terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Cearense encontrada morta acimentada sob escada de casa em São Paulo

Uma mulher natural de Quixelô, identificada por Josefa Alves de 45 anos, que estava desaparecida há dois meses, foi encontrada cimentada embaixo da escada na própria casa, Lageado, Zona Leste de São Paulo. O principal suspeito pela morte da mulher é o marido dela, que, no dia 7/12, foi achado morto em um hotel da cidade.

A confirmação da morte da quixeloense aconteceu através de familiares da vítima em São Paulo e da própria cidade de Quixelô, “Realmente, foi a minha irmã que encontraram cimentada dentro de
casa, quando recebemos aqui em Quixelô esta notícia, nós desabamos de tristeza, ela era uma pessoa do bem, evangélica, não fazia mal a ninguém e acabar deste jeito, estamos ainda sem acreditar no que está acontecendo”, disse a irmã da vítima, Joselina Alves em entrevista para o programa A Voz do Centro Sul

“Havia suspeita de que o corpo estivesse enterrado pela casa e no fundo da casa a gente encontrou o corpo cimentado e enterrado embaixo da escada. Ele emparedou a pessoa dentro do buraco da escada”, disse o inspetor Wagner de Lourenço, da GCM.

“Ele usou esse local para poder emparedar, fechar, colocou concreto em cima da mulher, jogou areia por cima, madeira, mais concreto e fechou. O delegado da área já tinha vindo aqui, mas não teve êxito. Aí o cachorro veio e com o faro ele conseguiu detectar que tinha alguma coisa ali. Quando a gente quebrou, começou a quebrar, encontramos a mãozinha dela pra fora. Agora o Corpo de Bombeiros já veio, já arrebentou tudo, já expôs o corpo e a perícia está aqui fazendo o trabalho dela.”

Segundo o inspetor, o trabalho de detecção do corpo foi realizado pelo GCM Barbosa, com a cadela Cassie e o GMC Dionísio com a cadela Moah. As cadelas são das raças Pastor Belga de Malinois e Braco Alemão.

Ainda segundo a corporação, o delegado já tinha ido a casa dela, mas não obteve sucesso nas buscas. Logo depois, levaram um cachorro da GCM que conseguiu localizar a mulher. “Quando a gente quebrou, começou a quebrar, encontramos a mãozinha dela pra fora. Agora o Corpo de Bombeiros já veio, já arrebentou tudo, já expôs o corpo e a perícia fez o trabalho dela”, disse.

O caso começou a ser desvendado após a morte do marido da vítima que aconteceu nesta semana, 07, quando o mesmo cometeu suicídio dentro de um quarto de hotel, ” a pressão era grande de nossa família, um sobrinho que mora em São Paulo, estava desconfiado que o corpo dela poderia está enterrado em um galpão que ficava o cachorro, porque lá tinha muito tijolo e cimento, então pedimos para a polícia ir, mas não encontraram nada, então chamamos uma equipe de TV para que fosse lá, foi no dia que ele cometeu o suicídio”, disse a Joselina em entrevista ao programa A Voz do Centro Sul.
As investigações continuam e existe a suspeita da participação do filho da vítima nesta tragédia que chocou o Brasil e Quixelô.


Com informações G1
Portal de Noticia CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário