sexta-feira, 7 de abril de 2017

Corpo da pequena Débora Lohany de quatro anos encontrado em Fortaleza

Corpo encontrado na Via Expressa é o da criança raptada há 12 dias na Aerolândia. Para a Polícia, não há dúvidas quanto ao trágico fim do mistério. No entanto, caberá à Perícia Forense a confirmação da identificação da vítima através de exames de DNA. A pequena Débora Lohany, 4 anos ,estava desaparecida há 12 dias.

Terminou de forma trágica o mistério em torno do desaparecimento ou rapto da menina Débora Lohany de Oliveira, 4 anos de idade, que havia desaparecido de sua residência, no bairro Aerolândia, na noite do último dia 27.

Na manhã desta sexta-feira (7), o corpo dela foi encontrado debaixo de uma pedra, sobre um monte de lixo, na Avenida Almirante Henrique Sabóia, a Via Expressa, próximo À Avenida Pontes Vieira, ao lado do Parque Ecológico do Cocó.

Segundo a Polícia, por volta de 7h30 a Coordenadoria Integrada de Operações de
Segurança (Ciops) recebeu via 190 uma ligação anônima, informando que havia um forte mau-cheiro no local e provavelmente uma pessoa estaria morta debaixo de pedaços de madeira e de uma pedra. Logo, foram acionadas viaturas do Ronda do Quarteirão e do 8º BPM.

A mãe da menina foi até a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), acompanhada da avó para reconhecer os pertences, que são de Débora. “O corpo não deu para reconhecer, tava em decomposição, mas pela roupinha e pelo chinelo, é noventa e nove por cento de certeza”, lamentou a familiar.

A avó foi até a entrada da unidade, onde a imprensa aguardava informações e confirmou que a roupa e o chinelo são realmente da criança. De acordo com a familiar, a Perícia Forense verificou que a criança estava morta há aproximadamente 10 dias. Um exame deverá comprovar as informações.

Por Fernando Ribeiro

Via: CNews
#MetrópoleNews

Nenhum comentário:

Postar um comentário