quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Soldado Samara, primeira mulher a integrar o RAIO no Interior do Ceará

O Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) da Polícia Miitar do Ceará passa por uma grande transformação. Depois de se consolidar como o modelo de policiamento ostensivo/repressivo de maior eficiência no combate ao crime em Fortaleza e sua Região metropolitana, ele agora se expande pelo Interior. Mas a principal novidade agora é o ingresso de policiais femininas em sua tropa no interior.

Trata-se da soldado Samara, que recentemente concluiu o curso de formação do Batalhão em Juazeiro do Norte. Torna-se a primeira PMFem a ingressar nas fileiras do grupo de elite no Interior. O BPRaio possui uma rígida doutrina, intensivo treinamento e rigorosa seleção onde poucos conseguem chegar ao final e se classificar para entrar no batalhão.
A presença de policiais femininas nas chamadas “Forças Especiais” da PM cearense vem crescendo de forma gradativa na Corporação. Já há mulheres integrantes das tropas do Comando Tático Motorizado (Cotam), pertencente ao Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). Agora, surge a primeira policial militar feminina na tropa dos “raianos”, como são chamados os integrantes do BPRaio.

Expansão

Depois de se consolidar como campeão na apreensão de armas de fogo na Grande Fortaleza, superando os números de apreensões feitas pelas demais unidades da PM, o BPRaio agora vive um momento de expansão. Nos últimos meses, duas cidades do Interior receberam definitivamente núcleos do Batalhão.

A primeira foi a cidade de Juazeiro do Norte, onde o BPRaio já atua no combate ao crime no Cariri. Patrulhas da unidade estendem suas ações contra a violência pelos Municípios vizinhos como Crato e Barbalha.

Já na Zona Norte do Estado, a cidade de Sobral recebeu, no último sábado (24) sua base do Raio, que vai trabalhar duro no combate, especialmente, ao tráfico de drogas e os crimes de roubo (assaltos), além de promover o desarmamento em geral.
Até o próximo ano, o BPRaio deve chegar a outras cidades como Quixadá e Aracati.

Fonte

Blog do Fernando Ribeiro

Um comentário: