domingo, 5 de fevereiro de 2017

Detentos fogem da cadeia pública de Aracati. Jornal DN

Entre os envolvidos está Erenildo Vitor da Silva, o “Bolinha”, membro da terceira maior facção do país
    
19:24 · 04.02.2017
Oito detentos, entre eles um integrante da facção criminosa Família do Norte (FDN), fugiram da Cadeia pública do município de Aracati, na noite da última sexta-feira (3). Até o momento, apenas um dos fugitivos foi recapturado. Os demais seguem foragidos.

De acordo com informações cedidas pela Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus), os internos estavam recolhidos no isolamento da unidade e fugiram através de um túnel, cavado pelos próprios detentos, que
levava à área externa.

Micael Barbosa de Alencar, Francisco Alisson da Costa Silva, Francisco Ivagne Gonçalves de Sousa, Carleno Silva Freire, Marcilio dos Anjos da Silva, José Valdecir Antunes de Moura Neto e Erenildo Vitor da Silva são os nomes dos foragidos. A Polícia segue em diligências em busca de informações que levem até o grupo.

Traficante

Erenildo, de 30 anos, também conhecido como 'Bolinha' é membro da facção criminosa Família do Norte (FDN). Além da fuga, Erenildo responde por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma e é suspeito de ter cometido um homicídio no último dia 26, no bairro Baixada, em Aracati.

‘Bolinha’ é considerado um dos principais apoiadores de  Angela Ferreira da Costa, 47, conhecida como 'Coroa', líder da FDN em Aracati e Canoa Quebrada. Segundo informações de um policial militar (identidade preservada),  Angela é considerada a líder do grupo, sendo responsável até mesmo por ordenar Erenildo a cometer um assassinato.

Segundo o militar, a FDN, junto com o Primeiro Comando da Capital (PCC) e a Guardiões do Estado (GDE), são grupos “de grande influência no tráficos, em homicídios e transporte de armas” na região.

A fuga de Erenildo preocupa por sinalizar uma possível ação de resgate de membros da FDN, semelhante a que aconteceu no dia 19 de janeiro, quando houve uma operação encabeçada por membros Primeiro Comando da Capital (PCC), onde cerca de dez homens armados com fuzis e metralhadoras orquestraram um ataque na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Jucá Neto (CPPPL III), em Itaitinga. Na situação, os planos da facção foram frustrados e nenhum detento fugiu.

Prisão

A fuga acontece na mesma semana onde nove membros da facção Família do Norte foram presos em Aracati e Canoa Quebrada por policiais militares do Comando Tático Rural (Cotar) e do Batalhão de Choque (BPChoque).

Na mesma operação, também foram apreendidos seis aparelhos celulares, R$ 161 em cédulas e R$ 89,95 em moedas, um revólver calibre 32 com 6 cartuchos intactos, uma faca, um aparelho de som automotivo, um veículo Volkswagen Gol vermelho, embalagem plástica para fazer papelotes de drogas e um total de 130 gramas de crack, maconha e cocaína em papelotes, prontas para comercialização.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário