sexta-feira, 1 de julho de 2016

José Alan foi condenado pelo assassinato de Monalisa em Aracati.

O julgamento do Caso Monalisa assassinada na tarde de 12/02/2015 teve início por volta das 09:30hs de quinta-feira (30/06) e terminou por volta das 20:00. Foram quase dez horas de trabalho que culminou com a condenação nos exatos termos do pedido formulado pelo ministério público.

José Alan da Silva foi condenado a 18 anos pelo crime de homicídio duplamente qualificado e a 2 anos e 6 meses pelo Crime de porte ilegal de arma de fogo e cumprirá a pena inicialmente em
regime fechado e sem direito de recorrer em liberdade, ou seja, continuará preso.

"O Ministério Público em Aracati cumpriu o seu papel", disse a Dra. Virgínia Navarro,  que trabalhou junto ao promotor Dr Venusto.

Pela primeira vez em Aracati, o tribunal do júri foi transmitido na íntegra através da internet pelo site da TV Sinal de Aracati e teve quase 8000 visualizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário