sábado, 22 de dezembro de 2018

Aracati na rota. Ceará entre os destino que mais receberão voos da Azul em 2019

Companhia aérea planeja criar 39 novas rotas no próximo ano e presidente, John Rodgerson, revelou que os aeroportos cearenses farão parte desta lista


Após completar 10 anos no último sábado (15), a Azul Linhas Aéreas tem a intenção de aumentar a malha aérea no Ceará. Segundo o presidente da companhia, John Rodgerson, nos próximos três anos a empresa deve adicionar 35 novas rotas em todo o País, incluindo o Estado nos seus planos. "Sempre tem essa possibilidade de aumentar os voos nos aeroportos do Ceará. Estamos trabalhando com o governo para ver como nós podemos crescer mais. Com certeza somos a empresa que mais serve o Ceará hoje, então eu acredito que no futuro nós vamos fazer ainda mais".

Rodgerson ressaltou que os benefícios fiscais oferecidos pelo Governo do Estado são fundamentais para a ampliação da malha da Azul no Ceará. "Nós temos alguns projetos para continuar isso. Nós temos na nossa mente mais 35 cidades para abrir em três anos, então com certeza estamos olhando isso de perto. Pode ser que existam cidades do Ceará que estejam neste planejamento", acrescentou.

A companhia é a única do País a operar em quatro aeroportos do Estado em 2019, com voos já anunciados para o Aeroporto de Aracati. 

A Azul tem voos partindo de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Jericoacoara. "Jeri é uma grande rota de sucesso para a gente. Eu acho uma vergonha que pessoas conheçam Nova York, Miami ou Paris antes de Jeri. Então eu acho que o brasileiro precisa conhecer mais o próprio País".

A aérea possui voos de Confins (Belo Horizonte), Viracopos (Campinas) e Recife com destino ao Aeroporto Regional Comandante Ariston Pessoa. Além disso, o Aeroporto de Juazeiro do Norte tem operações para Recife e Campinas. Já Fortaleza opera os seguintes destinos: Recife, Campinas, Belo Horizonte, Belém, Teresina e São Luís.

"Eu acho que em breve vamos ter mais voos em Fortaleza, mas eu não posso adiantar nada ainda", admite Rodgerson, que aguarda as obras de ampliação do Aeroporto Pinto Martins para anunciar o incremento das operações no terminal da Capital. "O Nordeste é um lugar do Brasil que cresce. Eu acho que não tem mais crescimento no Rio, em São Paulo ou Brasília então nós temos que focar no Nordeste porque as oportunidades são grandes", completou.

Comemoração

O presidente da companhia ainda comemorou os resultados da Azul em 10 anos e disse ainda que o futuro da empresa será ainda melhor. "A gente espera muito mais para os próximos anos. Estamos muito mais animados sobre o futuro do que o passado. Temos mais de 100 aeronaves para receber e eu gostaria de dizer que isso é só o começo. Nós queremos que a aviação no Brasil dobre na próxima década então estamos animados para ajudar isso a acontecer".

Com aviões que vão de 70 a 270 assentos, a companhia detém uma frota de mais de 120 aeronaves e que atende desde as pequenas e médias cidades até os grandes centros. "Somente no primeiro semestre do ano que vem, pretendemos abrir quatro novos destinos. Nossa frota também crescerá, sempre com foco em uma operação ainda mais eficiente em termos de custo e rentabilidade", enfatizou.


Por Hugo Renan do Nascimento
Diário do Nordeste

*O jornalista viajou a convite da Azul Linhas Aéreas

Nenhum comentário:

Postar um comentário