segunda-feira, 26 de junho de 2017

Através de monitor mãe vê 'bebe fantasma' escalar berço e dormir ao lado do filho

Uma família está vivendo momentos, no mínimo, curiosos em sua própria casa. A dona de casa Laura Haigh, seu marido Dean Evans e os quatro filhos moram em um subúrbio da cidade litorânea de Plymouth, no condado de Devon, Inglaterra, porém, os fatos que vem movimentando a
residência em nada tinham a ver com a família até a última semana, quando uma forma fantasmagórica apareceu deitado ao lado do filho mais novo do casal, dentro do berço do bebê.
Os acontecimentos na casa já vinham incomodando a família, que segundo Laura estão acontecendo a bastante tempo. “São fotografias que aparecem viradas de ponta cabeça, quadros caindo no chão. Outro dia chegamos e vimos várias luzes e orbes quando não havia mais ninguém na casa.”, relata ela. Porém, o fato acontecido com o caçula Sebastian assustou e muito aos pais da criança.
De acordo com a publicação do Express, Dean contou que ficou irritado por não saber como lidar com aquilo. “Quando nós vimos a forma com ele no berço, pensamos que se tratava de um urso, pois, Sebastian sempre está com um bichinho por perto. Mas ao ir até o quarto dele, vi que ele estava sozinho no berço.”, continua ele. “Minha esposa ficou olhando para o monitor enquanto eu estava lá e para ela ainda era possível ver a forma se movendo, enquanto que para mim, que fiquei parado em frente ao berço, só conseguia enxergar o nosso filho.”.
O mais chocante para ele foi o fato de o bebê de 18 meses dormir tranquilamente enquanto tudo aquilo acontecia. “Nós já tínhamos notado que Sebastian acenava para o ‘nada’ dentro do quarto. Também já ouvimos crianças brincando no andar de cima, enquanto todas estavam fora de casa. Nunca nos incomodou, até porque se fosse algo mal, penso que nosso filho teria acordado.”, diz Laura.
Apesar de assustados, o casal disse que não pretende se mudar. “Não sabemos como explicar para nossos filhos esses ruídos ou então as fotos que viram de ponta cabeça, já aconteceu de ouvir chamarem meu nome e não ter ninguém por aqui, mas o fato do berço ter sido invadido por alguma coisa, definitivamente foi a prova mais clara que tivemos até agora de que temos companhia, mas por enquanto descartamos deixar nossa casa por isso.”, finaliza ela.
TNOnline

Nenhum comentário:

Postar um comentário