sábado, 15 de outubro de 2016

Chefe da quadrilha que sequestrou crianças era cliente do pai de uma das vítimas

Segunda a polícia, mentor do crime conhecia a rotina da família e arregimentou dois casais para participar da ação. Grupo chegou a pedir resgate, que não foi pago.

A quadrilha que sequestrou duas crianças na manhã desta quinta-feira (13) era chefiada por um cliente do pai de uma das vítimas, que
é empresário do ramo de frigoríficos. A informação foi
dada pela Delegacia Anti-Sequestro (DAS) da Polícia Civil, que também informou que o resgate chegou a ser pedido pelos criminosos, masnão foi pago pelos parentes.

De acordo com polícia, o chefe da quadrilha foi capturado ainda na manhã desta sexta-feira (14), dando, posteriormente, alocalização do cativeiro das crianças, na praia da Taíba, onde as vítimas foram resgatadas com sucesso por uma operação conjunta da DAS, Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Segundo as autoridades, o mentor do crime conhecia a rotina da família e arregimentou dois casais para participar da ação.

Os dois homens e duas mulheresque participaram do crime, aliás, eram os responsáveis por vigiar as vítimas no cativeiro da Taíba, que era uma casa alugada pelo mentor do sequestro. Os quatro foram presos em flagrante no local e portavam duas armas de fogo.

Investigações
Segundo a DAS, após um pedido da família, a polícia se afastou do caso para preservar a integridade física das crianças sequestradas. Entretanto, as investigações continuaram e foram decisivas para as autoridades chegarem ao líder da quadrilha, na manhã desta sexta-feira.

O crime ocorreu próximo da escola particular onde as crianças estudam, na Praia de Iracema. O pai de uma das vítimas também foi arrebatado pelos bandido no carro dele, mas acabou libertado pouco tempo depois.

Após o resgate feito nesta sexta-feira, as crianças voltaram para suas famílias sem ferimentos. As vítimas foram entregues para seus parentes onde residem, no bairro Meireles.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário