quinta-feira, 15 de junho de 2017

A verdade dos teólogos da prosperidade X a verdade de Jesus

Somente Jesus Cristo é o caminho,  a verdade e a vida. Por isso que a verdade dói e incomoda a muitos. Por isso que devemos procurar conhecer "todas as verdades" e tentar extrair a verdade verdadeira, que tem como base as próprias palavras do nosso Cristo Salvador.  

Se qualquer pessoa me perguntar o que eu acho em relação ao dízimo e as
ofertas nas igrejas (templos), imediatamente respondo com toda sinceridade que "é essencial para a manutenção das igrejas"  (que nem sempre são casa de Deus) pois, a IGREJA que a Bíblia relata,  somos todos nós,  e não os templos de quatro paredes.

Quem souber e estiver aberto a conhecer a palavra de Deus, através de nosso Senhor Jesus Cristo (nosso único salvador), saberá muito bem distinguir os lobos vorazes e os  falsos profetas,  que prometem PROSPERIDADE MATERIAL em troca da  "fidelidade obrigatória em dizimar e ofertar para os templos" e esquecem que NÓS é que somos IGREJA e nossa casa também é um templo que merece ser preservado.

Escutemos mais o que falou JESUS CRISTO,  e daí descobriremos a verdade.

Volto a dizer que as ofertas e os dízimos são necessários para a manutenção (também) dos templos, mas, não da forma que os maus estão impondo e dando outro destino ao fruto das contribuições de pessoas enganadas de forma a praticarem uma fé cega.

Infelizmente,  para muitos líderes religiosos,  Jesus Cristo não passa apenas de uma espécie de antídoto, um "garoto propaganda" para afastar os demônios espirituais (existem também demônios vorazes em forma de gente).

Infelizmente,  os bons discípulos de Jesus,  os bons pastores,  estão sendo prejudicados pelos falsos profetas, até porque é de natureza humana crer em fanfarrões, no que valorizar a simplicidade dos verdadeiros homens de Deus.

Então, o que estamos esperando para seguirmos os passos do verdadeiro mestre digno de toda honra e glória?  Eu respondo; "escuta-lo". Como?  Bem simples e prático.  Procurar entender e captar o que é criação dos homens e fazer uma comparação com tudo o que foi dito e praticado por Jesus. "Quem tiver ouvidos para ouvir, que ouça" (JC)

Aracati-Ceará
15/06/2017

Sandro Guimarães
Teólogo

Nenhum comentário:

Postar um comentário