quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Aracati cria oportunidade de bolsa estágio para estudantes

Prefeitura Municipal do Aracati, por meio do programa “Estudante Tem Vez”, quer possibilitar a concessão a criação de vários postos para estágio remunerado que irão contemplar alunos de ensino superior, ensino médio regular e ensino médio profissionalizante, com residência fixa no Aracati e que comprovem estar regularmente matriculados em instituição de ensino localizada no município, dando prioridade a alunos carentes de recursos financeiros.

O projeto-de-lei, que deve entrar em pauta na semana que vem no legislativo municipal aracatiense, tem como objetivo proporcionar a formação do educando, mediante a aprendizagem de competências próprias da atividade profissional e a contextualização curricular, possibilitando o seu amadurecimento para a vida cidadã e para o trabalho.
Para o prefeito Bismarck Maia esta é uma chance que a Prefeitura disponibiliza para o estudante se capacitar e entrar no mercado de trabalho: “O aluno tem a teoria, mas só consegue aprender a exercer a profissão na prática, agregando conhecimentos que só a vivência profissional possibilita. Os educandos, além da qualificação, da possibilidade de aprender com profissionais que vão orientá-los e supervisioná-los, receberão uma remuneração condizente com suas atividades”, explica o gestor.
As inscrições para o estágio remunerado serão feitas diretamente pelos estudantes junto aos órgãos municipais definidos em editais específicos, formulados pós a aprovação do programa pela Câmara Municipal do Aracati. Para que os alunos matriculados em instituições educacionais privadas participem do processo seletivo será necessário que seja celebrado convênio entre a Prefeitura e as respectivas instituições. Para os alunos matriculados em instituições educacionais públicas, não haverá necessidade de convênio.
A duração do estágio terá um tempo máximo de dois anos, exceto quanto se tratar de estagiário portador de deficiência, que poderá ter tempo ampliado se for de interesse das partes envolvidas. A quantidade de bolsas será ofertada de acordo com a relevância, necessidade e conveniência administrativa de cada órgão, cabendo ao Secretário da Casa Civil a responsabilidade de adequar esse quantitativo.
“Gostaria de parabenizar a gestão por esse grande projeto que vai combater um dos principais problemas na educação brasileira: a evasão dos nossos estudantes. Em muitos casos, eles têm que deixar os estudos para ajudar na renda financeira da família e com essas bolsas, que chegam a até mais de meio salário mínimo, esses alunos vão poder concluir os seus estudos”, afirmou o Presidente da Câmara, Valdy Menezes.
A bolsa auxílio prevê até R$ 300,00 para alunos de ensino médio regular, com jornada de até quatro horas diárias; de R$ 400,00 para alunos de nível técnico, com jornada entre quatro a seis horas diárias e de R$ 500,00 para alunos de ensino superior, com jornada, também, de quatro a seis horas. Os estudantes de nível superior ou educação profissional, desempenharão atividades relacionadas com sua área de formação. Já os de nível médio, terão colocações administrativas.
Para o estudante Faustino Nogueira Menezes, o projeto é de grande importância para todos os estudantes do Aracati, pois vai garantir que os mesmos não tenham mais que escolher entre trabalhar para ajudar suas famílias ou estudar, já que agora poderão fazer as duas coisas e ainda terem a oportunidade de praticar os conhecimentos adquiridos em sala de aula.
A previsão é que o programa se inicie no mês de março do próximo ano.

Fonte: Roberto Moreira DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário