quinta-feira, 5 de maio de 2016

Presidente da ABCQ rebate; "associados da CoopBuggye não possuem licença para fazer rota de buggy turismo"

Foto: Emaciel Rodrigues
Hoje pela manhã (05/05) fui até a sede da ABCQ - Associação de Bugueiros de Canoa Quebrada e conversei com seu presidente Beto Andrade em relação às denúncias onde Bugueiros da COOPBUGGY denunciaram mais um caso de violência física contra seus cooperados.

Beto falou que; "o advogado da ABCQ, Egidio Barreto esclareceu que a decisão do juiz da comarca de Aracati não foi no sentido de liberar os bugres clandestinos a trabalharem na rota de buggy turismo, e sim, alertar
que, devido a proximidade do período eleitoral, a prefeitura somente poderá realizar processo licitatório para novas vagas após o pleito de 2016".

Questionado sobre o confronto ocasionado nas dunas ontem, quarta-feira 04 de maio as 16: 30hs, Beto disse que; “os associados da CoopBuggye não possuem licença para fazer rota de buggy turismo, e como são apenas em número de cinco, os cooperados se passam por bonzinhos, simples e humildes para comover a todos. O que existe é muita encenação".

Quando perguntado sobre o que poderia sugerir para acabar com o conflito entre as duas entidades sob risco de ter agressões físicas mais grave ou até mesmo risco de morte Beto Andrade disse que; "o diálogo seria o melhor caminho", mas deixou subentender que "se a prefeitura decidisse cumprir a lei, fiscalizando e autuando os infratores, nada disso estaria acontecendo". Finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário