sábado, 8 de julho de 2017

Rio Jaguaribe pede socorro. Fauna e flora morre a cada dia em Aracati

A morte do manguezal do Rio Jaguaribe, principal rio do Ceará, região da Comunidade Quilombola do Cumbe/Aracati - CE . Já está, com aproximadamente um ano, que o manguezal do braço do rio da Comunidade da Canavieira, vem morrendo.

Já são mais de 10 km de mangue morto com
toda sua fauna e flora. A subsistência de dezenas de pescadores/as artesanais que retiram seu sustento do manguezal está ameaçada. O incrível que nenhum órgão municipal, estadual ou federal não faz nada.
A SEMACE só vem ao Cumbe e região
fiscalizar os pescadores/as artesanais. O censo comum diz que somos nós, Povos e Comunidades Tradicionais que destruímos o meio ambiente. Mas nesse caso, todos sabem o causador dessa destruição, mas ninguém faz nada. Medo de represálias ...

Desta forma, decidi hoje percorrer a área onde o manguezal está morto. Não tem mais caranguejos de espécie alguma. O peixe sumiu ... O manguezal que antes era frondoso e imperava as margens da camboa (braço do rio), hoje é uma grande floresta morta, sem vida, sem peixe, sem caranguejos e sem pescadores/as.

Amigos/as, peço que socializem essas imagens e façam chegar aos órgãos responsável pela defesa e proteção ambiental, vamos denunciar o que vem acontecendo com os manguezais do Cumbe e da Canavieira.

#CHEGADEDESTRUIÇÃOEMORTEDOMANGUEZAL
#QUEREMOSJUSTIÇAPARAOSDESTRUIDORES/ASDOMANGUEZAL

Extraído do Facebook do professor e ambientalista João do Cumbe

5 comentários:

  1. Querido Sandro o nome da comunidade é Sítio Cumbe, até o presente momento a comunidade não recebeu nem um título de quilombo. Até o momento existe uma certificação inicial onde a maioria da comunidade não participou e nem concorda com esse título. Com relação ao manguezal por não ter havido inverno nos anos anteriores a água ficou muito salgada levando o manguezal a essa situação. Com relação a fiscalização da semace a mesma sempre fez fiscalizações em todos os empreendimentos existente em nossa comunidade. Venha conhecer a verdadeira história e publicar realmente o que vem acontecendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela informação Manuela. Irei publicar. Se você tiver alguma foto para indicar ao texto, se possível enviar pelo e-mail sandrobarreto1509@hotmail.com

      Excluir
  2. Realmente os caranguejos estão sumindo pois vários catadores não respeitam o período de defeso e utilizam também a pesca de redinhas para capturar os caranguejos, método esse proibido e que devastam os manguezais .porque será que o senhor João Luís não pública a verdade? Porque será que ele nunca denúncia catadores de caranguejos que pescam de redinhas e não respeitam o período de reprodução dos caranguejos? Já sei João Luís está ocupado perseguindo a carcinicultura. onde a anos o mesmo persegue a carcinicultura que vem sustentando a nossa comunidade.
    Sandro Guimarães a anos acompanho seu blog e lhe convido para conhecer a verdadeira realidade do Cumbe e não esse teatrinho desse cidadão João Luís que utiliza o nome da nossa comunidade para servir apenas sí mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Manuel Gonzaga, com o material visto e analisando outras versões sobre o que poderia estar causando a morte da Gamboa já dá para iniciar uma postagem. Se desejar indicar alguma foto para ilustrar a postagem por gentileza enviar através do e-mail sandrobarreto1509@hotmail.com ou vocês podem enviar direto pelo whatsapp 88 996512022

      Excluir
  3. Parabéns João do cumbe!!!!
    A natureza pede socorro e o sítio cumbe principalmente,
    O que era a vinte anos atrás um paraíso,hoje infelizmente se tornou um depósito.vergonha...

    ResponderExcluir