sexta-feira, 2 de outubro de 2015

SEGURANÇA PÚBLICA. Camilo Santana anuncia que Raio estará em todo Ceará até 2016

O governador Camilo Santana (PT) afirmou que segurança pública é uma área em que tem se "dedicado pessoalmente". O gestor apontou ações como contratação de policias e diálogo constante com a categoria como ações responsáveis pela diminuição em Fortaleza de 19,3% do número de homicídios nos primeiros oito meses de 2015, comparado com o mesmo período do ano anterior. Para o Ceará, o governador anunciou que Batalhão da Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) deverá estar presente em todo o Estado até 2016.
Nas declarações o governador, em entrevista ao programa O POVO no Rádio, da Rádio O POVO/ CBN, comentava os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública que apontam Fortaleza como tendo sido, em 2014, a capital do Brasil com maior número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), em 2014. 

De acordo com o gestor, o quadro de segurança pública apontado pela pesquisa tem mudado com a contratação este ano mais de 1.200 policiais militares e 200 bombeiros e concurso público em curso para policiais civis.

"Isso (a redução de 19,3 do índice de homicídio da Capital) representa que salvamos 329 vidas este ano. E no Ceará todo, foram 11,1% de queda do índice de homicídios. No Estado, o número de homicídio vinha crescendo ao longo dos anos e neste ano conseguimos diminuir", afirma o governador.

Camilo reforçou que até o fim do mês deve implementar Batalhão do Raio e a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) na Região Norte do Estado. "Em Fortaleza, além de reforçar o efetivo das polícias, nós estamos criando as Unisegs (Unidades Integradas de Segurança) e reestruturando o Ronda do Quarteirão. Já era pra ter lançado as primeiras 5 áreas (Áreas Integradas de Segurança), mas por um atraso na compra de equipamentos, até outubro nós estaremos implementando as novas unidades com as delegacias 24 horas e o novo sistema de base de monitoramento de câmera", garantiu.

O governador ainda rebateu as críticas do deputado estadual Capitão Wagner, que durante o programa de rádio, afirmou que sua gestão cortou 20% do orçamento da Segurança Pública. "Se ele pegar os números do que foi gasto este ano com segurança pública e comparar com o ano passado, ele vai ver que não está falando a verdade. A gente comprou mais veículos, mais motos, só de policial esse ano que ingressaram na folha de pagamento foram mais de 1500", apontou.

Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário