segunda-feira, 20 de março de 2017

Virose ataca população de Jaguaruana causando desconforto e superlota o Hospital

Febre, dor de cabeça, muita dor de barriga combinado com uma forte gripe que vem com tosse, cansaço e secreção é assim que tem vivido grande parte da população da Terra da Rede. Todos os anos, com a chegada das chuvas e a mudança de clima, o filme se repete. Esse ano tem se notado uma intensidade bem maior nesse período em que essa virose tem acometido os Jaguaruanenses. Crianças, jovens e idosos, não escapa, quase, ninguém.

Nas unidades Básicas de Saúde da cidade, durante toda a semana, dezenas de pessoas procuram os profissionais de saúde para se consultarem. No final de semana, e até mesmo diariamente, é grande o aglomerado de pessoas doente no hospital municipal, em quase todos os casos o diagnóstico é um só, VIROSE.  Diante a
tantos casos que tem acometido nossa população, algumas perguntas ficam no ar: O que está causando essa mazela? De onde vem tanta doença? Será por causa das chuvas? Seria o inseto conhecido por MOSCAS que está fazendo tudo isso?

Apesar de trabalhar na área da Saúde não sou a melhor pessoa indicada para responder tais perguntas, porém, em uma cidade, aqui do Ceará, chamada de Catarina, uma virose conhecida por VIROSE DA MOSCA, foi detectada pelos médicos da cidade. Os sintomas são parecidíssimos com o que está acontecendo aqui em Jaguaruana inclusive com a forte gripe, também. Se isso que está acontecendo aqui é uma disseminação dessa doença, só os médicos e o tempo poderão dizer, de certo mesmo é que quem já teve sabe o quanto é ruim.

Diante a tal situação a orientação que tem sido dada pelos médicos e profissionais da Saúde é que todos os casos de virose sejam notificados como suspeito de DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZICA. Até o presente momento já foram realizados diversos exames de sorologia para saber se a tão misteriosa VIROSE tem algo a ver com essas doenças, mas até o momento, nenhum resultado de exame deu positivo para tal. Se isso nos deixa, um pouco aliviado, por outro lado ficamos apreensivos, pois não sabemos qual será o momento em que ela vai nos pegar.

No meu dia a dia de profissional na área de combate ao Mosquito transmissor da dengue, temos notado, em algumas residências, várias pessoas da mesma família acometidas por essa mazela. Também observamos um aumento significante na população de MOSCAS e como já falamos aqui, isso pode ter ligação com o que está acontecendo. É importante que as pessoas tenham o máximo de cuidado ao usar utensílios domésticos, pois os mesmos tem que ser bem lavados antes de ser usado, afinal esse inseto traz consigo a triste sina de pousar em cima de tudo o quanto é nojento e tem o poder de carregar para dentro de nossas casas, bactérias mortais. Quem diz isso não é a minha pessoa e sim a própria ciência, portanto vamos ficar atentos.


Finalizando esse artigo deixo aqui o meu alerta para as pessoas que estejam ou que possam vir a ser acometidas por essa virose que tem tirado a saúde de parte da população de Jaguaruana. Em caso suspeito não perca tempo e procure imediatamente o serviço médico, seja no PSF em sua localidade ou no hospital da cidade. No caso de Crianças e de idosos que estejam acometidos pela tal Virose tem que ser atendidos em regime de urgência, ambos são mais vulneráveis a doenças e tem menos resistência. Não vamos brincar com algo que, até então, é desconhecido. A Vida Está Em Primeiro Lugar, Pensemos Nisso.

Compilado de http://jaguarverdade.blogspot.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário