domingo, 21 de agosto de 2016

Postaram a foto do crime ambiental e 'acham' que não foi nada!

Foto postada no Facebook em defesa da poluição ambiental ocasionada por fogos de artifício. Apenas esqueceram de agradecer ao Corpo de Bombeiros que estavam com a viatura operante pois, caso contrário, alguém duvida que o fim não poderia ser parecido com o episódio da HB Calçados também em Aracati?

E sem citar nomes (que seria da coligação da incompetência e da corrupção) já vem um monte de gente que sobrevive dos empregos ou favores da prefeitura queimar ruim, imagina se EU tivesse citado o nome da coligação (que faço agora dizendo que foi responsável pelo ato da irresponsabilidade a coligação do 12).

Se eu desejasse fazer uma crítica política, iria em cima de outros pontos bem mais tristes dessa administração, e não duvidem que eu sei viu! Mas como pediram SUGESTÕES, que tal ao invés de tentar desviarem o FOCO do acontecimento, começarem a SOLICITAR de TODOS os CANDIDATOS e suas COLIGAÇÕES que façam campanhas sem o barulho (POLUIÇÃO) desnecessário desses fogos que não levam votos e nem
contribuem com nada de bom?  Que tal a sugestão de “evitarem a poluição ambiental na área urbana da cidade e porque não lá na beira do rio Jaguaribe?”.


Na foto de ontem a noite, repare na altura
das chamas e que, graças ao CB Militar
o pior não aconteceu a exemplo da HB
E observando bem a foto aérea postada pela torcida "pelo vale-tudo para permanecerem na prática da corrupção e incompetência", levantem as mãos para o céu e agradeçam a Deus e aos Bombeiros Militares que estavam com a viatura pronta para o atendimento, pois, a noite, se não fossem os bombeiros, analisando bem pelas fotos, não restaria a menor dúvida... O colégio teria ido embora com as chamas a exemplo do que aconteceu com a HB Calçados.

Espero que a justiça eleitoral em breve, quem sabe nas próximas eleições, já proíbam essa prática danosa ao meio ambiente em todos os sentidos que além de arcaica, só prejudicam a saúde de crianças, idosos e animais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário