sexta-feira, 1 de julho de 2016

Bandidos matam três policiais – um Sargento um Cabo e um Soldado -, durante tiroteio em Quixadá

SD Antônio Alves e Cabo Joel
Uma intensa troca de tiros entre bandidos e policiais, na tarde desta quinta-feira (30), no Distrito de Juatama, em Quixadá, deixou três policias mortos e um ferido.

O bando com o qual os PM’s se depararam era composto por homens fortemente armados. Eles haviam tentado roubar um veículo em Banabuiú e, através de denúncias de populares, a polícia soube que eles estavam vindo em direção a Quixadá, através de uma estrada carroçável que passa pelo Distrito de Juatama. Na abordagem, os PM’s foram recebidos a
tiros. Os policiais estavam usando apenas revólveres e pistolas no confronto altamente violento e totalmente desproporcional.

Dois PM’s morreram no local do tiroteio. Outro ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os policiais mortos foram os seguintes: Sargento Francisco Guanabara Filho (50 anos), Cabo Antônio Joel de Oliveira Pinto (34 anos) e o Soldado Antônio Alves.

O Cabo Joel era pai de uma menina de apenas um ano e sete meses que, agora, pela ação do crime, será privada do convívio de seu querido genitor. A mãe dele perdeu a própria mãe na morte há quinze dias e agora perdeu um filho. Sem dúvidas uma grande dor para esta família, como também para as demais.

Outro policial, João Alves Campos, foi baleado e socorrido ao Hospital Eudásio Barroso, no Centro da cidade. Ele sofreu um tiro de fuzil na perna esquerda e foi transferido para um hospital de Fortaleza. Fez cirurgia e não corre risco de morte.
PM João Alves Campos 
Segundo policiais consultados pelo Monólitos Post, os bandidos fizeram dois policiais reféns na fuga e fugiram utilizando a viatura. Eles foram liberados nas proximidades do município de Ibaretama.

Uma grande mobilização militar foi preparada para auxiliar nas ações de reação ao atentado contra as forças de segurança do Estado.

Uma multidão, envolvendo parentes, amigos e curiosos se aglomerou no Hospital Eudásio Barroso, para onde os feridos e os corpos foram levados.
Compilado de http://www.monolitospost.com/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário