terça-feira, 1 de agosto de 2017

"Medicina e Espiritualidade" viram disciplina em universidade

Uma universidade brasileira está formando médicos mais "humanos", usando a espiritualidade.
A Universidade de Taubaté (Unitau) é a
primeira do Brasil a oferecer a disciplina "Medicina e Espiritualidade".

A matéria, que pretende levar o entendimento das questões espirituais e sua relação com a saúde, passou a ser obrigatória na grade curricular da universidade. Ela era optativa desde 2011 e tinha um número limitado de vagas.

No Brasil, apenas 10% das universidades ministram a disciplina e a Unitau é a primeira a oferecer este tipo de aula no país.

Um levantamento feito pelo professor Giancarlo Luccheti, da Universidade de Juiz de Fora, em 2012, mostra que 90% das instituições norte-americanas têm a "Medicina e Espiritualidade" na grade curricular.

Como
O conteúdo da disciplina trata a medicina de uma forma diferenciada, menos técnica. O responsável pelas aulas é o Prof. Me. Alexandre Serafim.

"A disciplina é muito importante para que os universitários sejam médicos mais humanos", diz o docente.

A matéria também atrai os estudantes.
"Eu gosto muito dessa aula e consigo trazê-la para a minha vida, não só como minha formação, mas também aplico no dia a dia", disse Amanda Alvarenga, aluna do 4º período de Medicina.

Com informações do GuiaTaubaté

http://www.sonoticiaboa.com.br/2017/07/30/medicina-espiritualidade-vira-disciplina-universidade/

Compilado do site Web Rádio do Bem

Nenhum comentário:

Postar um comentário