domingo, 3 de setembro de 2017

Aracatiense Bruno Rafael morre em Fortaleza no dia de seu aniversário

Bruno Rafael, conhecido por muitos conterrâneos por "Bruno CD" morreu neste domingo (03/09) em Fortaleza-CE.

Neste domingo, Bruno completou 36 anos, e o que deveria ser motivo de alegria para familiares e amigos acabou sendo um dia de muitas
lamentações e tristezas. Em sua página do Facebook os amigos parecem ainda não querer acreditar.

Bruno Rafael, filho de Celeste, genro da vereadora Hilda no município de Aracati, era casado com Liana de Sousa Silva e tinha uma filhinha. Em Aracati a residência de sua família, fica situado à Rua Coronel Alexanzito (próximo ao Instituto Museu Jaguaribano). Atualmente Bruno trabalhava no ramo de construção de imóveis.

Setembro Amarelo

No inicio do mês da Campanha Setembro Amarelo, quando teremos no dia 10 o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, perdemos um jovem, aparente cheio de alegria e cronologicamente teria muitos anos de vida.

Lamentamos! Esse é o nosso sentimento neste momento. Não podemos ou devemos fazer qualquer tipo de julgamento, pois só a Deus cabe o entendimento sobre a vida e a morte, mas podemos fortalecer a campanha Setembro Amarelo que trás como principal mote o diálogo e as notificações por parte de profissionais da saúde no caso de um dia aparecer alguma ocorrência suspeita

Bruno morre no dia de seu aniversário, e sua mãe, Sra. Celeste viajou até Fortaleza para encontrar seu filho nesta data que poderia ser de extrema alegria.

Que Deus tenha piedade de sua alma e que todos os familiares e amigos, em orações possam encontrar o consolo através da benevolência pelas palavras do nosso Senhor Jesus Cristo!

Bruno Rafael
* 03/09/1981
+ 03/09/2017

2 comentários:

  1. Lamentável, jovens se perderem pela porta do suicídio. Lamentável. Deus que lhe dê a força de ser assistido pelos bons samaritanos de plantão na espiritualidade.

    ResponderExcluir
  2. É indispensável que todos se unam para combater este mal social do suicídio, buscando soluções de unidade familiar, de educação com humanismo cristão, de justiça e saúde social, de equidade, de paz interior, de obras de solidariedade e caridade cristã, de bom uso das redes sociais.

    ResponderExcluir