sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Moradores de Canoa Quebrada bastante insatisfeitos com a Cagece

Os problemas não são de agora. Até reuniões, audiências com gerentes e funcionários da regional foi realizado nos últimos anos, mas as resoluções dos problemas são inconstantes. A velha casa dos motores na Vila dos
Estevão dessa vez extrapolou o cumulo do desperdício de água fazendo alegria somente da criançada que aproveitam a cachoeira improvisada enquanto a comunidade sobre sem água e a conta gigantesca. Não há como esquecer das inúmeras vezes que o flagrante de desperdício do líquido mais precioso do mundo e escasso no estado do Ceará, tem sido publicado pelas redes sociais como descaso de crime ambiental.

Segundo relatos de moradores, “existe uma grande caixa d’água na Duna Pôr do Sol, mas o problema está longe de ser resolvido para toda a comunidade, pois em algumas casas e pousadas o líquido chega, mas em outras não”. A única certeza que possuem é que muitos moradores recebem suas contas com valores errados e exorbitantes.

“A conta vem errada, valores altíssimos e a gente tem que correr atrás para virar a história, poxa, é demais, e quando chega a água é salobra. Alguns tem abastecimento direto, já outras não. Eu mesma liguei para o número 155 que é da ouvidoria e resolvi meu problema, mas existem pessoas que não conseguiram por não saber ou não ligar”. Relatou uma moradora que prefere não ser identificada.

“Lamentável, e muitas vezes seca a caixa e entra ar nos canos, quando a água volta, se o lugar não tem muita pressão, não expulsa o ar e a água não chega nas torneiras, chuveiros etc e assim, tem que chamar quem mexe para liberar o ar. A Cagece em geral, além dos preços altos, dá muito custo para as pessoas, custos chatos, constrangedores, injustos é uma vergonha não só para Canoa ou Aracati, mas para os cearenses”. Relatou indignado pelo Facebook, Eduardo P. Del Picchia

Vazamentos de água em Aracati:

Nos primeiros dias do ano, moradores das ruas Armando Praça (Bairro Campo Verde) e na Travessa Júlio César, centro de Aracati (ao lado da Igreja do Rosário) relataram ter entrado em contato com a CAGECE pelo 08002750195 a respeito dos vazamentos nada havia sido resolvido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário