quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Socorro justiça! Baixaria nas redes sociais utilizam crianças para causar terror em outras crianças

Proibido para menores? Campanha suja utiliza crianças repetindo frases inapropriadas ditas por Bolsonaro em campanha em vídeo.
Em vídeo de campanha da entidade “Voto Limpo”, crianças repetem frases ofensivas ditas pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) ao longo de sua
trajetória como parlamentar.

Por dois minutos e trinta segundos, meninas e meninos reafirmam declarações dadas pelo capitão da reserva que causaram forte impacto, seja pelo preconceito, seja pela ofensa expressa a grupos minoritários.

A primeira a falar, por exemplo, é uma menininha que repete: “Minha missão é matar”.

Sentenças como “O grande erro da ditatura foi torturar e não matar”, “Eu sonego tudo que for possível” e “Auxílio-moradia era pra comer gente” são encenadas pelas crianças.

Uma garotinha pronuncia: “Tenho cinco filhos, quatro são homens. Na quinta dei uma fraquejada, e veio uma mulher”.

“Cala sua boca”, acrescenta outra. “Jamais iria estuprar você porque você não merece”, afirma um menino.

Entre as frases, também estão “Eu tenho imunidade pra falar que sou homofóbico, sim” e “As minorias se adéquam ou simplesmente desaparecem”.

Ao final, um texto na tela diz: “Se o seu candidato fala, o seu filho pode falar também. O futuro do Brasil está nas suas mãos”.

Publicado nesta terça-feira na plataforma Youtube, o vídeo tinha pouco menos de 6 mil visualizações.
Fonte: (O Povo On LINE)

Assista ao vídeo de crianças repetindo frases ditas pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL): 

É DE DAR NOJO. Escória, raça maldita. Campanha pró PT/Haddad passou dos limites. O pior tipo de VIOLÊNCIA contra as CRIANÇAS em um vídeo institucional postado no YouTube.

Os criminosos que produziram essa campanha mereciam todo o castigo do mundo, pois; "ai daquele que fizer mau a um desses pequenos", palavras de Jesus Cristo (ou seria discurso do ódio?). O MPF e os conselhos tutelares precisam tomar providências junto aos criminosos dessa campanha. Imperdoável, atitude deplorável ao utilizar tais frases separados em textos (e sem o contexto) representadas por crianças aterrorizando outras crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário