sábado, 5 de janeiro de 2019

Para Eduardo Girão, ataques no Ceará são "atos terroristas"

O senador eleito cobrou bloqueadores de celulares em presídios.
O senador eleito Eduardo Girão (Pros) falou sobre os ataques criminosos ocorridos no Ceará desde a última quarta-feira (2). Girão classificou o crime
organizado como responsável pelos "atos terroristas" e mostrou apoio ao Governo do Estado para que tome ações que coibam as práticas dos criminosos.

O político também demandou que haja a instalação dos bloqueadores de sinal telefônico nos presídios cearenses. "Espero também que se aproveite o momento para se instalar definitivamente os bloqueadores de celulares nos presídios, pois todos sabem que, na maioria das vezes, é de lá que se partem as ordens para esses atentados", colocou.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário