sexta-feira, 21 de julho de 2017

Gestantes que não são do Programa Bolsa Família ficam revoltadas com exigência da Prefeitura de Jaguaruana

No Programa União Notícias da Rádio União FM, mais uma vez foi falado a respeito do extinto Programa Mãe Jaguaruana, programa esse criado no governo Ana Teresa e que fez um grande sucesso deixando centenas de mamães felizes.

Ouvintes ao participarem do Programa União Notícias, apresentado pelos conceituados radialistas Inaldo Lima e Henrique Raulysson, afirmaram que a atual administração pública de Jaguaruana teria criado o Projeto “Nascendo Feliz” que também tem a finalidade de contemplar gestantes com
kit bebê.

Porém no Projeto Nascendo Feliz, existe um detalhe nada agradável para algumas gestantes, pois só poderão participar do projeto aquelas mães que estejam devidamente cadastradas no Programa Bolsa Família, isso mesmo, só poderão participar do projeto mães que estejam inseridas no Programa Bolsa Família, exigência essa que não acontecia no governo Ana Teresa.

Certa gestante ao tomar conhecimento dessa exigência por parte da Prefeitura de Jaguaruana fez o seguinte desabafo ao Blog Jaguaruana Mostra,“Isso não é justo, pois existem gestantes que vivem em situações degradantes e que mesmo assim não se enquadram no perfil do Programa Bolsa Família, tem gestantes que sofrem por estarem em situação de extrema pobreza, mas que não são reconhecidas pelo Governo Federal, esperamos que a Prefeitura de Jaguaruana reveja essa questão para que aquelas gestantes que não estejam inseridas no programa Bolsa Família possam ser de alguma forma beneficiadas pelo Projeto Nascendo Feliz”, disse a gestante que pediu para não ser identificada.

Diante de tamanha burocracia por parte da Prefeitura de Jaguaruana, a população está confusa não entendendo o porquê de tamanha injustiça de só querer beneficiar gestantes do Programa Bolsa Família.

Não foi essa a tão sonhada administração prometida no palanque do então candidato Roberto da Viúva, pois na campanha eleitoral prometeram que o futuro prefeito Roberto da Viúva faria um mandato diferenciado, onde os mais pobres sem extinção alguma teriam direitos iguais, mas todos percebem que tudo não passou de promessas e nada mais.



Outro fato lamentável nessa história é a simples questão da prefeitura ter que receber pressão da OPOSIÇÃO para poder resolver algumas questões, que se tornam polêmicas por conta da suposta falta de compromisso com a administração pública.

Compilado de http://jaguaruanamostra.blogspot.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário