contribuições em espécie ou através de parcerias corporativas. 

Mais informações para a imprensa:   
APPROACH COMUNICAÇÃO INTEGRADA
Tel.: (21) 3461-4616
Aline Brito (aline.brito@approach.com.br) – R: 209
Bianca Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br) – R:164     

www.approach.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário