sexta-feira, 2 de março de 2018

SindIcapui lança nota de pesar pela educação do município

No dia de hoje (ontem 5° feira), 01/03/2018, anotem bem, - primeiro de março de dois mil e dezoito - sete (07) vereadores fizeram um dos maiores retrocessos políticos de uma cidade. Colocaram Icapuí na história do Estado do Ceará, como sendo a primeira cidade a destruir a carreira o PCCr do magistério.
Lamentável! O fato em si e como tudo aconteceu. De forma sorrateira, um projeto que deu entrada no legislativo, no dia 28/02/2018 à tarde, para ser votado na manha seguinte, 01/03/2018, sem a mínima discussão com os mais interessados e um debate e análise com as partes interessadas.

Nós servidores haveremos de nos mobilizar e nos organizar para o enfrentamento dessa questão e de outras que, provavelmente virão, pois sabemos do papel que jogamos para sociedade, enquanto motores de execução dos serviços da máquina pública.

Não iremos ficar à mercê de meras ponderações, alinhavadas por ditos “técnicos”, que nos “demoniza enquanto servidores” e que em nada acrescentam aos verdadeiros motivos que elevam os gastos com pessoal. Planejar melhor as ações, diminuir os excessos e acabar com as irregularidades são as saídas técnicas para sanar os gastos com folha em Icapuí.

O que os sete (07) setes nobres vereadores de Icapuí fizeram hoje foi um grande desserviço para a população de Icapuí, em especial para a educação. Destruir o serviço público a partir da retirada de direitos dos trabalhadores é algo pernicioso, que precisa ser urgentemente extirpado da sociedade, sob pena de faltar aos mais necessitados os direitos mínimos que é um serviço público de qualidade.

À LUTA COMPANHEIROS!!! Quinta, 08/03 (Dia da Mulher) tem assembleia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário