segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Polícia Civil revela brutalidade na morte de Daniel, ex-São Paulo

Polícia Civil revela brutalidade na morte de Daniel, ex-São Paulo.
O corpo do atleta Daniel Corrêa Freitas, ex-São Paulo e emprestado ao São Bento, foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e deve ser encaminhado na terça-feira para
Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, onde mora sua família. O meia foi encontrado morto no último sábado em São José dos Pinhais com ferimentos de faca em várias regiões e, segundo a Polícia Civil, quem cometeu o crime estava com muita raiva.

Conforme informações divulgadas pelo superintendente Edimilson Pereira à rádio Banda B, o crime foi doloroso para o atleta, que levou várias facadas e teve o pênis decepado. “Agora, por meio de declarações, vamos checar onde estava morando e o que aconteceu. Foi algo com bastante maldade, quem fez estava com muita raiva. Tudo isso será apurado. Possivelmente, foi uma morte dolorosa, não morreu no momento”, disse.

Conforme Pereira, o(s) assassino(s) estão sendo procurados e a investigação está avançada, porém nenhuma nova informação será divulgada para não prejudicar o andamento do processo.

A Assessoria P2, que geria a carreira do meia, publicou em seu Twitter oficial que um primo do jogador reconheceu o corpo e levou toda a documentação necessária para a liberação. Ainda conforme a assessoria, a família está resolvendo questões burocráticas do transporte do corpo de São José dos Pinhais para Conselheiro Lafaiete.

Crime
O corpo de Daniel Corrêa Freitas foi encontrado por moradores em uma estrada de terra em São José dos Pinhais. Após o acionamento da polícia, o corpo deu entrada no IML de Curitiba no último sábado e foi reconhecido por familiares no dia seguinte. De acordo com o órgão, a morte foi causada por “ferimento de arma branca”. Ainda não há informações sobre os motivos causadores do crime.

Conforme a Polícia, há suspeita que ele tenha sido arrastado para um matagal por cerca de 30 metros, com dois cortes profundos no pescoço, além de ter a cabeça quase degolada e a genitália cortada, confirmando a brutalidade do crime.

Carreira
Daniel surgiu para o futebol no Cruzeiro, mas só foi estrear como profissional no Botafogo, em 2013. No clube carioca, o meio-campista chamou atenção durante o Campeonato Brasileiro do ano seguinte, quando marcou cinco gols em 28 jogos.

Contratado pelo São Paulo em 2015 como uma promessa, Daniel não rendeu o esperado com a camisa tricolor. Tendo de conviver com muitos problemas físicos, o meia somou apenas 16 partidas oficiais pelo clube do Morumbi e não marcou gols.

Fora dos planos do time paulista, o armador foi emprestado ao Coritiba para ganhar ritmo de jogo. O que não aconteceu, pois ele logo sofreu uma tendinite no joelho direito, que já havia sido operado durante sua passagem pelo Tricolor.

Em seu retorno ao São Paulo, foi emprestado para a Ponte Preta neste ano, mas não agradou e acabou cedido ao São Bento até o final do Campeonato Brasileiro Série B

Fonte: Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário