sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Saúde. Aids ainda cresce no país

Dados de Programa das Nações Unidas mostram evolução do contágio
O número de pessoas infectadas pelo vírus da Aids ainda traz grandes preocupações para as autoridades brasileiras de saúde. Dados divulgados neste ano, do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids), apontam que a população vivendo com a doença no país passou de 700 mil, em 2010, para 830 mil em 2015, com 15 mil mortes por ano. “Percebemos um relaxamento por uma parte da população com relação a Aids. É preciso mudar esse conceito e continuar tomando todas as medidas preventivas para evitar a infecção pelo vírus”, analisa Dr. Pedro Oliveira, diretor médico da ePharma, empresa líder no mercado de assistência de benefícios farmacêuticos.

Os dados do programa Unaids apontam ainda que o Brasil é o país da América Latina que mais concentra casos de novas infecções por HIV na região, cerca de 40% dos
novos casos. Para Dr. Pedro Oliveira, é preciso reforçar as campanhas preventivas, principalmente entre a população que não conviveu com o período de expansão da infecção do vírus no país. O médico lembra ainda que o crescimento de outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), como a sífilis, reforçam a necessidade de medidas mais impactantes para despertar a prevenção nas pessoas. “Por isso, o Dia Mundial de Combate a Aids ganha relevância como ação preventiva”, afirma Pedro Oliveira. Em 1996, o Brasil assumiu papel pioneiro, entre os países de baixa e média renda, com início do tratamento gratuito para os portadores do vírus HIV.

Segundo dados de 2015, o país conta com uma das maiores coberturas de tratamento antirretroviral (TARV) entre os países de baixa e médica renda, com mais da metade (64%) das pessoas vivendo com HIV e recebendo o TARV, enquanto a média global foi de 46%, segundo dados copilados pelo Unaids. Sobre a ePharmaConsolidada como principal player no recente mercado brasileiro de assistência farmacêutica, a ePharma dispõe de tecnologia que conecta, em tempo real, aproximadamente 24 mil farmácias e drogarias de todo o país a um sistema autorizador ancorado em um potente banco de dados, dando acesso a medicamento a mais de 27 milhões de pessoas. O

O portfólio da ePharma traz ainda serviços inovadores voltados à saúde e ao bem-estar dos beneficiários. Dentre eles, destacam-se o Plano de Medicamentos no modelo de pré-pagamento baseado no levantamento da estimativa de gastos com medicamentos de acordo com o perfil dos colaboradores, como o ePharma Plenus; o gerenciamento de doentes crônicos; o Concierge da Saúde, que é um serviço multidisciplinar de aconselhamento telefônico que oferece assistência nutricional, enfermagem, psicóloga, médica e farmacêutica; Unidade de negócios Farmaresponsável pelo acompanhamento dos pacientes via call center especializado; Specialty Care, direcionado a promover o acesso e a gestão do tratamento de pacientes portadores de doenças complexas e raras.

A companhia detém ainda mais da metade do mercado de PBM, com uma carteira de cerca de 150 empresas, constituindo 1.610 programas.

Informações para a imprensa:

Ex-Libris Comunicação Integrada – (11) 3266-6088  Edmir Nogueira – edmir@libris.com.br – (11) 98937-3503 / r. 234 Marco Berringer – marcopaulo@libris.com.br – r. 223Carla Italia – carla@libris.com.br – r. 222

Nenhum comentário:

Postar um comentário