quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Estudante de psicologia flagra suposto gerente de pousada em Canoa Quebrada lhe fotografando durante banho

suporte improvisado com
tijolos era usado para o
'brecheiro' fotografar vitimas
A estudante paulista de psicologia de iniciais G.B de 23 anos, residente em Fortaleza-Ce, relatou que passou por uma situação que jamais imaginou que poderia acontecer com ela. A estudante está cursando o 7° período em uma universidade da capital cearense.

Antes de publicar sua nota de repúdio aqui no Blogue Aracati em Foco, conversei com a estudante e sobre o acontecimento ela me disse; “Fiquei muito apavorada, paralisada, não conseguia pensar em nada só tive muito medo. Tive medo de me expor mas pensei nas vítimas que não tiveram o direito de se defender. Meus amigos e familiares me incentivaram a publicar e sei que não estou sozinha nisso”. Quando lhe perguntei sobre as imagens que foram encontradas na máquina fotográfica que o invasor de privacidade teria utilizado para fazer o registro em seu momento de intimidade, a estudante me relatou que; “a ação rápida dela e a operação da polícia evitou o pior pois
não deu tempo dele espalhar as imagens que foram constatadas pela polícia, inclusive o material ficou apreendido porque serão provas no processo”.

Ao finalizarmos esse primeiro contato, a estudante me relatou ainda; “Sou muito observadora, então desde quando entrei na pousada, prestei atenção em tudo, mas não quis julgar porque não gosto disso, não podemos julgar ninguém pelas aparências, mas infelizmente aconteceu”. A família da moça constituiu um advogado para acompanhar o andamento do processo, e até o fechamento dessa edição, sua nota de repúdio através de seu Facebook em apenas 12 horas da publicação, já havia ultrapassado a marca de 1.142 compartilhamentos e visualizados por 2,4 pessoas.

NOTA DE REPÚDIO

Venho aqui compartilhar com vocês uma situação constrangedora, invasiva e que me desestabilizou no último final de semana na Pousada Long Oceanus localizada na R. Quatro Ventos, 450 - CANOA QUEBRADA, Aracati - CE.

Estava entre amigos em uma viagem, porém um acontecimento desolante me proporcionou uma das sensações mais horríveis e invasivas que uma pessoa pode vir a ser submetida, aluguei junto com meus amigos um quarto para repousar durante o fim de semana, já havia percebido que a estrutura da pousada não era apropriada para que os clientes viessem a ter privacidade pela quantidade de janelas grandes e com cortinas transparentes que possibilitavam ver o que acontecia dentro dos quartos dos hospedes, ao chegar no banheiro eu percebi uma janelinha porém não achei relevante dar ênfase apesar de estranhar, comecei a tomar banho e vi um vulto de uma pessoa pela janela, suspeitei que era criação da minha mente, porém quase no termino do banho olhei para a janela novamente e vi uma mão com um celular tirando fotos ou me filmando durante o banho. Sai imediatamente do banheiro desnorteada, apavorada me sentindo invadida, chorando e gritando desesperadamente com aquela situação perturbadora, meus amigos chamaram a polícia, e a pousada foi realizado uma busca, e foi averiguado a existência de uma laje que dava acesso a janela do meu banheiro, um banco com tijolos e um par de sandálias, onde eu reconheci as sandálias do homem que se dizia gerente da pousada estava usando durante a tarde em que cheguei.

Partindo disso a polícia apreendeu os celulares do delinquente, que encontrou várias fotos minhas durante o meu banho. Fomos encaminhados à delegacia e apesar do flagrante ele não pôde ser preso devido as eleições que iria ocorrer no domingo.

Eu estava e ainda estou desestruturada com essa situação, de como é perigoso para MULHERES viajarem sozinhas e quantas delas foram filmadas e fotografadas em momentos íntimos sem perceberem nada? Um verdadeiro absurdo as pessoas terem a vida invadida dessa forma e saber que muitas das mesmas não tiveram as condições nem de se defender como eu tive. Minha indignação está para além dessas palavras no Facebook, é um sentimento de violação de privacidade incalculável, então fica aqui minha nota de repudio.

G. B
Fortaleza, 05/10/2016

6 comentários:

  1. Coisa horrível, contra a dignidade humana.

    ResponderExcluir
  2. Vagabundo SORTUDO!!
    Com a minha filha, ele iria pra vala.
    E a tal de Justiça com suas LEIS IGUALMENTE VAGABUNDAS que vá para o inferno.
    Carlos Fonseca

    ResponderExcluir
  3. Agora é levantar quantas vitimas esse desgraço fez!!!!!! #repúdio

    ResponderExcluir
  4. Que covardia de um homem desses! Dá medo mesmo. Vc fez bem em denunciar.

    ResponderExcluir
  5. Viajo sempre a Canoa.Como também divulgo ás pousadas que me hospedo.Obrigado pelo alerta da pousada em questão.Lamento o ocorrido.Ainda assim vou redobrar os cuidados,já que viajo sempre em familia.Nesta pousada,não passo nem na porta.

    ResponderExcluir
  6. Como existe gente Ruim no mundo,em todo canto onde as mulheres estiverem devem prestar atenção em tudo pois Neim todos estão querendo o seu bem.

    ResponderExcluir