sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Caso dos plantões policiais em Russas. A versão do delegado titular da regional de polícia de Aracati

Conforme combinado nesta quarta-feira (21), hoje fui à Delegacia de Polícia Civil de Aracati, com objetivo de saber a versão dos responsáveis pela regional, sobre as possíveis mudanças nos plantões a partir de janeiro de 2017. Conversei com o novo Delegado titular, Dr. Marcos Muniz que, em sua versão esclareceu o seguinte;

"Os plantões aos finais de semana continuarão sendo realizados 24 horas em Aracati, diferentemente da informação repassada pela fonte ao site Aracati em Foco de que os plantões poderiam não mais existir. Portanto, está descartada a possibilidade de a delegacia do município ficar fechada aos sábados e domingos". 

No mais, fiz o convite para que pudéssemos gravar uma entrevista sobre o assunto, mas o delegado, que está assumindo a regional de Aracati há poucos dias substituindo o Dr. Vicente Alencar (que assumirá a Delegacia de Maracanaú), prefere deixar para gravar entrevista a partir de janeiro após implantadas as respectivas mudanças, até porque não se sabe se algo poderá ser alterado.

A REALIDADE SENTIDA PELA POPULAÇÃO

Também mostrei minha preocupação e relatei os pontos negativos devido
nossa delegacia regional de Aracati não ser plantonista durante a semana, e creio que seja o sentimento da maioria da população de nosso município quanto alguns pontos a seguir:

A - Após as 18 horas, os PMs se deslocarão para realizar os procedimentos de flagrante em Russas deixando a cidade descoberta, aumentam as possibilidades de risco de acidentes, estresse e cansaço dos policiais, além do gasto de combustível e manutenção das viaturas;

B - Pegando o exemplo de ocorrências como; "Maria da Penha", "tentativa de assassinato", "lesão corporal", "assalto a mão armada" etc, a vítima terá que deslocar-se também até Russas para prestar depoimento e assim, além do transtorno pela viagem, provavelmente a vítima terá que ir em veículo particular (ou na mesma viatura junto com o criminoso?)

C – Não sendo a Regional de Aracati uma delegacia plantonista, a tendência é que a maioria das vítimas não queiram apresentar queixas devido o incômodo, tensão e gastos de terem que viajar até Russas para realizar tais procedimentos, e assim, a criminalidade continuará levando vantagem contra os cidadãos vítimas da criminalidade

D - Sendo duas viaturas para cobrir Aracati, a saída de uma (ou as duas) em caso de ocorrências, o município ficará sem policiais para possíveis novas ocorrências;

E - Aracati por ser uma cidade turística e fazer fronteira com o vizinho estado do Rio Grande do Norte, obviamente estará mais vulnerável;

F - Mesmo com os plantões diários (segunda a sexta-feira), será humanamente impossível a delegacia de Aracati cumprir o calendário diário como plantão até as 18 horas, pois, os delegados não estarão diretamente aqui devidos vários aspectos (casos de doença, férias, poucos delegados para cobrir as delegacias de Aracati, Fortim, Itaiçaba, Icapuí);

G - É do conhecimento de muitos no município que, mesmo durante período de expediente normal de plantões em Aracati, vítimas e indiciados precisarem ir até uma outra delegacia de polícia como a de Icapuí para a realização dos registros de flagrantes em qualquer horário antes mesmo das 18 horas;


O Aracati em Foco deixa claro que, a crítica não tem o intuito de cobrar a responsabilidade sobre a delegacia regional de Aracati e muito menos aos policiais civis e militares, visto que, tais determinações são ordens e competências superiores como o órgão da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Ceará, que há tempos já deveria ter tratado nosso município com outros olhos, pela importância e por tudo que foi explanado reforçando nosso contingente, viaturas, mais delegados tornando nossa delegacia plantonista de segunda a segunda. 

O delegado regional disse, "acreditar que a mudança dos plantões serem transferidos para o município de Russas, irá melhorar um pouco para nós, visto que, atualmente, os plantões noturnos de segunda a sexta-feira, a partir das 18 horas eram encaminhados para Euzébio que é um pouco mais longe".

O delegado Marcos Muniz também se dispôs a atender aos meios de imprensa no sentido de colaborar com informações das ocorrências policiais através de entrevistas, na medida do possível, observando que, mesmo sendo casos corriqueiros de pequenos delitos do dia a dia, são em números bastantes elevados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário