segunda-feira, 11 de abril de 2016

Pescador cearense faz arte com areia colorida em praia de Aracati

Toinho Carneiro aprendeu talento da mãe e reconhecido em todo mundo. Cearense dá desenhos com areias coloridas em garrafas e, até, falésias.

O cearense Toinho Carneiro nasceu de frente para o mar de Majorlândia, no município de Aracati. Mas, desde pequeno, percebeu que não queria seguir o caminho do pai e dos irmãos de ser pescador. “Já peguei peixe grande, mas não me acostumei com o mar, ficava mareado”, justifica. Fora do mar e, graças ao talento da mãe, ele se tornou um dos principais nomes do artesanato no Ceará, dando formas e desenhos nas areias coloridas das falésias da praia. Aos oito anos de idade, Toinho já fazia a própria roupa e réplicas de
santos católicos. Nesse período, ele viu a mãe, dona Joana Maria, iniciar a arte das garrafas com areias coloridas, uma das marcas registradas do Ceará pelo mundo. “A minha mãe era artesã. Pegava as areias, triturava para deixar mais fina e começou a desenhar figuras geométricas”, lembra o artista de 68 anos.

A arte passou de mãe para o filho e, hoje, já faz parte de muitas gerações da família. Além de ser o sustento de Toinho Carneiro, é o ofício de mais oito sobrinhos. O artesão não se contentou apenas com as pequenas garrafas e começou a dar diferentes formas às falésias de até três metros que fazem parte da paisagem do litoral leste do Ceará.

 Ele ensina que não precisa de ferramenta sofisticada para produzir os murais na areia, apenas uma espátula e um pedaço de madeira para lapidar a duna. O trabalho da família de Toinho, seja na garrafinha ou na duna, é reconhecido por todos e motivo de orgulho para Aracati que tem como base da economia a pesca e o turismo. “É um trabalho que não existe em nenhum lugar do Ceará”, afirma o carioca Marcos Duque Estrada, que mora há seis anos no local.

G1 CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário