segunda-feira, 7 de maio de 2018

Municípios poderão adquirir vacinas para imunização contra H1N1no Ceará

Jornalista Júnior Pentecoste
Devido a preocupação da população do município de Pentecoste em relação ao grande número de casos de internação por pneumonia por suspeitas de H1N1 naquele município, o jornalista e blogueiro Júnior Pentecoste entrou em contato diretamente com o laboratório Sanofi Pasteur S.A, e afirma que o
referido laboratório VENDE VACINAS PARA MUNICÍPIOS. Abaixo, as informações encaminhadas pelo jornalista Júnior Pentecoste ao Aracati em Foco.

"Estamos aqui procurando ajudar a administração do município de Pentecoste em benefício da coletividade, e através de pesquisas feitas por mim , Júnior Pentecoste (eu mesmo liguei para São Paulo), encaminho informações
para que o Prefeito Bosco, através da Secretaria de Saúde, possa comprar as vacinas H1N1 (quantidade que quiser), para atender a população pentecostense.
Lembrando que existem dois tipos de vacinas:
PRIVALENTE, mais simples.
TETRAVALENTE, mas completa.

Obs: Não existe improbidade administrativa para o gestor, caso faça aquisição das vacinas, é só se dirigir ao TCE e fazer a comunicação que não vai deixar seus munícipes ficarem vulneráveis.
 Assessoria jurídica sabe como fazer...

Sanofi Pasteur S.A.
Serviço de informação sobre vacinação:
siv.brasil@sanofipasteur.com
0800 14 84 80 atendimento para esclarecimentos e informações.
Atendimento 24 horas.

SETOR COMERCIAL PARA AQUISIÇÃO DE VACINAS
0800 11 90 20
Atendimento em horário comercial.
Email do setor comercial:
televendas.brasil@sanofipasteur.com 

Sanofi Pasteur, é uma unidade de negócios e líder mundial na produção e distribuição de vacinas, chegou ao Brasil em 1974, quando o Instituto Mérieux, hoje Sanofi Pasteur, atendeu a um pedido do governo brasileiro para fornecer doses da vacina contra meningite. Na época foram imunizados 90 milhões de brasileiros, dando fim à epidemia.

Atualmente, a empresa oferece uma ampla gama de vacinas para imunização dos brasileiros, como gripe, raiva, poliomielite e, desde 2016, dengue. Além da H1N1.

Colaboração ‘Junior Pentecoste’, jornalista e blogueiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário